Geral

Zona Norte da capital · 11/12/2014 - 05h35

EVANGÉLICO é espancado até a morte por um enfermeiro

ACUSADO É PAI DE UMA SUPOSTA vítima de estupro; família diz que crime foi um engano


Compartilhar Tweet 1



Franklin Evangelista, de 28 anos, foi morto no final da tarde desta quarta-feira (10/12) na zona Norte de Teresina, após ter sido brutalmente espancado pelo pai de uma suposta vítima de estupro. O crime teria sido um engano, pois familiares da vítima protestaram contra a morte brutal, alegando que o homem morto era evangélico.

O incidente aconteceu por volta de 17h. Flamarion Barbosa, que foi conduzido para a Central de Flagrantes, e autuado, é enfermeiro e estaria em defesa da filha, de 15 anos, que teria sido estuprada.

Após saber do suposto estupro, o homem saiu atrás de Franklin e espancou o homem por vários minutos. Foram vários socos no rosto, que acabaram impedindo a respiração do homem. Ele morreu no local. O acusado, ainda ficou alguns minutos sentado sob as costas do cadáver, até a chegada da polícia ao local.

Os policiais acionaram o Samu, e os socorristas ainda tentaram reanimar o rapaz, mas já não havia como salvá-lo.

O enfermeiro vai responder por homicídio. O crime que ocorreu no meio da rua foi filmado por vários populares e serão repassados para a polícia. Na Central de Flagrantes, familiares do rapaz morto protestaram contra a justiça feita pelas próprias mãos.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Teresina.

Fotos de Wesslley Sales