Geral

Novo curso de formação · 02/12/2019 - 15h13

Efetivo da Guarda Municipal deve chegar a 450 agentes no primeiro semestre de 2020

Nesta segunda-feira, prefeitura de Teresina deu início ao novo curso de formação da Guarda, com 285 aprovados até esta etapa


Compartilhar Tweet 1



Por Apoliana Oliveira

Foi realizada nesta segunda-feira (02/12), no Teatro João Paulo II, no Dirceu Arcoverde, a aula inaugural do Curso de Formação dos 285 aprovados no concurso da Guarda Municipal de Teresina. Essa é a última etapa do certame, que seguirá até o mês de março.

“Nosso desejo é continuar a contribuir com a prefeitura para a construção de uma cidade cada vez menos violenta. Um dos exemplos bem claros é esse curso de formação. Estamos articulados para que a condução seja da melhor forma possível, e por isso contamos com apoio da Acadepol”, destaca o secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira.

Ainda no primeiro semestre de 2020, o efetivo da Guarda Municipal deve chegar a 450 homens e mulheres. O grupamento atuará na segurança de terminais e estações de ônibus, parques, praças, nas principais ruas e avenidas da capital e também no Centro comercial.

“Vai não apenas melhorar a guarda do patrimônio municipal, mas vai especialmente trazer maior sensação de segurança em várias áreas da cidade. E contribuir para que nós possamos ter maior sensação de segurança”, avalia o prefeito Firmino Filho, que participou da aula inaugural.

Assim como em outras grandes cidades, Firmino lembra que a população de Teresina sempre cobra ações de melhoria na segurança pública. “Nosso desafio é buscar ter ações que contribuam para a melhoria da segurança da cidade, de forma indireta. E nós entendemos que o trabalho deve ser fundamentalmente preventivo”.

No discurso, destacou ações pilotos como o “Vila Bairro Segurança”, que hoje desenvolve ações na zona Norte de Teresina. Desde sua implantação, a taxa de homicídios nos bairros da região já caiu em 20%. “Precisamos estabelecer a ordem pública, especialmente garantir o trânsito junto aos estabelecimentos comerciais que funcionam à noite. Mas não apenas com esse projeto piloto, é preciso aprender a trabalhar de forma preventiva, de forma coordenada com outros entes, na luta para estabelecer espaços públicos seguros”, pontuou.

 


Comentários