Geral

Juíza acatou pedido da DPCA · 11/10/2012 - 17h44

DPCA faz resgate de crianças e acha veneno com 'profeta'

DELEGADA ANDRÉA MAGALHÃES INVESTIGAVA situação de jovens no local há cerca de 15 dias


Compartilhar Tweet 1



Cerca de 20 crianças e adolescentes foram resgatados na tarde desta quinta-feira (11/10), na casa do profeta Luis Pereira dos Santos, no Parque Universitário. Segundo a delegada Andréa Magalhães, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, e que fez o pedido à juiza Maria Luíza de Moura para a remoção dos jovens, foi encontrado uma quantidade considerável de veneno de rato na casa.

As crianças, segundo a delegada, encontravam-se em situação de abandono intelectual, sem poderem até mesmo frequentar escola. Elas serão agora encaminhadas para um abrigo na capital.

A ação que ocorreu nesta tarde aconteceu com o apoio do Serviço de Operações Especiais da Polícia Civil, homens do Ronda Cidadão, do Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais e 5º Batalhão da PM,e teve ainda o acompanhamento dos conselheiros tutelares Graça Costa e Itapoan Ferreira.

Para os pais destas crianças, que acreditam na teoria do profeta de que o mundo vai acabar nesta sexta-feira (12/10), às 16h, acham que não precisam mais se preocupar com as coisas mundanas, pois o "fim está próximo" e por isso impediam as crianças de estudar. Alguns deles eram orientados até mesmo em aulas dadas pelos pais.

Na comunidade, em participações na TV, muitos vizinhos da tal 'arca' construída pelo profeta já falavam na possibilidade de suicídio coletivo, e o veneno encontrado endossa essa possibilidade. O pedido feito à justiça foi acatado justamente para tentar impedir que algum mal acometesse as crianças e adolescentes, que faziam parte do grupo de quase 100 pessoas que moravam na casa.

CLIQUE E ENTENDA MAIS SOBRE A VISÃO DO PROFETA DE TERESINA

PROFETA QUE ANUNCIOU FIM DO MUNDO É DESTAQUE NO SBT

PROFETA DIZ: 'MUNDO VAI ACABAR'; FAMÍLIAS DEIXAM EMPREGO