Geral

Será das 9h às 13h30 · 11/08/2020 - 08h55

Defensoria retoma atividades administrativas obedecendo critérios de segurança

O expediente na instituição durante essa retomada será das 9h às 13h30


Compartilhar Tweet 1



A Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE) retomou gradualmente, nessa segunda-feira (10), as atividades administrativas presenciais em Teresina, adotando todas as medidas de segurança orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) e Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS). A retomada no interior do estado deve ocorrer a partir do dia 24.

Dentro do calendário estabelecido pelo Plano Pro Piauí, somente retornaram às atividades na Defensoria nesta segunda-feira os órgãos administrativos como Defensoria-Geral, Subdefensoria-Geral, Corregedoria-Geral, Diretorias, Coordenações e Gerências, inicialmente percentual reduzido do efetivo de cada setor. O expediente na instituição durante essa retomada será das 9h às 13h30. Defensores públicos, servidores e estagiários que integram grupo de risco ou convivem com pessoas integrantes desse grupo, permanecem exercendo suas atividades em regime de trabalho remoto.

Para que a retomada fosse feita com segurança, a Defensoria adquiriu e está fazendo a distribuição de equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras e faceshields para todos os que compõem seus quadros. A instituição também está disponibilizando álcool líquido e em gel. A higiene dos prédios e equipamentos de trabalho está sendo feita constantemente dentro das normas estabelecidas. Defensores, servidores e estagiários estão recebendo todas as orientações essenciais para o enfrentamento à pandemia.

A retomada vem acontecendo de forma tranquila. “É muito importante retornar nossas atividades de maneira gradual nesse primeiro momento, voltando somente a administração poderemos avaliar como será e planejar melhor esse retorno, sempre com muita preocupação com a segurança da população. Iniciamos hoje sem atendimentos presenciais. Depois do dia 24 devemos voltar de maneira gradual, mas também preferencialmente com atendimento remoto. É necessária a nossa volta, a população precisa e merece esse retorno para podermos dar a assistência que eles requerem, tanto jurídica como extrajudicial”, destaca o diretor de Núcleos Especializados da Defensoria, defensor público Alessandro Andrade Spíndola.

A assessora da Corregedoria-Geral Ivanea Samara Oliveira da Silva também destaca o cuidado com a retomada o que tranquiliza os funcionários. “Acho importante esse retorno da Defensoria, começando pela parte administrativa, com todo o cuidado, apenas com cinquenta por cento dos funcionários, preservando o grupo de risco e pessoas que convivem com esse grupo em trabalho remoto. Esse retorno servirá para a instituição já poder se preparar para a retomada do atendimento presencial ao público-alvo, por meio dos órgãos de execução. Todo o cuidado está sendo tomado, pessoal da limpeza efetivamente em atividade constante, mantendo o distanciamento necessário e os cuidados com a higiene, tudo isso nos dá tranquilidade para exercermos nossas funções”, ressalta Ivanea.

“Acredito na importância do retorno que ocorre nos moldes dos órgãos públicos, adotando todas as medidas sanitárias necessárias no momento para, de forma gradual, ir restabelecendo os serviços e atividades prestadas pela instituição”, diz Luana de Sousa Leal, assessora técnica da Diretoria de Núcleos.

Integrante da equipe de limpeza, essencial para garantir a higienização correta de todos os setores, Alfredo Pinto de Moura destaca o empenho da equipe. “Estamos fazendo a limpeza e higienização das salas e todos os setores. Estamos fazendo corretamente, então as pessoas podem voltar sem medo, desde que gradualmente, todo mundo seguro, dentro dos critérios, usando máscara, faceshields e com todos os cuidados”, ressalta Alfredo.

A diretora das Defensorias Regionais, Karla Araújo de Andrade Leite, também destaca as especificidades do recomeço. “O retorno foi tranquilo no sentido de que dividimos nossa equipe de trabalho de maneira que nos sentíssemos seguros na sala da Diretoria Regional. Quando chegamos, os EPIs já estavam disponíveis e a faxina havia sido realizada adequadamente. É um retorno tranquilo, mas que requer cuidados que fogem do que o nosso habitual. Como todo recomeço requer uma fase de adaptação, mas logo logo tenho certeza que com o nosso empenho estaremos funcionando de modo a dar as respostas rapidamente para o que nos for demandado”, ressalta a defensora.

O defensor público geral, Erisvaldo Marques dos Reis, reafirma que o maior compromisso da Defensoria Pública neste momento é cumprir seu papel com todos os cuidados necessários. “Essa retomada gradual que iniciamos hoje, com a parte administrativa da instituição, ocorre dentro do total cuidado e adoção de todos os protocolos necessários para resguardar a saúde de todos os que compõem nossos quadros. A partir desse reinício estamos dando o primeiro passo para a retomada dos atendimentos presenciais, que também só ocorrerão com todas as medidas essenciais para resguardar a saúde dos assistidos e das nossas equipes. Importante enfatizar que preferencialmente continuaremos a atender ao público por meio de nossos canais remotos, o que já vem ocorrendo de forma eficaz desde o início da pandemia. Reforçamos que os trabalhos presenciais hoje reiniciados, apenas com cinquenta por cento do nosso pessoal e mantendo em trabalho remoto todos os que são do grupo de risco e que convivem com pessoas nessas circunstâncias, estarão em constante avaliação e que não hesitaremos em adotar novas medidas sempre pensando na preservação da vida”, afirma o defensor.


Fonte: Com informações da Ascom

Comentários