Geral

Reunião na Assembleia · 16/07/2019 - 15h48

Débito dos consumidores com a Cepisa chega a R$ 850 milhões, diz Equatorial

Deputados piauienses se reuniram com Nonato Castro, na Assembleia, e cobraram esclarecimentos da empresa sobre prestação de serviço


Compartilhar Tweet 1



O presidente da Equatorial Cepisa, Nonato Castro, participou na manhã desta terça-feira (16/07) de uma reunião com deputados estaduais, no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa do Piauí, para responder questionamentos dos parlamentares.

O principal deles feito pelo deputado estadual Evaldo Gomes (SD), que recebeu denúncias sobre cortes de energia que estariam sendo realizados de forma irregular, até mesmo de madrugada.

    Crédito: Divulgação/ALEPI

Apesar de admitir que esse é um dos problemas que a empresa tenta contornar, o presidente disse que a medida visa evitar perda de energia e fazer com que os consumidores possam regularizar seus débitos. "Não podemos deixar de receber", explica Nonato Castro. Segundo ele, os consumidores piauienses devem mais de R$ 850 milhões à Cepisa, sendo que 65% destes usuários com débitos são da capital.

Por outro lado, a empresa está prestes a realizar investimento na ordem de R$ 350 milhões, boa parte para modernização da rede. Mas, admite, a recuperação total da rede no estado custaria mais que R$ 2 bilhões. Por enquanto, a empresa está priorizando ações emergenciais, como na região de Esperantina e Piripiri.

Na reunião, o presidente Themístocles Filho chegou a cobrar a empresa para que os mais de 300 mil consumidores de baixa renda, enquadrados na legislação que possibilita a isenção de até 60% na conta de energia, sejam informados do benefício.

Outro ponto bastante debatido com parlamentares foi o avanço do programa "Luz Para Todos". Segundo Nonato Castro, a previsão é que até 2021 sejam feitas mais de 22 mil ligações no Piauí, garantindo a universalização do programa no estado.


Comentários