Geral

Devem chegar ainda neste mês · 11/10/2018 - 08h30

Corpo de Bombeiros adquire novas viaturas e equipamentos de combate a incêndio

São três novas viaturas de combate à incêndios, sendo uma com capacidade de armazenamento de até 12 mil litros


Compartilhar Tweet 1



A chegada do período mais quente do ano no Piauí, popularmente conhecido como b-r-o-bró, coincide com o aumento nos registros de focos de incêndio em todo o estado. Visando fortalecer o trabalho do Corpo de bombeiros Militar do Estado do Piauí (CBME-PI) e de brigadistas que auxiliam a corporação, o Governo do Estado adquiriu novas viaturas e equipamentos para o melhor desempenho destas atividades.

Ao todo, são três novas viaturas de combate à incêndios, sendo uma com capacidade de armazenamento de até 12 mil litros; duas viaturas de salvamento; dois kits de incêndio com capacidade de 600 litros d’água; duas motonáuticas de salvamento e duas lanchas de resgate, já em operação; além de 100 mangueiras de combate à incêndio já distribuídas nas unidades. 

Foram investidos R$ 2.495.645,00 na aquisição dos equipamentos. As viaturas de combate têm previsão de chegada ao estado ainda na primeira metade deste mês.

Para o comandante do Corpo de Bombeiros do Piauí, coronel Carlos Frederico, as novas viaturas e ferramentas serão de extrema importância no trabalho desenvolvido no estado. “Esse maquinário que chega para o Corpo de Bombeiros melhora de forma significativa nossas condições de trabalho. Com novas viaturas e equipamentos que nos permitem atender as demandas com mais agilidade e precisão, será possível estar cada vez mais próximo das ocorrências em todo o Piauí”, explica.

Além das novas viaturas, duas aeronaves foram contratadas pela corporação para auxiliar nas ocorrências de maior complexidade. Os aeromodelos possuem capacidade de até 2 mil litros de armazenamento e estão à disposição da corporação, tendo inclusive auxiliado no controle do incêndio que atingiu o Parque Nacional da Serra das Confusões na última semana.


Fonte: Com informações da Ccom

Comentários