Geral

Polícia tem nome do acusado · 14/07/2012 - 05h55

Comerciante morto com quatro disparos à queima roupa no PI

A vítima era proprietário de uma loja de rasteirinhas e bolsas na Rua São Pedro, cidade de Picos


Compartilhar Tweet 1



Na noite da última quinta-feira (12/07) o comerciante Paulo Afonso Leal Moreira, 42 anos, conhecido como Paulão, foi assassinado por disparos de arma de fogo.

A vítima era proprietário de uma loja de rasteirinhas e bolsas na Rua São Pedro, bairro Centro, e se preparava para fechar o estabelecimento quando foi surpreendido por um homem, ainda não identificado, que o atingiu com quatro tiros à queima roupa.

Segundo informações da Polícia Civil, Paulo Afonso ainda chegou a ser socorrido e encaminhado ao centro cirúrgico do Hospital Regional Justino Luz (HRJL), mas às 21 horas veio a óbito.

Ainda não há informações contundentes sobre o autor dos disparos. A polícia segue investigando o caso e aguarda o depoimento da viúva, Maria Martins de Carvalho.

POLÍCIA JÁ TEM O NOME DO ACUSADO
A Polícia Civil de Picos, através do Delegado do 2º Distrito Polícia, Luiz Guilherme Ulisses, disse na manhã desta sexta-feira (13), um dia após o assassinato do comerciante Paulo Afonso Leal Moreira, morto na tarde de ontem com vários tiros de revolver, que já sabe o nome do autor dos disparos e que a polícia já está em diligências para tentar capturá-lo o mais rápido possível.

Segundo informou o delegado, logo que a polícia tomou conhecimento do homicídio, uma equipe foi deslocada até o local e ouviu algumas pessoas, e logo em seguida abriu o inquérito policial para apurar os fatos, onde surgiu o nome do principal acusado de ter assassinado Paulo Afonso.

De acordo com o delegado, tudo leva a crer que a morte do comerciante possa estar relacionado a um desentendimento que a vítima teve em um bar há exatamente um mês atrás, onde o mesmo ficou bastante ferido, chegando a ser internado em um hospital de Picos e depois foi até Teresina para fazer uma cirurgia do maxilar, que sofreu fratura devido às agressões.

O delegado informou ainda que o acusado é uma pessoa bastante conhecida da polícia, pois o mesmo reside em Picos e a polícia já sabe alguns lugares onde ele costuma freqüentar, o que tem facilitado as investigações e, espera que em poucas horas ele seja preso.


Fonte: Riachãonet/com Informações Agoraed