Geral

Tragédia de Brumadinho · 20/02/2019 - 14h15

Bombeiros deixam trabalho na lama após exames apontarem excesso de metais no sangue

Apesar dos resultados, o quadro não é considerado como intoxicação


Compartilhar Tweet 1



Da equipe que trabalha no resgate de vítimas em Brumadinho (MG), quatro bombeiros foram retirados do contato direto com a lama, após exames detectarem anormalidade nos níveis de metais no sangue dos profissionais. 

    Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros MG

Segundo o site G1, o governo do estado de Minas Gerais informou que três exames detectaram alteração na quantidade de alumínio no sangue. Um quarto exame apresentou a presença de cobre.

Apesar dos resultados, o quadro não é considerado como intoxicação. Ele não foram dispensados dos trabalhos, apenas afastados do contato com a lama, para que os níveis no sangue sejam normalizados.

A barragem da Vale, na mina Córrego do Feijão, rompeu no dia 25 de janeiro. O último boletim da Defesa Civil confirmava a morte de 169 pessoas. Outras 141 pessoas ainda estão desaparecidas.


Comentários