Geral

Crime choca o Piauí · 19/08/2015 - 09h50 | Última atualização em 19/08/2015 - 11h34

Chacina em Alegrete: Vítimas foram executadas com disparos na cabeça

CHACINA DEIXA SEIS MORTOS: Corpos das vítimas estavam enfileirados na sala de estar


Compartilhar Tweet 1



Todas as vítimas da chacina ocorrida na noite desta segunda-feira (18/08) foram alvejadas com disparos na cabeça. A polícia ainda não tem pistas sobre o paradeiro dos atiradores, que seriam quatro, e teriam planejado toda ação nos mínimos detalhes. O caso foi registrado no povoado Boa Vista, zona Rural de Alegrete do Piauí. Entre as vítimas está Maria do Socorro Carvalho, de 23 anos, conhecida como ‘Galega’, suspeita de envolvimento em dois homicídios na região e que estava sendo monitorada pela polícia.

Morreram ainda Cícero Domingos de Carvalho e Francisca Luiza de Carvalho, avós de Maria do Socorro, a mãe Silvia Francisca de Carvalho, o irmão Sildo de Carvalho e ainda o primo, Bartolomeu Gomes.

2ª CHACINA EM MENOS DE 1 ANO
O caso chocou pela crueldade e por ter sido a segunda chacina registrada no Piauí em menos de um ano. Em outubro de 2014, cinco pessoas foram mortas por um atirador na cidade de São Miguel do Tapuio num suposto ato de retaliação contra moradores da comunidade Palmeira. Clewilson Vieira da Silva, de 36 anos, está preso pelo crime e recentemente foi submetido a exames de sanidade mental, que deram negativo.

CARACTERÍSTICAS DE PISTOLAGEM
No crime ocorrido na noite de ontem, ainda não se sabe ao certo como os criminosos agiram. Até o momento, as informações são de que os atiradores teriam chegado à localidade de carro, estacionaram próximo a residência e seguiram a pé. Invadiram a casa, colocaram todos na sala - não se sabe se foi por coação ou por serem os acusados conhecidos das vítimas - e atiraram. Os atiradores sairam deixando as portas da residência abertas. Quando um familiar das vítimas chegou ao local encontrou todos, já sem vida.

Em entrevista à TV o secretário de Segurança Fábio Abreu, que comanda as investigações direto da ressaltou que na região onde o crime ocorreu são comuns os registros de crime de pistolagem. “Historicamente aquela é uma região onde há comumente o registro desse tipo de crime. São famílias contra famílias. O que não podemos é deixar que isso volte a acontecer com frequência”, disse.

Ele relatou ainda sobre a dificuldade de se evitar esse tipo de crime, mesmo com a presença do policiamento ostensivo.

Fotos: Jhone Sousa - Direto de Alegrete

A secretaria de Segurança do Piauí, em nota, informou que a polícia encontrou recentemente armas na casa onde ocorreu a execução. Maria do Socorro, uma das vítimas na chacina, estava em posse das armas, e mesmo tendo sido presa, acabou sendo liberada. “O crime pode ter sido por vingança, mas não vamos esgotar qualquer outra linha de investigação, uma vez que nesta região, em um passado recente, era comum a prática de pistolagem”, informou o secretário Fábio Abreu.

Além do secretário, acompanha também as investigações o delegado Willame Morais, gerente de policiamento do interior.

CORPOS SÃO REMOVIDOS 14 HORAS DEPOIS DE CHACINA

LOCAL PRESERVADO
Ainda ontem, em conversa por telefone com o 180, o comandante de policiamento do interior, Coronel Paulo de Tarso, informou que o local do crime estava completamente isolado. Ele já reconhecia que, pela cena encontrada na residência do povoado Boa Vista, muito difícil seria que apenas uma pessoa tivesse praticado a chacina. “São seis pessoas, se fosse um só atirador pelo menos uma das vítimas teria corrido”, comentou.

VEJA A PRIMEIRA MATÉRIA SOBRE O CASO

BLOG BASTIDORES: CHACINA TERIA VITIMADO 6 PESSOAS

SECRETÁRIO FÁBIO ABREU VAI ATÉ O LOCAL DA CHACINA