Geral

Ciência e Saúde em destaque · 02/07/2010 - 19h34

África do Sul tem 40 vezes mais curandeiros do que médicos

De ervas a peles de animais, mais da metade da população usa a medicina alternativa


Compartilhar Tweet 1



Ervas medicinais, cascas de árvores, folhas naturais. Quando precisam se tratar de alguma doença, os sul-africanos preferem a medicina alternativa à medicina tradicional. Para se ter uma ideia, na África do Sul, enquanto há um médico para cada 20 mil habitantes, existe um curandeiro para cada 500 pessoas.

No centro de Johannesburgo, o Farady market é um grande mercado a céu aberto onde se vendem apenas remédios naturais.

Mas não somente plantas e ervas são oferecidas no Faraday. As pessoas também encontram peles de cobra, de macaco, de rato, além de ossos de animais. Os curandeiros prometem cura para diversas doenças, com exceção da Aids.

Uma pesquisa realizada no país revela que mais da metade dos sul-africanos fazem uso dessa medicina alternativa. Além disso, o estudo mostrou que há 40 vezes mais curandeiros no país do que médicos.

A reportagem é de Adriana Bittar, para o Jornal da Record.


Fonte: Com Informações Do R7