Geral

Surpreendido dentro de casa · 13/06/2016 - 10h59 | Última atualização em 13/06/2016 - 14h31

Advogado é morto a tiros e suspeito se entrega na delegacia logo depois

Vítima foi abordada dentro de casa pelo homem armado; suspeito ainda será interrogado


Compartilhar Tweet 1



O advogado criminalista Kelson Dias Feitosa foi assassinado na manhã desta segunda-feira (13/06) na cidade Barras (PI) após ter sua residência invadida por um homem armado. O suspeito, identificado apenas como Francisco, está preso. Ele se apresentou na delegacia logo após o crime, confessando autoria.

O suspeito conseguiu entrar armado na residência de Kelson Feitosa, localizada na Rua Leônidas Melo, bairro de Fátima, e atirou contra o advogado, que morreu antes de receber socorro. A vítima estava trabalhando no escritório que funciona em sua residência.

Após matar o advogado, Francisco seguiu para o comércio de Sebastião Veloso, seu tio, e o feriu com diversas coronhadas de revólver na cabeça. O rapaz queria acertar contas com Veloso, que o denunciou por roubo, na causa que tinha como advogado o criminalista assassinado.

- Leia também no blog de Barras

Quando os policiais começaram as diligências, receberam a informação de que o suspeito estava na delegacia, admitindo ser autor tanto do homicídio, como das agressões contra o comerciante, que está internado no hospital da cidade.

Às 10h50 o suspeito ainda não havia prestado depoimento.

Imagens publicadas pelo portal 'A Grande Barras' mostram o corpo do advogado caído por trás da sua mesa de trabalho.

COLABORAÇÃO: Hélcio Araújo - Direto de Barras