Falta hidroxicloroquina · 20/03/2020 - 09h34

Paciente crônicos poderão agravar a doença por falta de hidroxicloroquina


Compartilhar Tweet 1



A hidroxicloroquina, medicamento imprescindível para a manutenção da vida de muitos pacientes, desapareceu das farmácias de Teresina, porque houve uma verdadeira corrida para sua aquisição, por ser um medicamentos que pode vir a ser utilizado no tratamento do corona vírus (fato ainda não estudado completamente)!

 – Tenho visto pacientes com doenças graves, como lúpus e artrite reumatoide, saírem daqui chorando quando não encontram o seu medicamento - disse uma farmacêutica de uma rede, que não quis se identificar.

A hidroxicloroquina é um medicamento pouco utilizado, em patologias de baixa incidência e, portanto, sua fabricação não é feita em grande escala, como os antibióticos e anti-inflamatórios. Uma corrida a aquisição desenfreada neste momento, certamente levará a um desabastecimento em curto prazo e ao agravamento do quadro de muitos pacientes que já a utilizam de forma permanente.

Mas atenção! Lembro aqueles que estão adquirindo hidroxicloroquina e pretendendo utilizá-la sem prescrição médica, em caso de sintomas de gripe, que a mesma possui efeitos colaterais graves, como os que relaciono a seguir:

As mais comuns e afetam até 10% dos pacientes: anorexia, dores de cabeça, e o que considero mais grave: labilidade emocional, que neste período de quarentena pode ser bem complicado e levar a desencadear sintomas mais raros, como nervosismo, quadros psicóticos e até mesmo suicidas! Pode acarretar ainda visão borrada com alterações na pigmentação e do campo visual, que pode levar a uma retinopatia (em até 1% dos pacientes) e até mesmo a maculopatia e degeneração macular irreversível (ainda que muito rara), mesmo com a descontinuação do tratamento.

Outros distúrbios graves, ainda que muito raros, também podem aparecer, tais como: depressão da medula óssea, anemia, anemia aplástica, agranulocitose, leucopenia, trombocitopenia, quadro exatamente o contrário do que se busca, que é fortalecer o sistema imunológico e não destruí-lo

Outro fato grave é que com o desaparecimento do produto do mercado, não será possível utilizá-los nos pacientes com corona vírus que realmente venham a necessitar, pois tem até o momento, menos de 10 pacientes com a doença confirmada, centenas de pacientes com outras patologias que realmente necessitam e que ficaram sem o produto, enquanto milhares de pessoas que estão estocando o produto e que nunca certamente o utilizarão.

Comentários