Glúten benéfico · 15/05/2017 - 06h32

Glúten não deve ser suprimido da alimentação de não celíacos

Glúten não deve ser suprimido da alimentação de não celíacos


Compartilhar Tweet 1



Muitas dietas não passam de modismo e logo se encontra várias falhas nas sua condutas alimentares. Nos últimos anos o consumo do glúten foi praticamente demonizado e retirado da dieta por muitas pessoas, inclusive celebridades que em sua maioria ditam tais modas.

O glúten é o desencadeador e o responsável pelos problemas gastrointestinais e hematológicos das pessoas celíacas e por tais pessoas tem obrigatoriamente que ser totalmente banido, inclusive alimentos que possam apresentar apenas “traços” da proteína, porém, para os não celíacos, a retirada de alimentos que contenham glúten poderá fazer com que haja redução no consumo de produtos que servem para prevenir doenças coronarianas, que atingem os vasos sanguíneos do coração.

Uma pesquisa norte-americana, que contou com 110 mil participantes sendo quase 65 mil mulheres e 45 mil homens, sem a doença celíaca, tiveram seus hábitos alimentares observados e foram divididos em grupos, conforme a quantidade de ingestão da proteína e, a partir dessa informação, os cientistas cruzaram os dados com a quantidade de infartos sofridos por cada um dos participantes do estudo.

Os resultados mostraram que quem consumia mais alimentos com glúten, tinha menos chance de desenvolver doenças cardiovasculares do que os que quase não consumiam. Embora os pesquisadores afirmem que as conclusões não possam ser tratadas como verdades absolutas, os resultados mostram que a exclusão do glúten da alimentação de não celíacos, deve ser pelo menos desaconselhada.

Na prática, nunca houve um estudo que comprovasse que uma alimentação sem alguns cereais, como trigo, centeio e cevada, grãos que há milhares de anos alimentam a humanidade e que contém o glúten, ajudem a emagrecer e previna problemas intestinais além de outras doenças, como diabetes. Quando alguém faz restrição do glúten, acaba cortando alimentos com alto teor de carboidratos, como pães e massas, o que faz com que ela emagreça, não sendo necessariamente a retirada do glúten que provoque esse efeito, e sim a diminuição dos carboidratos presentes nas farinhas brancas.

Para uma dieta segura e eficaz, consulte sempre um nutricionista.


Fonte: Com informações do Saúde IG