"Muito sofrimento" · 31/08/2020 - 20h41

Tati Minerato é processada por médico responsável por cirurgia mal sucedida


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução/Instagram

Recentemente, Tati Minerato se tornou assunto na mídia após ter surgido completamente irreconhecível devido complicações em decorrência de uma cirurgia mal sucedida, em que tentou promover uma lipoaspiração e agravou seu estado de saúde, em que chegou a ficar entre a vida e a morte devido a gravidade que tomou. As informações são do Área VIP.

Os problemas com a cicatrização das mamas devido a troca das próteses de silicone renderam-lhe uma grave infecção pelo corpo, sob responsabilidade do cirurgião plástico Felipe Tozaki, custeados em torno de R$ 14 mil. Em defesa, o profissional recorreu a ajuda de advogados e de por meio da defesa, afirmou que entrará em processo contra a ex-panicat e a mãe da mesma.

“As providências que estão sendo tomadas incluem o registro de boletim de ocorrência, apresentação de queixa-crime e a distribuição de ação de indenização por dano moral em face de Tatiane e sua mãe”, disse a nota do advogado, ao jornalista Leo Dias, do portal Metrópoles. O cirurgião esclareceu que não possui vínculo algum com as fotografias divulgadas pela modelo, em que surge com o corpo repleto de manchas vermelhas.

“Com relação às fotos de uma forte alergia também divulgada, o Dr. Felipe esclarece que a alergia se deu por conta de reação a medicamentos que foram ministrados na paciente no Hospital Ipiranga, durante a internação hospitalar, não tendo qualquer relação com o Dr. Felipe”, pontuou a nota em questão.

Em junho, Tati Minerato concedeu agradecimentos para a equipe médica que cuidou dela após ter ficado numa situação complicadíssima da vida. “Foram dias de muita agonia, preocupação e sofrimento! Mas graças a Deus com muita fé e uma equipe excelente e muito profissional do hospital Ipiranga, saímos dessa! Sim vencemos, não era corona mas foi algo terrível só quem viveu sabe, Dra. Hercilia e toda equipe da infectologia, Cirurgia Geral e enfermeiras do hospital Ipiranga, gratidão eterna!”, escreveu.


Comentários