Do céu ao inferno na premiação -

Preso no Grammy, rapper Killer Mike diz que detenção foi “percalço”

O rapper Killer Mike teve uma noite de altos e baixos no Grammy deste ano. Após conquistar três importantes categorias da premiação - Melhor Música de Rap, Melhor Performance de Rap e Melhor Álbum - o artista acabou deixando o local algemado. Em uma reviravolta surpreendente, o vencedor chamou o incidente de um "percalço" e criticou a segurança excessiva do evento.

Foto: Reprodução/Recording Academy

Em uma entrevista à rádio de Atlanta, Mike compartilhou sua perspectiva sobre o ocorrido: "Encaramos um percalço e depois voltamos para a festa, cara. Festejamos a noite toda. Não aconteceu nada, cara. Mas nós [somos] os vencedores. É isso." O rapper atribuiu o incidente à segurança rígida do Grammy, realizado na Crypto.com Arena, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

De acordo com o porta-voz da polícia de Los Angeles, Mike Lopez, a prisão de Killer Mike ocorreu após um confronto com um segurança. Posteriormente, o cantor foi detido por quatro horas e autuado por intervenção. Ele está programado para comparecer ao tribunal em 29 de fevereiro.

Fonte: Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco