Perseguidos por paparazzi -

Harry e Meghan são acusados de utilizarem perseguição como golpe de marketing. Entenda o caso!

Recentemente, Príncipe Harry e Meghan Markle foram perseguidos por paparazzi em Nova York e quase se envolveram em um acidente de carro. Com informações do O Fuxico.

Algumas pessoas acusaram o casal de usar a história como um golpe de marketing. A assessora do casal, Ashley Hansen, rebateu as acusações em declaração ao Page Six.

Foto: Reprodução/InstagramFamosos
Famosos

“Respeitosamente, considerando a história da família do Duque, seria preciso não pensar em nada sobre o casal ou qualquer pessoa associada a eles para acreditar que isso foi algum tipo de golpe de relações públicas. Francamente, acho isso abominável”, disse ela.

ENTENDA O CASO

No dia 16 de maio, Príncipe Harry e Meghan Markle foram fortemente perseguidos por carros de paparazzi enquanto voltavam de uma premiação em Nova York.

E a história poderia ter tido um desfecho trágico, conforme informou o porta-voz do casal para a agência de notícias Reuters.

“Esta perseguição implacável, que durou duas horas, resultou em múltiplas colisões envolvendo outros motoristas na estrada, pedestres e dois policias de Nova York”, disse o informante.

A notícia assusta, principalmente pela tamanha semelhança com o que aconteceu com Lady Di, mãe de Harry. No dia 31 de agosto de 1997, a princesa sofreu um acidente de carro em um túnel em Paris, na França.

O carro em que a famosa estava acompanhada pelo namorado Dodi Al-Fayed foi perseguido por sete paparazzi de moto. O motorista perdeu o controle e bateu em um pilar na velocidade de 170km/h enquanto tentava fugir dos fotógrafos.

Diana chegou a ser levada ao hospital, mas mesmo com as inúmeras tentativas de reanimação, a Princesa não resistiu aos graves ferimentos e veio a óbito.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco