Prática terapêutica -

Anitta explica tatuagem de constelação familiar e rebate críticas: "Não estou mandando fazer"

Foto: Reprodução


Neste sábado (06/07), Anitta usou seu Instagram para esclarecer críticas recentes sobre sua prática de constelação familiar. Após revelar sua nova tatuagem, que representa seus pais e outros membros da família, Anitta compartilhou com seus seguidores o significado pessoal da arte, inspirada pela constelação familiar. As informações são do Portal Estadão.

Anitta respondeu às críticas defendendo sua escolha de praticar a constelação familiar, ressaltando que cada pessoa deve buscar o que lhe traz bem-estar, e que os resultados variam para cada indivíduo. Ela enfatizou que não está impondo sua escolha a ninguém, apenas compartilhando os benefícios que essa prática trouxe para sua vida.

“Sou eu no meio, o bonequinho com o coraçãozinho, que significa que tenho sempre a força do amor dentro de mim. De um lado fica o pai, do outro lado, a mãe. E essas estrelinhas significam, para mim, a constelação familiar, os outros membros da minha família”, explicou sobre o novo desenho em sua pele. A cantora acrescentou: “Tem muita gente que não gosta de constelação familiar. Vai de cada um. Tem coisas que são boas para um e não são boas para o outro”.

Confira: 

A constelação familiar é uma prática terapêutica usada para resolver conflitos familiares, envolvendo dramatizações de situações em grupo ou individualmente. Desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger (1925-2019), a técnica foi alvo de uma nota técnica do CFP em março de 2023, orientando psicólogos a não utilizarem a prática. O CFP alega que a constelação familiar pode causar sofrimento ou desorganização psíquica e que não possui bases teóricas adequadas para manejo desses estados. Além disso, o CFP critica a visão da prática sobre infância e juventude, afirmando que desrespeita normativas do Sistema Conselhos de Psicologia e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Fonte: bnews

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco