Busca por reconhecimento · 17/02/2020 - 06h57

Advogado de Rose Miriam abre o jogo sobre situação da disputa pela herança de Gugu Liberato


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução/Instagram

Se tornou uma verdadeira saga digna de novela da vida real envolvendo a disputa pela herança milionária de Gugu Liberato. Meses após o falecimento do apresentador de 60 anos, a busca da esposa do artista, Rose Miriam, acerca do seu reconhecimento acerca do testamento continua em um ritmo intenso, com novas reviravoltas a cada dia. As informações são do Área Vip.

Nelson Wilians, advogado da médica, mãe dos filhos do saudoso comunicador, se manifestou em entrevista concedida à colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, e esclareceu as intenções da artista em procurar emplacar uma batalha judicial contra os próprios herdeiros e a família materna do artista. “Entrei porque é direito e para que se faça justiça a alguém que dedicou a vida para a família que constituíram juntos [Gugu e Rose]. Alguém que abriu mão de sua profissão de médica e de tudo para se dedicar à família e ao Gugu”, disse.

Com relação a problemática em torno do suposto interesse total acerca do dinheiro, o executivo explica que isso vai além. “Não é uma mera briga por dinheiro. É uma briga por reconhecimento de uma vida dedicada à família. É uma briga pelo que é direito e justiça. Reconhecimento é o termo certo e os filhos vão agradecer, se não hoje, no futuro com certeza. Tudo que ela ganhar será doado aos filhos com usufruto para a Rose de apenas uma parte para sua manutenção”, disparou.

Reflexivo, Nelson acredita que mesmo diante da fase complicada, em breve os filhos de Rose com Gugu irão entender e chegar até a agradecer diante de tudo que está acontecendo. “Ela irá passar tudo aos filhos assim que ganhar a causa e ficará apenas com o usufruto de um valor para sua manutenção. Ela busca o reconhecimento da União Estável e desse reconhecimento implica como consequência legal 50% do patrimônio adquirido no período que viveram sobre tal condição. Isso da doação consta na ação, inclusive, vale ressaltar”, conclui.


Comentários