Veja mais · 18/02/2020 - 16h53

Trunfos do Brasileirão Feminino: Duda, do Cruzeiro


Compartilhar Tweet 1



A idade pode enganar quando falamos de Maria Eduarda Ferreira Sampaio. Aos 18 anos, a meia-atacante foi o destaque do Cruzeiro logo em sua primeira temporada com a camisa celeste. Natural de Jequeri, em Minas Gerais, ela trilhou seu caminho com foco e determinação, terminando o ano como artilheira do grupo que foi vice-campeão do Brasileirão A-2. Agora o desafio é maior, mas Duda garante estar pronta.

- Minha expectativa é muito boa. Estou empolgada para começar a jogar, até por ser um campeonato mais disputado e com equipes mais preparadas, principalmente por se tratar da Série A-1. É um novo desafio, vou dar o meu melhor dentro de campo e ajudar a equipe a fazer um bom campeonato de todas as formas.

O primeiro clube de Duda foi o América-MG, onde passou dois anos. Depois, recebeu a oportunidade no Cruzeiro, que lhe rendeu convocações para a Seleção Brasileira Sub-20 do técnico Jonas Urias. Com três títulos de Campeonato Mineiro, uma Copa BH e a taça da Liga Sul-Americana Conmebol Sub-19 na conta, a mineira ainda quer mais.

- Jogar no Brasil é um sonho que está sendo realizado, é uma emoção representar o país. Sei de toda cobrança e exigências, mas vou dar o meu melhor e buscar evoluir a cada dia enquanto tiver as oportunidades. Pelo Cruzeiro também é um sonho estar em uma equipe de camisa, fazendo o que mais amo. Assim como na Seleção, tem também uma responsabilidade grande. Sei do tamanho da instituição e principalmente que é um clube que está sempre em busca de títulos. Então é trabalhar duro dia a dia para que tudo seja recompensado da melhor maneira.

"Vou dar o meu melhor dentro de campo e ajudar a equipe a fazer um bom campeonato"

Dedicação na briga por coisas grandes

Mesmo com pouco tempo de carreira, a cruzeirense já conseguiu perceber a evolução no futebol feminino brasileiro nos últimos anos. Com mais investimento, atenção e visibilidade, as mulheres estão ganhando mais espaço e, consequentemente, abrindo caminho para as futuras gerações.

- O futebol feminino está tendo um grande avanço. Vejo isso como mais oportunidades para novas atletas e uma busca por espaço. Por mais que seja uma modalidade ainda com muito preconceito, estamos acompanhando que a cada dia mais o esporte está ganhando espaço e sendo valorizado. O cenário é de evolução, pois acompanhamos muitos pontos positivos no ano passado, estádios cheios, profissionalização de equipes. Acredito que esse ano é o momento de pegar firme e continuar no caminho certo.

De volta após a conquista de mais um título com a Seleção Feminina Sub-20, Duda quer mostrar para a torcida do Cruzeiro que podem confiar nela novamente, pois não faltará dedicação em campo a cada desafio.

- Os torcedores podem esperar uma atleta muito dedicada, que vai brigar até o fim, que vai acreditar e buscar coisas grandes para a equipe, vai somar muito dentro e fora de campo com o elenco.


Fonte: CBF

Comentários