Assista ao vídeo -

Torcedor toca jogador do Sevilla com gesto obsceno e gera revolta

Lucas Ocampos, atacante do Sevilla, estava se preparando para fazer uma cobrança lateral quando foi surpreendido por uma situação bastante peculiar. Um torcedor adversário tocou a parte posterior do jogador com um gesto ofensivo. O incidente ocorreu durante a vitória do Sevilla por 2 a 1 sobre o Rayo Vallecano, em uma partida do Campeonato Espanhol, realizada em Vallecas. As informações são do Terra.

Foto: Reprodução/InstagramLucas Ocampos
Lucas Ocampos

O jogador se virou e encarou o torcedor do Rayo, depois chamou a arbitragem. O ponta Isi Palazón foi até o torcedor e conversou com ele, assim como outros jogadores.

Ocampos se acalmou e a partida foi retomada, no entanto, o assunto gerou controvérsia depois do apito final. O argentino condenou o ato em entrevista à DAZN, pedindo que a La Liga tome uma atitude.

“Vocês viram o que aconteceu nas imagens. Espero que a La Liga leve isso tão a sério quanto leva o racismo e essas coisas”, afirmou.

Veja:

Em entrevista a outros jornalistas, o atacante citou o futebol feminino para pedir punição.

“É a primeira vez que acontece comigo. Sempre há um babaca. Tomara que a liga e o Rayo tomem as ações que precisam tomar para que isso não aconteça nem no futebol masculino, nem no futebol feminino. Seria um escândalo se isso acontecesse no futebol feminino”, declarou.

“Temos que dar exemplos. Tenho duas filhas, imaginem se eu tivesse reagido? Amanhã elas iriam ao colégio depois que o pai delas tivesse batido em uns moleques...”, reiterou.

O Sevilla lamentou o incidente por meio de nota, afirmando ser “totalmente inapropriado”, e pediu medidas no regulamento para que o comportamento não se repita.

“Estes gestos e comportamentos não deveriam ser permitidos na nossa competição se aspiramos ser a melhor liga do mundo. O Sevilla FC transmite o seu máximo apoio a Lucas Ocampos, que demonstrou o seu enorme profissionalismo, apesar da atitude inaceitável do torcedor que o repreendeu”, diz a nota.

O presidente do Rayo Vallecano, Raúl Martín Presa, condenou a atitude do torcedor e prometeu identificá-lo e puni-lo. A La Liga não se manifestou.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco