Equipe enfrenta Venezuela -

Seleção Brasileira tenta se aproximar de vaga para Olimpíada

A Seleção Brasileira Pré-Olímpica enfrenta a Venezuela nesta quinta-feira (8), no Estádio Brígido Iriarte, em Caracas, em busca da vitória para manter acesa a chance de classificação à Olimpíada de Paris. O jogo começa às 20 horas (horário de Brasília) e terá transmissão do SporTV.

Foto: Joilson Marconne/CBFSeleção Brasileira precisa derrotar Venezuela na segunda rodada do quadrangular final do Pré-Olímpico
Seleção Brasileira precisa derrotar Venezuela na segunda rodada do quadrangular final do Pré-Olímpico

Antes, às 17 horas, no mesmo local, Paraguai e Argentina abrem a segunda rodada do quadrangular final da competição.

Depois de sua estreia na fase decisiva em que foi superada pelo Paraguai por 1 a 0, a Seleção Brasileira pode embolar a tabela do Pré-Olímpico se conquistar os três pontos. Para selar sua vaga nos Jogos de Paris, a equipe depende só de si. Se derrotar a Venezuela e no domingo (11) passar pela Argentina, garantirá a presença na Olimpíada.

O ambiente no grupo ficou bem mais leve nessa quarta-feira. Integrantes da comissão técnica participaram de um rachão com os jogadores no Estádio Olímpico de Caracas com ótima resposta dos atletas. Antes, eles fizeram um treino tático, no qual o técnico Ramon Menezes acertou o posicionamento da equipe em lances de ataque e defesa.

Para o treinador, a Seleção tem tudo para sair de campo com uma vitória e se reabilitar do revés do jogo anterior. Ele prevê dificuldades em razão de o adversário ter um time bem armado e com jogadores de habilidade. Além disso, a Venezuela conta com o apoio de sua torcida, que deve lotar o Brígido Iriarte.

“Temos que levar toda nossa alegria e confiança para dentro de campo. Esperamos fazer um grande jogo. Todos aqui sabem da responsabilidade de vestir a camisa da Seleção Brasileira”, disse Ramon Menezes, que quer a equipe com o maior tempo possível de posse de bola, a fim de controlar as ações da partida.

A previsão em Caracas para o horário do jogo é de chuva, situação oposta à que a Seleção viveu até o momento na Venezuela, em cinco partidas, nas quais atuou sob alta temperatura num gramado (do Brígido Iriarte) que precisou ser irrigado minutos antes de cada confronto.

Fonte: CBF

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco