Citando o exemplo da Argentina -

Romário destaca importância de jogar em função de Neymar, mas lesão pode adiar seu retorno à Seleção

O ex-atacante e Senador Romário (PL) expressou, em entrevista ao SporTV na última segunda-feira (20/11), a opinião de que a Seleção Brasileira deve basear seu jogo em torno do atacante Neymar para alcançar um desempenho superior. Romário destacou a influência positiva dessa estratégia, citando o exemplo da Argentina, que conquistou o título no ano passado ao jogar em função de Messi.

Entretanto, Neymar enfrenta uma pausa prolongada devido a uma grave lesão no ligamento cruzado anterior, ocorrida durante as Eliminatórias contra o Uruguai em 17 de outubro. Esta lesão compromete sua participação tanto na Seleção quanto no clube Al Hilal.

Apesar do desfalque, a Seleção enfrenta desafios cruciais nas Eliminatórias Sul-Americanas, incluindo o aguardado clássico contra a Argentina nesta terça-feira (21/11) no Maracanã, às 21h30. Romário, embora reconheça a superioridade histórica da Argentina, expressou confiança na capacidade da Seleção Brasileira de desempenhar um papel competitivo.

Sobre a abordagem tática, Romário alertou contra uma postura defensiva, enfatizando a necessidade de atacar a Argentina, com Messi sendo identificado como o jogador-chave a ser neutralizado.

Enquanto Romário destaca a importância de jogar para Neymar, a lesão do astro adiciona uma complexidade adicional aos desafios que a Seleção enfrenta nas Eliminatórias.

Foto: Reprodução - Anne-Christine POUJOULAT / AF

Fonte: Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco