Semifinal da Copa do Brasil -

Reencontro entre Sport e Fortaleza terá mais de mil policiais

No próximo domingo (26/05), duas partidas vão definir quem são os classificados para a decisão da Copa do Nordeste. E uma das partidas será entre Sport e Fortaleza. Esse será o segundo jogo entre as duas equipes na competição, o primeiro após o ataque da torcida da equipe pernambucana contra o ônibus onde estavam os jogadores adversários. Para evitar qualquer incidente, um esquema especial de segurança está sendo preparado. Com informações do Metrópoles

Foto: Reprodução

Para evitar qualquer tipo de episódio semelhante, a Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco revelou nesta sexta-feira (24/05) que fará um esquema especial de segurança. Ao todo, mais de mil policiais estarão espalhados pelos arredores da Arena Pernambuco, local da partida.

Haverá ainda uma escolta especial para a delegação do Leão do Pici. A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil trabalharão no esquema de segurança que irá fazer o transporte dos jogadores e da delegação da equipe. Serão 30 policiais militares divididos em 23 viaturas e um helicóptero.

Confira na íntegra a nota da Secretaria de Defesa Social:

“Em um jogo cercado de expectativa, a Polícia Militar de Pernambuco está redobrando esforços para garantir a segurança daqueles que irão para a Arena com a intenção apenas de torcer pelo seu time e se divertir, na partida Sport x Fortaleza, pela Copa do Nordeste.

A área interna do estádio será patrulhada pelo Batalhão de Choque. Do lado de fora, no entorno e nos principais corredores de acesso, além dos terminais integrados e estações de BRT, serão empregados mais de mil policiais, sendo eles oriundos de 13 batalhões de área, uma companhia independente e oito batalhões especializados, entre eles do BEPI e do 1º BIEsp que virão do interior do Estado para reforçar a segurança.

Um esquema especial também está montado para escoltar a delegação e caravanas de torcedores do Fortaleza. A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil darão apoio, nas abordagens aos ônibus vindos do Ceará. O time visitante será acompanhado de perto, por onde passar, por 30 policiais militares em 23 viaturas e helicóptero do GTA”.

O caso

Em fevereiro deste ano, quando as duas equipes se enfrentaram pela 4ª rodada da primeira fase, na Arena Pernambuco houve um episódio grave de ataque a atletas e comissão. Após a partida, que terminou empatada em 1 x 1, torcedores do Sport apedrejaram o ônibus que transportava a delegação do Leão do Pici. Seis jogadores ficaram feridos e precisaram ser hospitalizados.

Segundo Cláudio Maurício, responsável pelo Diretor do Departamento de Performance do Fortaleza, foram identificadas mais de 1.200 lesões nos jogadores. Alguns suspeitos de fazerem parte do ataque foram presos em uma operação da Polícia Civil de Pernambuco.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco