712,8 milhões de libras -

Manchester City anuncia recorde histórico de receitas na temporada 2022/23

Em comunicado divulgado na última quarta-feira (15//11), o Manchester City revelou números impressionantes em seu relatório financeiro da temporada 2022/23. O clube estabeleceu um novo recorde na Premier League, alcançando uma receita de 712,8 milhões de libras, equivalente a aproximadamente R$ 4,3 bilhões. Esse montante representa um aumento significativo de 16,3% em comparação ao ano anterior, superando os 613 milhões de libras (R$ 3,5 bilhões à época).

Além do notável crescimento na receita, o clube registrou lucros substanciais, atingindo 80,4 milhões de libras (R$ 488 milhões), quase o dobro do recorde anterior de 41,7 milhões de libras (R$ 262,7 milhões à época).

O Manchester City conquistou também o título de clube de futebol mais valioso do mundo, liderando o relatório Brand Finance Football 50 de 2023, com um valor de marca estimado em 1,51 bilhão de euros (R$ 7,9 bilhões na atual cotação).

As principais fontes de renda do clube, provenientes de atividades comerciais, transmissões e jogos, demonstraram um crescimento notável. A receita em transmissões atingiu 299,4 milhões de libras (R$ 1,8 bilhão), representando um acréscimo de 50,4 milhões de libras (R$ 305,9 milhões) em relação ao ano anterior. O relatório atribui esse aumento principalmente à conquista do título da UEFA Champions League nesta temporada, somado ao triunfo na FA Cup.

O documento revela ainda que o lucro proveniente das vendas de jogadores teve um aumento expressivo, quase dobrando o valor. Passou de 67,7 milhões de libras na temporada 2021/22 para 127,7 milhões de libras em 2022/23.

Embora o clube tenha celebrado conquistas notáveis, como os títulos da Champions League, Premier League, Copa da Inglaterra e Supercopa da Europa na última temporada, enfrentou desafios nos bastidores. No início deste ano, o Manchester City foi acusado pela Premier League de violar mais de 100 regras financeiras, incluindo a falta de fornecimento de informações financeiras precisas, não cumprimento do fair play financeiro da UEFA e não conformidade com as regras de lucro e sustentabilidade da Premier League.

Foto: Action Images via Reuters/Lee Smith

Fonte: CNN

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco