'Fiquei tempo demais' -

Reflexões de Hamilton: entre a glória e a aposentadoria, pede conselhos aos grandes nomes do esporte

Foto: Metrópoles

O heptacampeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, está em um momento de reflexão sobre sua carreira. Aos 39 anos, ele assinou recentemente um contrato com a Ferrari até 2026, mas já cogita a aposentadoria. Em entrevista à revista GQ, Hamilton revelou que conversou com grandes nomes do esporte, como Serena Williams e Michael Jordan, para buscar conselhos sobre o tema.

"Conversei com tantos atletas incríveis, de Boris Becker a Serena Williams, até mesmo Michael Jordan, e o medo do que está por vir é real. Muitos me disseram: 'Parei muito cedo', 'Fiquei tempo demais', 'Quando acabou, eu não tinha nada planejado', 'Meu mundo desmoronou porque toda a minha vida girava em torno desse esporte'", contou Hamilton.

A possibilidade de aposentadoria ganhou força em 2021, quando Hamilton perdeu o título da temporada para Max Verstappen em uma corrida controversa em Abu Dhabi. O piloto ainda guarda ressentimento do episódio, que ele considera um "roubo".

Com 335 GPs disputados, Hamilton é o terceiro piloto com mais corridas na categoria. Essa será sua última temporada na Mercedes. Apesar de ainda ter alguns anos pela frente na Fórmula 1, o piloto já começa a pensar no futuro.

"As pessoas me perguntam o tempo todo: 'Onde você se vê daqui a cinco anos?'. E eu nunca fui capaz de olhar tão longe. Mas agora estou em um lugar em que posso fazer um mapa um pouco mais à frente. Há algumas coisas muito legais que acontecerão nos próximos dois anos", contou Hamilton, que possui projetos ligados à moda e ao cinema.

Hamilton volta às pistas na madrugada de domingo (07/04) para a disputa do GP do Japão. A corrida será um teste importante para o piloto, que busca sua primeira vitória na temporada.

Fonte: Metrópoles 

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco