Descoberto recentemente · 25/01/2020 - 09h26 | Última atualização em 25/01/2020 - 11h18

Fora das quadras, Rafa Moreira revela seu talento com arte


Compartilhar Tweet 1



O jogador Rafa Moreira esconde um talento só  foi descoberto pelos companheiros recentemente. O cansaço causado pela rotina de treinos, jogos e viagens. Atualmente, uma das principais diversões do camisa 9 tem sido customizar tênis, dele e dos companheiros de Brasília. As informações são de metropoles

A arte, é um talento que permaneceu adormecido para o jogador, que começou a desenhar personagens como Goku e companhia quando ainda era uma criança, crescendo em uma comunidade na zona leste de São Paulo.

“A gente não tinha muitas coisas para fazer. Os projetos sociais nos incentivavam a ter atividades culturais ou praticar esportes. Eu acabei indo para essa parte, em um centro cultural. Na época, o desenho da moda era o Dragonball Z. Era uma diversão porque cada um queria fazer um desenho mais bonito que o dos amigos. A arte é o meu refúgio, assim como o basquete. Desenhar, fazer quadrinhos, são um modo de eu ficar em paz comigo mesmo”, relata.

o que era apenas uma brincadeira, ao restaurar um calçado antigo, se tornou mais sério quando ele decidiu pegar um par de um companheiro para fazer algum tipo de customização.

“Vi que muitos jogadores da NBA estavam customizando os tênis em datas comemorativas. Pensei ‘poxa, isso não é difícil de fazer’. Quem desenha no papel consegue desenhar na parede, no tênis. Cheguei para a galera do time e perguntei quem seria o primeiro e quem seria sorteado ou prejudicado. Minha esposa viu que eu estava muito empolgado e me deu as canetas específicas para fazer esse tipo de desenho. Pesquisei muito e aprendi sobre restauração de tênis. O tênis dele estava destruído, era dali para o lixo. Restaurei o tênis dele e esse foi o primeiro, do Goku. Depois desse, acho que são cinco ou seis tênis, prontinhos pra galera”, relembra.

O jogador deixa claro que não pretende ganhar dinheiro ainda com a customização dos tênis. Apesar de fazer as personalizações para os companheiros por diversão, a responsabilidade de cobrar por isso daria um ar de cobrança que Rafa Moreira não quer lidar. Pelo menos não por enquanto…

“Tem muita gente me pedindo, muita mesmo. Eu não esperava que fosse ficar assim. Gente do Brasil todo pedindo pra fazer. E eu sempre explico que eu ainda não estou fazendo para ganhar uma grana. É uma coisa que demanda tempo e eu não tenho esse tempo todo ainda, ele é voltado para o meu trabalho. A partir do momento em que alguém te paga para fazer um tênis, a responsabilidade é muito maior, você tem que cumprir a data, tudo certinho. Com o time já é diferente, os meninos me deixam bem à vontade. Aí você fica totalmente despreocupado”, conclui.

 

 

 


Comentários