Terceiro dia de prova · 27/01/2022 - 11h06

Expedição Cerapió se despede do Ceará e segue rumo ao Piauí


Compartilhar Tweet 1



Os pilotos da Expedição Cerapió 2022 se despediram das trilhas do Ceará, nesta quarta-feira (26/01). Durante o percurso de Ubajara (CE) até Luís Correia (PI). Muita serra, lagoas e carnaubais foram avistados pelos competidores no terceiro dia de prova.

No decorrer da passagem de Ubajara (CE) e Viçosa (CE), as montanhas e serras tomaram conta da paisagem, deixando os pilotos encantados com o percurso. Samille Vitória, que está participando pela primeira vez da expedição com o pai, conta sua experiência.

"Este ano eu decidi acompanhar meu pai nessa aventura, está sendo realmente uma novidade. Eu sou natural do Ceará, mas, por incrível que pareça, nós descobrimos muita coisa incrível e muitas paisagens lindas dentro da minha terra de uma maneira totalmente diferente. Muito radical, muita paisagem linda onde ninguém passa e, se não fosse o Rally, eu não conheceria. Então, está sendo uma experiência muito legal", elogiou Samille Vitória.

A cachoeira de Pirapora (CE) foi um dos pontos turísticos que a Expedição passou. Algumas dificuldades foram encontradas durante o percurso, como cactos, galhos secos e muita vegetação típica do sertão.

Participando da Expedição, Adalberto Barbosa, do Rio de Janeiro, fala que a Rota das Emoções é um percurso incrível e cheio de belezas. "A Expedição está fantástica! Essa rota, que agrega esses três estados, é incrível. Não é o Nordeste que se vende lá no Sudeste, de fome, seca e tristeza, são lugares do interior com um povo acolhedor e paisagens fantásticas", comentou.

No Piauí, os pilotos passaram pela lagoa de Sobradinho, que tem a maior extensão de águas doces do litoral. A lagoa é cercada por dunas douradas e natureza preservada, um lugar maravilhoso para tirar fotos e desfrutar da mata virgem.

O próximo passo da Expedição é curtir o dia livre no Delta do Parnaíba, o terceiro maior delta oceânico do mundo, com a visita do Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Comentários