Extrema importância -

Duda Luizelli exalta agenda cheia das Seleções Femininas em outubro

Com todas as Seleções Femininas Brasileiras em ação, o mês de outubro promete ser de extrema importância para o planejamento das categorias e suas respectivas comissões técnicas. Dentro da Data FIFA deste mês, a Seleção Principal vai até a Austrália encarar as anfitriãs em dois jogos-preparatórios, nos dias 23 e 26. Já a Sub-20 se desloca até o Paraguai para enfrentar as rivais sul-americanas em dois momentos, nos dias 22 e 25. Por fim, a Sub-17 está concentrada para período de treinos em Pinheiral (RJ) desde o dia 4 até o dia 28.

Seleção Feminina Sub-17 faz jogo-treino diante do Fluminense Sub-18
Seleção Feminina Sub-17 faz jogo-treino diante do Fluminense Sub-18    Créditos: Adriano Fontes/CBF

Coordenadora das Seleções Femininas da CBF, Duda Luizelli exaltou a agenda cheia das Seleções Femininas. Em entrevista ao site da CBF, a dirigente destacou que o planejamento a longo prazo é de extrema valia para prover períodos cada vez mais proveitosos para as equipes e suas comissões.

“Acima de tudo, é sobre planejamento. A gente já tem planejado todo o ano que vem, com todas as categorias. Inclusive com convocações da Sub-15 também. Porque a gente acredita muito que o futuro é a base. Então sabemos que se nós conseguirmos fazer com que elas joguem internacionalmente contra outras seleções, seja fora do Brasil ou aqui, isso vai dar uma grande bagagem, para que essas meninas cheguem cada vez mais preparadas na Seleção Principal. Esse é um dos nossos objetivos, tenho certeza que estamos no caminho certo. Espero que venham grandes seleções e grandes resultados pela frente para o futebol feminino brasileiro”, explicou Duda.

Já de olho nas competições que estão por vir no horizonte, Duda Luizelli avaliou que testes de alto nível em todas as categorias fortalecem cada vez mais e servem como preparação para os torneios Sul-Americano de base e para a Copa América profissional, agendadas para 2022.

“Faz parte do desenvolvimento do futebol feminino como um todo. A gente sempre pensa que uma base forte vai fazer, sem dúvida nenhuma, uma seleção adulta cada vez mais forte. A gente conseguir 24 dias de treinamentos em Pinheiral para a Seleção Sub-17, amistosos com a Seleção Sub-20 no Paraguai e jogos contra a Austrália, uma das melhores seleções do mundo, com a equipe adulta lá na Austrália. Diria que a gente tem um mês de luxo das Seleções Brasileiras de Futebol Feminino. A gente espera que a gente continue nesse caminho, para que consigamos grandes resultados no ano que vem, um ano de Sul-Americanos. Conquistando esses Sul-Americanos, também vai ser ano de Mundial das categorias Sub-17 e Sub-20, e ano de Copa América, que é nosso objetivo principal ano que vem. Vencendo a Copa América, temos vaga garantida na Olimpíada e no Mundial de 2022”, projetou a Coordenadora de Seleções Femininas da CBF.

Comentários