7 gols em 14 jogos -

Corinthians usa dois trunfos para ‘driblar’ o Botafogo e encaminhar a contratação de Rojo

O Corinthians teve dois importantes trunfos para encaminhar a contratação do meia paraguaio Matías Rojas, que está em fim de contrato com o Racing: o estafe do atleta e o tempo de contrato acertado. Com informações do Lance.

A ideia dos representantes do jogador é que ele atue no futebol brasileiro, e o Timão foi um dos primeiros times em que o atleta foi oferecido. Outras equipes também foram procuradas, entre elas o Botafogo, que, a princípio, foi a única a demonstrar interesse na aquisição, mas recuou após a alta pedida salarial do meio-campista.

Foto: Foto: Divulgação/RacingRojo
Rojo

A parte financeira também não agradou o Corinthians inicialmente, mas as características do atleta despertaram o interesse do departamento de futebol corintiano, que, desde a saída de Willian, no segundo semestre do ano passado, busca um articulador que também jogue pelos lados do campo.

Então, aqui entram os dois trunfos. O primeiro: a direção corintiana apostou no bom relacionamento com os responsáveis pela carreira de Rojas para achar uma alternativa que fizesse o negócio avançar. Já o segundo trunfo foi oferecer um tempo de contrato mais vantajoso ao jogador: o Timão ofertou um vínculo de quatro anos, um a mais do que o pedido pelo jogador. Assim, pagará um salário menor do que o pedido pelo atleta, mas em um período maior. Esse prazo também vai auxiliar o Time do Povo a diluir as luvas solicitadas pelo argentino.

A pedida inicial de Matías Rojas girava em torno de um salário mensal de R$ 800 mil, valor que hoje se configura próximo ao teto do Corinthians. Com o acordo em quatro anos, o ganho deve se encontrar na casa de R$ 500 mil e R$ 600 mil por mês pagos em dólares, livres de imposto, mas com a possibilidade de câmbio fixado.

Na atual temporada, Rojas marcou sete gols e deu duas assistências em 14 jogos pelo Racing.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco