Insultos de torcedores -

CBF aciona Fifa após racismo contra Robert Renan no Mundial Sub-20

A CBF enviou uma representação pedindo providências à Fifa, entidade máxima do futebol, e fez uma denúncia à Justiça da Argentina solicitando punição aos envolvidos nos atos racistas dirigidos ao zagueiro Robert Renan, da seleção brasileira Sub-20, durante a goleada sobre a Tunísia nesta quarta-feira (31/05), pelas oitavas de final da Copa do Mundo, na Argentina. Os insultos proferidos por torcedores no estádio Ciudad La Plata tiveram início quando o jogador, de 19 anos, deixou o campo após ser expulso no final do primeiro tempo. Depois os ataques prosseguiriam nas redes sociais.

Foto: Lesley Ribeiro/ CBFCBF aciona Fifa após racismo contra Robert Renan no Mundial Sub-20
CBF aciona Fifa após racismo contra Robert Renan no Mundial Sub-20

“A CBF condena veementemente qualquer tipo de ação discriminatória no futebol e não tolerará mais esses casos no esporte”, afirmou em nota a CBF.  “Os perfis [dos autores dos ataques nas redes sociais] já estão protocolados pela CBF e serão enviados à justiça local e FIFA”.

Natural de Ceilândia (DF), Robert Renan foi alvo dos ataques racistas quando deixava o gramado nos minutos finais do primeiro tempo, após expulsão por cometer falta como último homem da defesa brasileira. O jogador respondeu aos insultos mostrando o escudo da seleção e o sinal de cinco com mão, em referência ao pentacampeonato mundial. Depois as ofensas racistas continuaram nas redes sociais. Foram compartilhadas mensagens com xingamentos ao jogador junto a imagens (emojis) de macaco. O brasileiro republicou as ofensas e respondeu com a mensagem: “Lutar utar sempre, fugir nunca, recuar só se for pra pegar impulso, isso aqui é Brasil !!". 

Os atos racistas contra Robert Renan ocorreram dez dias após após o atacante Vinícius Júnior ser alvo de injúria racial na derrota do Real Madrid para o Valência no Campeonato Espanhol, organizado pela LaLiga. O caso gerou repercussão mundial. Em protesto aos atos racistas à Vini Jr, a CBF promoveu a campanha  “Com racismo não tem jogo” na semana passada, em todos os jogos da oitava rodada do Brasileirão.

Fonte: Agência Brasil

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco