'Time cometeu erros' · 31/07/2021 - 11h47 | Última atualização em 31/07/2021 - 11h57

Brasil perde para a Suécia e decide classificação contra a França


Compartilhar Tweet 1



A seleção feminina do Brasil não conseguiu manter o mesmo ritmo durante toda a partida, oscilou muito e acabou perdendo para a Suécia por 31x34, neste sábado, 31, pela quarta rodada dos Jogos Olímpicos. Agora, a equipe do técnico Jorge Dueñas decide a classificação para as oitavas-de-final de Tóquio 2020 na última rodada da primeira fase, contra a França. Um empate classifica o Brasil para as quartas de final. Antes da derrota para a Suécia, a equipe venceu a Hungria por 33 a 27, empatou com a Rússia em 24 a 24 e perdeu para a Espanha por 27 a 23.

    Gaspar Nóbrega/COB

“A derrota contra a Espanha, no último jogo, foi difícil. Infelizmente, no segundo tempo voltamos desligadas, isso custou a vitória e quando acordamos não tínhamos mais tempo para virar. Sobre o jogo de hoje, contra a Suécia, a gente estudou, assistimos outros jogos delas, sabíamos que estavam jogando muito bem. O que eu vi hoje é que o time cometeu erros, mas lutamos até o final e isso está sendo o mais interessante e mais bonito. Estamos competindo com todas as seleções de igual para igual e isso é uma coisa importante, porque desde a nossa vitória no mundial na Sérvia isso não estava acontecendo”, disse a ponta Alexandra Nascimento.

“Agora estamos caminhando a passos lentos e pouco a pouco está aparecendo o resultado do nosso trabalho. E hoje de novo, no final, perdemos para a Suécia, por 3 gols. Estávamos tentando perder só de 1 ou de 2, porque o saldo de gols conta no final. Mas nesse momento estamos dependendo só de nós mesmo. Sabemos que se ganharmos ou empatarmos, estamos dentro da próxima fase. Agora é preparar o jogo contra a França e ir forte porque temos chance sim”, disse Alexandra Nascimento.

O Brasil voltou a apresentar um bom início de jogo contra a Suécia, marcando muito forte e atacando em velocidade, explorando as pontas e o espaço que as adversárias davam às laterais, o time chegou a abrir 13x9 no placar. A partir dos 19 minutos, a Suécia acordou na partida, parou o ataque brasileiro e virou para 13x15.

A segunda etapa começou da mesma forma que terminou a primeira, com a Suécia em cima, chegando a abrir 17x22. O Brasil ameaçou uma recuperação e chegou a empatar em 25x25, mas desperdiçou alguns ataques e a Suécia se manteve na liderança do placar até o final, abrindo três gols de vantagem: 31x34.


Fonte: COB

Comentários