Vídeo -

Atleta acusa ex-marido de usar filha para sabotar Olimpíadas

A velocista Flávia Maria de Lima, medalhista no Pan-Americano de Toronto, está travando uma batalha dupla: dentro e fora das pistas. Em busca de uma vaga nas Olimpíadas de Paris, a atleta brasileira denuncia que seu ex-marido a persegue judicialmente, utilizando a guarda da filha como arma para impedi-la de competir.

Foto: Reprodução/Instagram @mariadelimaflavia

Em desabafo nas redes sociais, Flávia detalha que, desde o início do ano, o ex-companheiro protocola ações na Justiça sempre que ela precisa se ausentar para competições internacionais. "Ele utiliza os Jogos Olímpicos como algo para tentar tirar minha filha de mim. Como se fosse crime ter uma carreira, uma mulher ter profissão, e se fosse crime uma mãe ter que viajar para trabalhar", desabafa a atleta.

Apesar das dificuldades, Flávia se mostra determinada a realizar seu sonho de disputar as Olimpíadas. Mudando-se para a Europa em busca de melhores condições de treinamento, ela ressalta que vem colhendo frutos: "vim com medo de perder minha filha. Mas vim por nós duas. Porque não vim a passeio. Eu vim pelo meu trabalho, em busca de algo melhor para nós duas. E está acontecendo", conta.

Foto: Reprodução/Instagram

A atleta, natural do Paraná, tem 30 anos e coleciona conquistas importantes, incluindo a medalha de bronze nos 800m do Pan-Americano de Toronto em 2015. 

Fonte: Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco