Esporte

Público participou · 14/04/2013 - 23h56

Evento de MMA termina com pancadaria generalizada em Roraima

Confusão ocorreu durante a sétima luta do card, entre Kaio Felipe e Edenildo


Compartilhar Tweet 1



Um evento de MMA em Caracarai, no interior de Roraima, terminou em pancadaria generalizada neste sábado. Até o público tomou parte na confusão, atirando cadeiras para dentro do octógono. Tudo começou quando um dos lutadores agrediu o árbitro. A confusão só foi contida com a ajuda da Polícia Militar presente no local.

Em contato com a reportagem, Eduardo Carneiro, organizador do evento, disse que a confusão ocorreu durante a sétima luta do card, entre Kaio Felipe e Edenildo. Ao todo, seriam 10 combates, mas o evento teve que ser interrompido após o tumulto. Todos os participantes eram estreantes na modalidade e o torneio também estava debutando na cidade.

Ainda segundo o organizador, o lutador Kaio estava com o pé machucado e pediu para o juiz interromper a luta. No entanto, Edenildo ignorou o pedido e continuou batendo no oponente. Quando o árbitro Daniel Trindade entrou no meio para encerrar o confronto, ele o atingiu com um soco na cara. Então, tanto Daniel quanto Kaio partiram para cima de Edenildo. Suas respectivas equipes invadiram o octógono e a pancadaria teve início. Do lado de fora, o público se exaltou e atirou cadeiras nos lutadores.

"O público estava muito exaltado e preferimos terminar o evento. Ficou muito feio eles jogarem cadeiras. O atleta [Edenildo] prejudicou o evento. E era a primeira luta dele", disse, afirmando que deixará o lutador "de molho" nos próximos torneios que organizar na cidade.

Apesar da confusão e da imagem negativa, Eduardo garante que recebeu apoio do prefeito e de vereadores para realizar uma edição do Caracarai Fight a cada três meses. Para as próximas, o esquema de segurança será o mesmo, já que a organização considerou o ocorrido como um fato isolado.

Eduardo disse não saber se lutador e árbitro fizeram as pazes. "Não sei se eles se falaram. Nossa preocupação ali na hora era conter o público, junto com nossa equipe de seguranças e a Polícia Militar", finalizou.


Fonte: Com informações do Uol