Entretenimento

17ª edição seria em junho · 18/05/2020 - 16h33 | Última atualização em 18/05/2020 - 16h35

'Festival de Inverno' de Pedro II é cancelado por causa da Covid-19

O evento acontece, tradicionalmente, no feriado de Corpus Christi e atrai milhares de turistas e visitantes de todo o país


Compartilhar Tweet 1



    Imagem: Reprodução

Em virtude da pandemia de Covid-19, visando a preservação da saúde pública e obedecendo a todas as normas e orientações vigentes no atual momento de calamidade, a Prefeitura de Pedro II, o Governo do Estado do Piauí e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), realizadores do Festival de Inverno de Pedro II, decidiram cancelar a realização da 17ª edição do evento, que seria realizado de 11 a 14 de junho deste ano.

O evento acontece, tradicionalmente, no feriado de Corpus Christi e atrai milhares de turistas e visitantes de todo o país. Considerado um dos maiores eventos culturais do Piauí e do Nordeste, o festival envolve música, artesanato, além de valorizar a culinária e turismo locais durante quatro dias. Ao longo de suas 16 edições, trouxe ao estado diversos artistas e bandas renomadas nacionalmente, como Paulo Ricardo, Adriana Calcanhoto, Erasmo Carlos, Skank, entre outras, bem como atrações regionais e internacionais.

O prefeito de Pedro II, Alvimar Martins, lamenta o cancelamento do evento, mas considera uma medida necessária em virtude do momento atual. “Infelizmente, sabemos que todas as áreas estão sendo afetadas pela pandemia, como a saúde, economia, cultura. Sabemos o quanto o Festival é querido pelos seus admiradores e o quanto é grande a expectativa por sua realização. Porém, na situação atual, quando não há previsão para o fim da crise, não temos garantias de segurança e nem condições de organizar um evento dessa magnitude. Me entristece profundamente a nossa decisão, que tomamos em comum acordo com nossos parceiros realizadores, Governo do Estado do Piauí e Sebrae, entretanto, não nos resta outra alternativa. Nós, pedrossegundenses, sabemos o quanto iremos perder, principalmente na geração de emprego e renda, além de propagar todas as riquezas de nossa cidade, como artesanato, culinária, turismo, nossa cultura e hospitalidade única. Será uma perda irreparável para o município”, destaca Alvimar Martins.

    Imagem: Divulgação

O secretário estadual de Cultura, Fábio Novo, ressalta a importância do isolamento e das medidas preventivas contra a propagação da Covid-19 mesmo afetando diretamente o setor cultural. “O Festival de Inverno é um dos eventos de maior destaque no nosso Estado, movimentando todos os setores, inclusive a cultura. Temos orgulho do que temos feito em relação a esse evento nos últimos anos, por isso que infelizmente teremos que cancelar, mas entendemos que é uma medida efetiva de combate ao nosso maior inimigo, que é o coronavírus. Com isso, temos o cancelamento de eventos, o que impacta diretamente o setor cultural. Vamos nos unir, seguir as recomendações necessárias e curtir a arte por meio de plataformas a que temos acesso nesse momento como a internet. Tenho fé que, ano que vem, poderemos estar juntos fazendo o maior Festival de Inverno dos últimos tempos”, planeja.

Além do Festival de Inverno, todos eventos do Estado estão suspensos desde março. Para evitar um impacto maior para os artistas, a Secult lançou um edital de apresentações nas redes sociais em diversas linguagens como música, dança, teatro e contação de histórias. O Festival “Sossega o Facho em Casa” selecionou 160 projetos de artistas piauienses e irá remunerar todos que se apresentarão pela internet.


Fonte: Com informações da Ascom

Comentários