Reunião debate propostas · 22/09/2020 - 17h54 | Última atualização em 22/09/2020 - 18h14

Fábio Novo recebe apoio de representantes do Movimento Negro


Compartilhar Tweet 1



Em reunião com o pré-candidato à Prefeitura de Teresina, Fábio Novo (PT), representantes do Movimento Negro no Piauí declararam apoio e sugeriram propostas que podem fazer parte do plano de governo do petista para a capital.

“Acreditamos no Partido dos Trabalhadores, nascemos nessa base e queremos nos manter nela. Precisamos pensar em combater o racismo todos os dias e praticar o antirracismo. Obrigada, Fábio, por nos ouvir e nos convidar a fazer parte dessa construção”, comentou a professora, Mestra em Educação e militante do Movimento de Mulheres do Piauí e do Nordeste, Halda Regina. O encontro aconteceu nessa segunda-feira (22). 

O músico e pré-candidato a vereador, Chagas Vale, relembrou as mudanças na lei do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura – Siec, resultado de articulações do pré-candidato e deputado estadual, Fábio Novo. “Antes, se uma empresa patrocinasse um artista ou projeto através do Siec, 70% do valor investido seria de redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e os outros 30% a empresa teria que completar. Fábio fez essa articulação e conseguiu a mudança na lei e o aumento do percentual de dedução do imposto”, explica. Atualmente, 100% do valor investido por empresas, no apoio a projetos culturais, é reduzido do imposto.

“Estamos com as esperanças renovadas e com a certeza de que o Novo vale a luta. Acreditar que estamos numa construção coletiva e que seguimos juntos e juntas”, afirma a diretora da Superintendência de Relações Institucionais e Sociais – Supris, Sônia Terra.

A professora da rede municipal de Teresina, Graça Silva, propôs um conjunto de ações voltadas para educação de mulheres e ainda de combate à exploração sexual e infantil. “O Fábio é o oposto do candidato do Palácio da Cidade. A postura dele, a capacidade de dialogar nos anima muito. Estou muito feliz. Conte comigo!”, completa.

Para o pré-candidato Fábio Novo, o encontro foi muito representativo. “Acredito que ninguém conseguiu praticar o exercício de ouvir e dialogar como nós estamos fazendo. É uma construção diária e coletiva. Tem dado certo. O desafio é divulgar o trabalho e as propostas que temos para Teresina”, afirma Fábio.

Ele diz ainda que pensa numa administração ousada, moderna e democrática. “Vamos criar subprefeituras com conselhos eleitos pelo povo. Assim vamos dar voz à população e conhecer as prioridades”, finaliza.


Fonte: AsCom
Comentar
Critica eleição "desigual" · 22/09/2020 - 17h27 | Última atualização em 22/09/2020 - 18h12

Lourdes Melo afirma que eixo de campanha do PCO é derrubar Bolsonaro


Compartilhar Tweet 1



Candidata à prefeitura de Teresina, a professora Lourdes Melo (PCO) afirmou em entrevista à TV Cidade Verde, nesta terça-feira (22/09), que o principal eixo do seu partido nas eleições de 2020 é "derrubar o Bolsonaro".

Lourdes Melo explica que as eleições servem como uma "tribuna de luta", e que mesmo com as dificuldades de falta de recursos para campanha e a desigualdade no tempo de propaganda, o PCO não abre mão de participar. 

    Imagem: Reprodução/TV Cidade Verde

"Sabemos que a eleição é uma eleição desigual, onde os nossos candidatos não têm os mesmos direitos iguais aos candidatos dos grandes partidos, que representam a burguesia", diz.

A candidata deixa claro que qualquer proposta que venha a apresentar para a cidade de Teresina se torna inviável diante das políticas implementadas no governo Jair Bolsonaro.  

"O eixo da nossa campanha é derrubar o Bolsonaro. Nada do que nós apresentarmos como proposta vai ser possível colocar em prática, por que o governo Bolsonaro está entregando o Brasil entregando nossas riquezas, tirando nossos direitos e cortando os financiamento dos recursos para educação e outros serviços. O objetivo é chamar o povo a lutar", afirma.

Ela deixa claro que o partido tem propostas, mas que antes é preciso enfrentar o "inimigo", se referindo a Bolsonaro. 

Comentar
A partir de domingo, 27 · 22/09/2020 - 17h24 | Última atualização em 22/09/2020 - 18h16

TSE atualiza aplicativo Pardal, que recebe denúncias sobre eleições


Compartilhar Tweet 1



    Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizou o aplicativo Pardal, criado para receber denúncias de irregularidades em campanhas eleitorais. O aplicativo existe desde 2014, vem sendo atualizado ao longo do tempo e agora possibilita um detalhamento maior da denúncia apresentada.

A ideia é facilitar o trabalho de apuração por parte dos tribunais regionais eleitorais (TREs) e do Ministério Público Eleitoral, que podem contar com os cidadãos para atuar como fiscais e ajudar a combater a corrupção no processo eleitoral.

Com a atualização do aplicativo, além da foto da denúncia, o usuário deverá enviar um relatório demonstrando qual a irregularidade a ser apurada. Quando as denúncias tratarem de outro tema que não seja a propaganda eleitoral, o aplicativo vai oferecer o contato da ouvidoria do Ministério Público de cada localidade. O aplicativo vai disponibilizar um link específico para que as denúncias sejam enviadas ao Ministério Público Eleitoral de cada unidade da Federação.

“Havia uma enorme gama de denúncias que não conseguiam ser apuradas a contento para reunir provas e elementos materiais, como testemunhas, fotos, vídeos e tudo o que pode comprovar a irregularidade”, explicou Sandro Vieira, juiz auxiliar da presidência do TSE.

A nova versão do Pardal estará disponível a partir deste domingo (27).


Fonte: Com informações da Agência Brasil
Comentar
Eleições Municipais 2020 · 22/09/2020 - 15h25 | Última atualização em 22/09/2020 - 17h47

Justiça Eleitoral no Piauí já recebeu mais de 3 mil pedidos para registro de candidatura


Compartilhar Tweet 1



A Justiça Eleitoral no Piauí recebeu até a manhã desta terça-feira (22/09) mais de 3 mil pedidos de registro de candidatura para as eleições de novembro.

São 212 candidatos a prefeito e 212 a vice-prefeito, além de 2.591 candidatos a vereador homologados por seus partidos e com dados já informados ao sistema DivulgaCandContas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que traz informações sobre as candidaturas em todo país. 

De Teresina, a plataforma já reúne dados de três candidatos a prefeito - Kleber Montezuma (PSDB), Pedro Laurentino (UP) e Mário Roberto (Cidadania) - além de candidatos a vereador dos partidos Avante, Novo, Progressistas, PDT, PSDB e Unidade Popular.

De acordo com a Lei nº 9.504/1997, o prazo para coligações e partidos apresentarem requerimento de registro de seus candidatos encerra no próximo sábado (26). 

Na sexta-feira (18), ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, assinou portaria que liberou a entrega dos registros fisicamente. O fez em razão de dificuldade relatada para o envio dos arquivos pela internet, e para evitar o acumulo de pedidos no fim do prazo.

Para ser candidato, a Constituição Federal exige do cidadão a nacionalidade brasileira, o pleno exercício dos direitos políticos, o alistamento eleitoral, o domicílio eleitoral na respectiva circunscrição, a filiação partidária – portanto, as candidaturas avulsas estão proibidas – e a idade mínima fixada para o cargo eletivo almejado.

Para concorrer a cargos de prefeito ou vice-prefeito, o candidato precisa ter 21 anos e, para disputar uma vaga de vereador, deve ter 18 anos.

Comentar
Pedidos à Justiça Eleitoral · 22/09/2020 - 08h08 | Última atualização em 22/09/2020 - 12h16

Prazo para registro de candidatura termina neste sábado (26)


Compartilhar Tweet 1



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta que este sábado, 26 de setembro, é o último dia para os partidos políticos e as coligações apresentarem à Justiça Eleitoral, até as 19h, o requerimento de registro de seus candidatos, sendo possível a transmissão via internet até as 8h. O prazo está previsto na Lei nº 9.504/1997, artigo 11, caput.

Considerando que têm sido comunicadas ao TSE significativas dificuldades na transmissão de arquivos via internet, e para minimizar o risco de acúmulo de registro no prazo final, na última sexta-feira (18), o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, assinou a Portaria nº 704, que permite a entrega dos registros fisicamente a partir desta segunda-feira (21).

De acordo com a Portaria, “a restrição ao atendimento presencial prevista no artigo 2º da Resolução TSE n° 23.630/2020 não se aplica às hipóteses de inviabilidade técnica do envio, pela internet, dos arquivos gerados no CANDex, ficando expressamente autorizada, a partir do dia 21 de setembro de 2020, a apresentação do Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) e do Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) por mídia entregue nos cartórios eleitorais”.

Registro de candidatura

Para ser candidato, a Constituição Federal exige do cidadão a nacionalidade brasileira, o pleno exercício dos direitos políticos, o alistamento eleitoral, o domicílio eleitoral na respectiva circunscrição, a filiação partidária – portanto, as candidaturas avulsas estão proibidas – e a idade mínima fixada para o cargo eletivo almejado.

Para concorrer a cargos de prefeito ou vice-prefeito, o candidato precisa ter 21 anos e, para disputar uma vaga de vereador, deve ter 18 anos. A idade mínima para ocupar o cargo é verificada tendo como referência a data da posse. Além disso, para concorrer, o postulante a um cargo eletivo precisa estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, não pode ser devedor de multa eleitoral.

A Resolução TSE nº 23.609/2019 estabelece que qualquer cidadão pode concorrer às eleições desde que cumpra as condições constitucionais e não esteja impedido por qualquer causa de inelegibilidade prevista em lei. Pelo texto, para disputar o pleito, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição e estar com a filiação deferida no partido político pelo qual pretende concorrer seis meses antes das eleições.

Cada partido político ou coligação poderá solicitar à Justiça Eleitoral o registro de um candidato a prefeito e um a vice-prefeito. Somente partidos poderão requerer o registro de candidatos a vereador, no limite de uma vez e meia o número de vagas disponíveis na Câmara Municipal.

Os pedidos de registro de candidatura devem ser apresentados pelos partidos políticos e coligações aos respectivos juízes eleitorais. O pedido será elaborado no Módulo Externo do Sistema de Candidaturas (CANDex), disponível nas páginas eletrônicas dos tribunais eleitorais.

No caso de o partido político ou coligação não solicitarem o registro de seus candidatos, estes poderão requerer o registro no prazo máximo de dois dias após a publicação do edital de candidatos do respectivo partido ou coligação no Diário de Justiça Eletrônico (DJe).

A Resolução TSE nº 23.609/2019 traz todo o rito da tramitação do pedido de registro de candidatura nas instâncias da Justiça Eleitoral.

Documentos necessários

Os pedidos de registro de candidaturas devem vir acompanhados do Demonstrativo de Regularidade dos Atos Partidários (Drap), que é o documento que atesta a realização da convenção partidária e a escolha de candidatos. Além do Drap, também devem ser apresentados o Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) e o Requerimento de Registro de Candidatura Individual (RRCI). Esses formulários são gerados pelo CANDex da Justiça Eleitoral e precisam ser assinados pelo respectivo dirigente partidário com jurisdição no município.

Tanto o RRC quanto o RRCI devem vir acompanhados de: declaração de bens do candidato; fotografia recente; cópia de documento oficial de identificação; certidões criminais para fins eleitorais; provas de alfabetização e de desincompatibilização de cargo ou função pública, se for o caso; e propostas defendidas pelo candidato, no caso dos postulantes ao cargo de prefeito.

As condições de elegibilidade e as causas de inelegibilidade que, porventura, atinjam o postulante a candidato devem ser verificadas pela Justiça Eleitoral no momento do pedido de registro, ressalvadas as alterações fáticas ou jurídicas posteriores ao registro.

DivulgaCandContas

O DivulgaCandContas, sistema responsável pela divulgação das candidaturas registradas em todo o Brasil para as Eleições Municipais de 2020, já pode ser acessado no endereço divulgacandcontas.tse.jus.br.

Desenvolvida pelo TSE, a ferramenta permite consultar as candidaturas por município e cargo, acessar informações detalhadas sobre a situação dos candidatos que pediram registro de candidatura, bem como todos os dados declarados à Justiça Eleitoral, inclusive informações relativas às prestações de contas dos concorrentes.

À medida que os candidatos solicitam seus registros à Justiça Eleitoral, o TSE divulga todos os dados do concorrente no sistema.


Fonte: Imprensa/TSE
Comentar
Eleições Municipais 2020 · 22/09/2020 - 07h54 | Última atualização em 22/09/2020 - 18h17

Dr. Pessoa acompanha candidatas a vereadora em visitas nas zonas Leste e Norte


Compartilhar Tweet 1



O candidato a prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), esteve, na noite desta segunda-feira (21), com as candidatas a vereadora, Martha Fernanda (PSB) e Fabiana Monteiro (MDB), em visita aos bairros Gurupi, na Zona Leste, e Cabral, Zona Norte. Na oportunidade, conversou com os moradores sobre as suas reais necessidades e apresentou as propostas do seu plano de governo que possam beneficiar as duas regiões.

 

Comentar
Transmissão a partir de 18h · 22/09/2020 - 06h34 | Última atualização em 22/09/2020 - 12h15

Meio Norte fará no domingo (27) o primeiro debate com candidatos a prefeito de Teresina


Compartilhar Tweet 1



A Rede Meio Norte confirmou para o próximo domingo (27/09) o primeiro debate com os candidatos a prefeito de Teresina, nas eleições de 2020. 

A transmissão começa a partir das 18h.

O grupo de comunicação também fará debates com os candidatos de cidades importantes do interior do Piauí, como Parnaíba, Picos, Piripiri, Campo Maior, Barras, União, Altos, Esperantina, José de Freitas, Luís Correia e Oeiras.

O programa Jogo Aberto, transmitido aos sábados, fará ainda debates com candidatos de outros estados, das capitais Belém (PA), São Luís (MA), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), Rio Branco (AC) e Palmas (TO).

Comentar
Eleições Municipais 2020 · 21/09/2020 - 07h22 | Última atualização em 21/09/2020 - 18h32

Militares anunciam apoio à pré-campanha de Kleber e R.Silva


Compartilhar Tweet 1



Cabos, soldados, subtenentes e sargentos da Polícia Militar do Piauí (PM-PI) aderiram a pré-campanha do professor Kleber Montezuma, candidato homologado pelo PSDB para disputar a prefeitura de Teresina nas eleições de novembro, ao lado do militar R. Silva (Progressistas), candidato a vice na chapa. 

    Foto: Divulgação

“Abraçamos essas duas candidaturas, do professor Kleber Montezuma, um homem de vida ilibada, e do nosso querido amigo sargento R. Silva, que tem uma história de luta em defesa da categoria”, afirmou o subtenente Martins, presidente do Clube Social de Subtenentes e Sargentos da PM-PI.

Por sua vez, o candidato tucano agradeceu a manifestação de apoio e destacou o importante trabalho prestado pela categoria na capital do estado, inclusive com o constante diálogo com as últimas gestões municipais.

    Foto: Divulgação

“Precisamos reconhecer o trabalho que fazem os homens e mulheres da Polícia Militar. Por isso temos que apoiar, estar juntos e fortalecer nosso trabalho de parceria, que vamos fortalecer mais e mais, pelo bem da cidade e dos teresinenses”, reforçou.

Apesar do policiamento ostensivo ser uma responsabilidade da gestão estadual, Kleber Montezuma pontua que a parceria com a PM-PI é fundamental para elaboração de políticas públicas que complementam as ações de segurança, como investimentos em educação, esporte, lazer e iluminação pública, por exemplo.


Fonte: AsCom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Guarda Civil Municipal de Teresina vai integrar as forças de segurança que irão atuar nas eleições de novembro em Teresina. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador José James Gomes Pereira, fez a solicitação e a corporação apresentou um plano nesta sexta-feira (18). 

O assunto foi discutido nesta manhã em uma reunião entre o desembargador James e o comandante da corporação, coronel John Feitosa. "Apresentamos um plano bem objetivo de participação da corporação nesse processo. Ficou definido também que será marcada uma data para que os guardas possam ser orientados sobre as condutas e regras das eleições, e, posteriormente, encaminharemos a escala de serviço. A Guarda passa agora a integrar o Comitê de Segurança Interna do TRE", explica o coronel John Feitosa. 

Segundo ele, todo o efetivo da Guarda estará voltado para esse plano de ação. Entre as atividades que deverão ser desenvolvidas pela corporação estão a segurança dos locais de votação e dos voluntários que estarão trabalhando no pleito, fiscalização de boca de urna e denúncias que chegarem ao tribunal, além da fiscalização do cumprimento da Lei Seca. 

O emprego da Guarda Municipal no pleito se soma aos demais órgãos de segurança que já trabalham tradicionalmente nas eleições. O plano de ação será integrado com essas demais instituições.


Fonte: Com informações da Ascom
Comentar
Eleições Municipais 2020 · 18/09/2020 - 13h53 | Última atualização em 18/09/2020 - 16h50

Fanuel Adauto tem candidatura homologada para prefeito em Pio IX


Compartilhar Tweet 1



Em convenção realizada na última quarta-feira (16) pela coligação "Todos por Pio IX", formada pelos partidos PSDB, PSB, PSL, PROS, PDT, PL e PC do B, foram homologadas as candidaturas de Fanuel Adauto (PSD) para prefeito e Magaly Antão (PT) para vice-prefeita do município

O evento contou com a presença de pré-candidatos a vereador, do ex-prefeito do município, Dr. Mesquita, e da atual prefeita de Pio IX, Regina Coeli. 

Devido às normas de prevenção da covid-19, o evento teve participação limitada do público.

Fanuel, tem 26 anos, é advogado e vereador de Pio IX desde 2017. Nascido no município, é filho do ex-vereador Nêgo Júnior, e sobrinho da atual prefeita, Regina Coeli, e do ex-prefeito, Dr. Mesquita.

 


Fonte: AsCom
Comentar
Eleições Municipais 2020 · 18/09/2020 - 13h51

PMN homologa candidatura de Fernando Lima para vereador de Teresina


Compartilhar Tweet 1



O advogado eleitoral Fernando Lima, de 31 anos, teve sua candidatura a vereador de Teresina homologada na última terça-feira (15), na convenção do PMN. O ato político aconteceu no Mandacarú Eventos. 

 

Comentar
Prefeito, vice e vereador · 18/09/2020 - 08h13 | Última atualização em 18/09/2020 - 16h56

Eleições 2020: TSE registra quase 26 mil pedidos de candidaturas


Compartilhar Tweet 1



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já registrou, até as 18h desta quinta-feira (17), 25.952 pedidos de registros de candidatura para concorrer aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas Eleições Municipais de 2020. Desse total, 1.250 requerimentos são para o cargo de prefeito, 1.252 de vice-prefeito e 23.450 de vereador. Os partidos e coligações têm até as 19h do dia 26 de setembro para a apresentação dos pedidos à Justiça Eleitoral.

Na página de estatísticas eleitorais disponível no Portal do TSE, é possível fazer uma ampla pesquisa sobre os números de registros de candidaturas contabilizados no DivulgaCandContas. Informações sobre gênero, estado civil, faixa etária, raça, grau de instrução e profissão dos candidatos, além de dados das prestações de contas dos concorrentes podem ser acessados na página.

Até o momento, o estado com a maior quantidade de registros de candidatos ao cargo de prefeito é Minas Gerais (216), seguido pelo Rio Grande do Sul (169), Bahia (119), Pará (36) e Goiás (35). Já o partido com a maior quantidade de pedidos de candidatura para todos os cargos – somando prefeitos, vice-prefeitos e vereadores – é o PP (2.207), seguido pelo MDB (2.012) e pelo PSD (1.937).

Sessenta e sete por cento dos candidatos são do sexo masculino, sendo a maioria (15,73%) na faixa etária de 40 a 44 anos. Apenas 33% das candidaturas são de mulheres, a maioria delas (17,17%) também com idades entre 40 e 44 anos.

Do total de candidatos já registrados na Justiça Eleitoral, 16,20% estão na faixa etária de 40 a 44 anos; 15,28% têm entre 45 e 49 anos de idade; e 14,34%, entre 50 e 54 anos.

As estatísticas eleitorais trazem ainda dados sobre o grau de instrução dos candidatos às próximas eleições. Trinta e sete e meio por cento têm o ensino médio completo; 26,53% concluíram o ensino superior; 12,33% possuem o ensino fundamental incompleto; e 11,76% completaram o ensino fundamental.

Quanto à cor/raça, do total de candidatos já registrados, 52,93% se declararam brancos; 34,79% são pardos; e 9,95% se declararam negros.

Os servidores públicos municipais representam 7,21% dos candidatos aos cargos eletivos. Já 6,9% são agricultores; 6,62% são empresários; e 17,61% informaram ter outras profissões.

Sistema de Candidaturas

Por meio do Sistema de Candidaturas – Módulo Externo (CANDex), disponível no Portal do TSE, ou pessoalmente nos respectivos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), os partidos políticos devem inserir os dados biográficos dos candidatos, o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) e o Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) ou o Requerimento de Registro de Candidatura Individual (RRCI).

Para as Eleições Municipais de 2020, o sistema CANDex trouxe algumas novidades. Entre elas, está a sincronização dos dados com a Justiça Eleitoral à medida que são salvos (se houver conexão com a internet); a transmissão via internet das atas das convenções partidárias; a possibilidade de transmissão, pela internet, de pedido de registro de candidatura até às 8h do dia 26 de setembro; e a disponibilização de uma versão do sistema para treinamento.


Fonte: Imprensa/TSE
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Durante solenidade realizada nesta quinta-feira (17), na sede do MDB, o candidato homologado a prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, fez a apresentação do plano de governo que será anexado em seu pedido de registro de candidatura à Justiça Eleitoral. Dividido em 5 eixos e com 15 pastas específicas, o plano aponta soluções para os principais problemas do município e tem como foco transformar Teresina em uma cidade mais sustentável, conectada e inteligente.

Os cinco eixos são: Mobilidade, ao qual estão associados o transporte, trânsito, mobilidade e infraestrutura; Segurança e Saúde, ao qual estão vinculados a saúde, assistência social, saneamento básico e segurança pública; Educação, ao qual estão associados a educação, cultura, esporte e lazer e inovação; Economia, ao qual estão vinculados o desenvolvimento econômico, desenvolvimento rural e juventude; Meio Ambiente e Governo, ao qual estão associados a administração pública e meio ambiente.

O plano foi elaborado por 15 técnicos, sob a coordenação da economista Kárita Allen. “O plano foi pensado em uma concepção de cidades inteligentes e sustentáveis. Temos ainda uma inovação que é a pasta de segurança pública, que pela nova legislação federal, pode ser agregada à administração municipal. Dr. Pessoa acompanhou todo o processo de elaboração e o plano está ao estilo dele, focado no que ele realmente pretende fazer por Teresina”, disse a coordenadora do plano.

De acordo com Dr. Pessoa, o plano foi construído, sobretudo, com base no que a sociedade deseja. “Os técnicos foram essenciais na elaboração desse plano, mas dar voz ao povo também foi uma prioridade. Fomos nas mais diversas comunidades para saber a sua real necessidade e fazer com que o nosso plano de governo chegasse perto do perfeito. Estou satisfeito de ter um plano com o olhar voltado para o econômico e o social”, afirmou o candidato.


Fonte: Com informações da Assessoria
Comentar
Eleições 2020 · 17/09/2020 - 16h22 | Última atualização em 17/09/2020 - 16h33

Água Branca: chapa Júnior Ribeiro e Marinalva Chaves é homologada para disputa majoritária


Compartilhar Tweet 1



Durante convenção partidária do PSD, PT e PP de Água Branca, realizada nessa quarta-feira (16/09), os nomes de Júnior Ribeiro (PSD) e Marinalva Chaves (PT) foram homologados como candidatos a prefeito e vice-prefeita para as eleições deste ano, na coligação “Água Branca em Boas Mãos”. Também foram oficializados os candidatos a vereadores.

    Imagem: Divulgação

No evento, Júnior Ribeiro defendeu a união em torno de um projeto de desenvolvimento que vem sendo executado em Água Branca, para a modernização do município e a melhoria na qualidade e vida das pessoas.

    Imagem: AsCom

A candidata a vice-prefeita Marinalva Chaves pontua que o grupo político está unido, e destacou a importância da participação direta das mulheres na política e na administração pública.

“Nós, mulheres, temos competência para ocupar os cargos e funções estratégicas da administração pública e da política. Minha candidatura a vice-prefeita de Água Branca é um demonstrativo de que esta gestão respeita as mulheres e querem sua participação mais direta na gestão do desenvolvimento de nossa cidade”, assinala.

    Imagem: AsCom

A convenção contou com grande participação dos convencionais e autoridades políticas, como o deputado estadual Georgiano Neto (PSD), o prefeito de Água Branca, Jonas Moura (PSD), o vice-prefeito Nen Motos e os candidatos a vereadores. 


Fonte: AsCom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Consultas por município e cargo, acesso à informações detalhadas sobre a situação dos candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador, que pediram registro para concorrer às Eleições Municipais de 2020 já estão disponíveis na plataforma DivulgaCandContas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ferramenta traz ainda todos os dados declarados à Justiça Eleitoral, inclusive informações relativas às prestações de contas dos concorrentes

Acesso

O sistema é aberto a todos os cidadãos, sem necessidade de cadastro prévio ou autenticação de usuário. Na consulta, basta selecionar a unidade da federação no mapa ou a sigla do estado que quiser informações.

Na página principal do sistema, o interessado encontrará o quantitativo total de candidaturas por cargo (prefeito, vice-prefeito e vereador). No mapa do Brasil, é possível filtrar a pesquisa clicando na unidade da Federação e depois no cargo desejado. Em seguida, aparecerá uma lista com todos os políticos que concorrem ao cargo no estado.

Selecionado o nome do candidato, é possível obter informações sobre o seu número, partido, composição da coligação que o apoia (se for o caso), nome que usará na urna, grau de instrução, ocupação, site do candidato, limite de gasto de campanha, proposta de governo, descrição e valores dos bens que possui, além de eventuais registros criminais. Também é possível acompanhar a situação do pedido de registro e eleições anteriores das quais o candidato tenha participado.

Prazo

A ferramenta é atualizada toda hora à medida em que chegam solicitações de registros à Justiça Eleitoral. No dia 26 de setembro, às 19h, termina o prazo para os partidos políticos e coligações apresentarem o requerimento de registro de candidatos e chapas à Justiça Eleitoral.

Caso os partidos políticos ou coligações não tenham requerido o registro de algum candidato escolhido em convenção, a data-limite para a formalização individual do registro perante o TSE ou algum Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é o dia 1º de outubro, também até as 19h.

Situação da candidatura

A situação do registro do candidato aparece ao lado da foto, além do tipo de eleição à qual ele está concorrendo e um guia sobre os termos, inclusive os jurídicos, utilizados para definir a situação dele perante a Justiça Eleitoral.

Quando o processo é registrado na Justiça Eleitoral, é informada a palavra “cadastrado” e, em seguida, “aguardando julgamento”. Isso significa que o candidato enviou o pedido de registro de candidatura, mas o pedido ainda não foi julgado, ou seja, o processo está tramitando e aguarda análise.

Após o processo ser apreciado, o registro pode ser considerado “apto” ou “inapto”. Caso o candidato não tenha nenhuma contestação e o pedido tenha sido acatado, a situação que aparecerá no sistema será “apto” e “deferido”. Candidatos que aparecem como aptos, mas houve impugnações e a decisão é no sentido de negar o registro. Nesse caso, a situação será “apto”, e o complemento será “indeferido com recurso”.

Há ainda candidatos que apresentaram o registro e as condições de elegibilidade avaliadas foram deferidas pelo juiz e, no entanto, o Ministério Público Eleitoral (MPE) ou o partido recorreu da decisão. Nessa hipótese, a condição será “apto” e “deferido com recurso”.

Na situação de registro julgado como apto, ainda há possibilidades de situações como “cassado com recurso” ou “cancelado com recurso”. Isso ocorre quando o candidato teve o registro cassado ou cancelado pelo partido ou por decisão judicial, porém apresentou recurso e aguarda uma nova decisão.

Por fim, também consta do sistema a condição de “inapto”, com os complementos: “cancelado”, quando o candidato teve o registro cancelado pelo partido; “cassado”; “falecido”; “indeferido”, quando o candidato não reuniu as condições necessárias ao registro; “não conhecimento do pedido”, candidato cujo o pedido de registro não foi apreciado pelo juiz eleitoral; e “renúncia”.

Contas

O sistema também disponibiliza as informações relativas às prestações de contas dos candidatos das eleições. O usuário pode fazer a pesquisa das receitas dos concorrentes por doadores e fornecedores, além de acessar a relação dos maiores doadores e fornecedores de bens e/ou serviços a candidatos e partidos políticos.


Fonte: Com informações da Agência Brasil
Comentar
Visitou bairros na Zona Sul · 17/09/2020 - 09h50 | Última atualização em 17/09/2020 - 17h15

Dr. Pessoa: "Precisamos dar dignidade às famílias das comunidades carentes"


Compartilhar Tweet 1



O candidato a prefeito de Teresina homologado pelo MDB, Dr. Pessoa, visitou, nesta quarta-feira (16), comunidades dos bairros Santo Antônio, Porto Alegre e Vila Irmã Dulce, zona sul da capital. Ele esteve acompanhado do ex-ministro João Henrique e dos candidatos a vereador pelo MDB, Luiz Lobão e José Nito. 

    Foto: Divulgação

Segundo Dr. Pessoa, os gestores têm a obrigação de dar dignidade às famílias de Teresina. “Os moradores dessas comunidades mais distantes estão cansados de acreditar em falsas promessas. A falta de estrutura só se agrava e os gestores não podem ficar de braços cruzados. Precisamos dar dignidade à essas pessoas por meio da mobilidade, regularização fundiária e saúde”, afirmou. 

Para Luiz Lobão, a prioridade é a saúde da população. “A zona sul é carente de muita coisa, mas como médicos, eu e Dr. Pessoa não podemos deixar de priorizar a saúde. Queremos fortalecer a atenção básica e promover o atendimento ágil das pessoas que procuram assistência”, pontuou. 

    Foto: Divulgação

Além da saúde, José Nito afirma que a estruturação da região é essencial para as comunidades. “A zona sul precisa de um olhar mais sensível. Muitas moradias ficam em locais de difícil acesso e sem nenhuma segurança, o que dificulta muito o deslocamento das pessoas para trabalhar e resolver questões do dia a dia. Vamos atuar firmemente para modificar essa situação”, disse.


Fonte: AsCom
Comentar
Candidaturas barradas · 16/09/2020 - 21h09 | Última atualização em 16/09/2020 - 22h10

Picos: 'colegas' da coligação tentam anular convenção do empresário Araujinho


Compartilhar Tweet 1



Os pré-candidatos a vereador Creusa Nunes (MDB), Raniery Dantas de Lima (PC do B) e Francilene Antônia da Conceição (PC do B) entraram com uma ação na Justiça Eleitoral para tentar anular a convenção promovida pelo MDB, PT, PC do B e PL na noite do último sábado (12), que homologou as candidaturas do empresário Francisco da Costa Araújo Filho, o Araujinho (PT), para prefeito de Picos, e do médico Gutenberg Rocha (MDB), para vice-prefeito. As informações são do Boletim do Sertão.

O processo foi protocolado junto a 10° Zona Eleitoral de Picos nesta quarta-feira (16). Os três pré-candidatos tiveram as suas candidaturas barradas pelos Diretórios Municipais do MDB e PC do B, ficando, por hora, impossibilitados de disputar as eleições de 15 de novembro.

Creusa Nunes e Raniery Lima
Creusa Nunes e Raniery Lima 

Após a divulgação do resultado que lhes foi desfavorável, os três informaram que entrariam na justiça para garantir o direito de disputar as eleições.

Creusa Nunes justificou a tentativa de anular a convenção alegando que houve ofensa ao estatuto do MDB. “Exclusão da participação de membro da Comissão Executiva Municipal na deliberação para a formação da chapa para votação”, alegou no processo.

Assim, Creusa Nunes, Raniey Lima e Francilene Antônia pedem a anulação da convenção.

Comentar
Processo administrativo · 16/09/2020 - 18h57 | Última atualização em 16/09/2020 - 23h03

Vídeo: convenção partidária com aglomeração é alvo de investigação no Piauí


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução Facebook Dr Zenon

O Ministério Público do Piauí, através da promotoria de justiça de Picos, apura denúncia de que a convenção partidária do PSD e PT na cidade de Monsenhor Hipólito teve aglomeração de pessoas.

    Reprodução Facebook Dr Zenon

A convenção confirmou a candidatura a reeleição do prefeito Dr Zenon Bezerra, que tem como vice o cantor Mariozan Rocha. Participaram do evento o deputado federal Júlio César e o deputado estadual Georgiano Neto.

    Reprodução Facebook Dr Zenon

Nas fotos e vídeos divulgadas pelo próprio candidato, é possível verificar uma multidão do lado de fora da escola e em alguns momento a aglomeração dentro do local. Fotos divulgadas na imprensa local também revelam a aglomeração, apesar dos partidos terem orientado sobre os cuidados necessários.

"Diante da notícia de que os partidos políticos PSD PT do Município de Monsenhor Hipólito-PI realizaram na data de 13 de setembro de 2020 convenção partidária na Unidade Escolar Municipal Pe. Cícero Romão Batista em que, segundo mídia enviada pelos representantes, houve aglomeração de pessoas, em desrespeito às normas sanitárias municipais vigentes, o MPE instaurou procedimento administrativo e recomendou à Vigilância Sanitária Municipal que seja instaurado processo administrativo para verificação de infração sanitária pelos partidos PSD e PT em razão da aglomeração de pessoas em convenção partidária promovida na data de 13.09.2020, com a consequente lavratura do auto de infração, nos termos do art. 12 e 13 da Lei Municipal nº 246/2015 e aplicação de penalidade respectiva, considerando-se a infração como de natureza grave. Segue cópia da recomendação", citou o MP-PI.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Por Apoliana Oliveira

No último dia de prazo para a realização das convenções partidárias, o PL homologou, nesta quarta-feira (16/09), a candidatura de Fábio Abreu à prefeitura de Teresina. Ele irá compor majoritariamente com a pastora Diana Carvalho, cuja candidatura a vice-prefeita foi homologada pelo Republicanos.

O evento aconteceu no Atlantic City, Zona Leste de Teresina, e reuniu líderes partidários do PL, como o presidente estadual da sigla, deputado Fábio Xavier, o presidente do diretório municipal, deputado estadual Carlos Augusto, o ex-senador e presidente do PTB, João Vicente Claudino, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nerinho, dentre outros, além dos 27 candidatos a vereador homologados pelo PL.

Em entrevista, Fábio Abreu disse que está animado com a receptividade na pré-campanha e pronto para apresentar suas propostas aos teresinenses na corrida pela sucessão municipal. Ele também fez críticas à gestão do prefeito Firmino Filho (PSDB) e questionou a falta de propostas inovadoras do candidato apoiado pelo tucano.

"É uma gestão cansada em vários aspectos. É uma gestão que está há 30 anos no poder e não tem mais o que apresentar. Observe se tem uma proposta inovadora ou que venha a resolver os problemas de Teresina. Não tem. Cito vários problemas, como no transporte público, saneamento básico, uma série de problemas que não tem as soluções por eles apontadas", diz.

Ex-secretário de Segurança, Abreu afirma que trará em seu plano de governo propostas para tratar a questão de forma sistemática.

"Quando você trata a educação de qualidade, quando você trata do social, do esporte e acolhe as pessoas, você está trabalhando a segurança diretamente, e não somente nas ruas ou na parte de inteligência, que aparece no processo quando há falhas no sistema. Aí, eu pessoalmente, fui [policial] de rua e sabia deste problema (...) A solução principal para a segurança é a preventiva", ressalta.

 

Comentar
Planejamento com o TRE · 16/09/2020 - 15h33 | Última atualização em 16/09/2020 - 18h25

Mais de 5 mil policiais militares atuarão na segurança das eleições no Piauí


Compartilhar Tweet 1



Na manhã desta quarta-feira (16), no gabinete da presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, ocorreu mais uma reunião preparatória do planejamento das eleições municipais 2020 para os órgãos de segurança que atuam no Estado.

O presidente do TRE-PI, desembargador José James Gomes Pereira, deu início a reunião saudando os membros do Comitê de Segurança da Eleições Municipais de 2020 e demais servidores participantes, e destacou como positiva a disposição dos órgãos de segurança de trabalharem em sintonia com TRE-PI para o pleno cumprimento do pleito eleitoral.

Entre os assuntos abordados estão a fiscalização, policiamento ostensivo, denúncias, efetivo da polícia que atuará no processo eleitoral, entre outros temas. Durante a reunião, foram apresentados dados técnicos do TRE e o detalhamento da demanda do Tribunal para as eleições deste ano.

"Estamos ajustando o emprego da PM durante a campanha eleitoral e no dia da votação. Outras reuniões serão feitas com os juízes eleitorais de cada zona eleitoral e também com os comandantes regionais da Polícia Militar. Teremos, aqui no Piauí, uma eleição tranquila, como sempre tem sido, exatamente com a PM colaborando com o planejamento do TRE-PI", disse o Comandante-Geral da PM-PI, Coronel Lindomar Castilho.

De acordo com o Comandante-Geral da PM-PI, para garantir a segurança das eleições no Piauí, 5.266 policiais serão escalados e distribuídos conforme a demanda dos municípios, com no mínimo 1 policial presente em cada local de votação. O Órgão também irá disponibilizar um oficial de posto superior para cada zona eleitoral.

Com o intuito de traçar medidas de prevenção a crimes eleitores e organizar a logística de segurança que será utilizada no pleito que se aproxima, a Justiça Eleitoral do Piauí promoverá, ao longo das próximas semanas, uma série de encontros para alinhamento da estratégia de segurança para o Piauí durante as Eleições 2020.

Participaram da reunião além do presidente do TRE-PI, o Diretor Geral do TRE-PI, Ronaldo Maique Araújo Braga; a Secretária de Administração, Orçamento e Finanças, Silvani Maia Rezende; o Comandante-Geral da PM-PI, Coronel Lindomar Castilho; o Sub-Comandante, Coronel Sousa Filho; o Coordenador Geral de Operações, Coronel Rodrigues

Comitê de Segurança das Eleições Municipais 2020

O Comitê de Segurança do TRE-PI foi implantado para acompanhar as ações de segurança relativas à execução das atividades do Plano de Ação de Segurança das Eleições Municipais de 2020.

O Comitê é composto por juízes eleitorais, servidores do TRE-PI e agentes de órgãos de Segurança Pública, a saber: Juiz da 4ª Vara Cível de Teresina, Reginaldo Pereira Lima de Alencar - presidente do Comitê; Capitã Mirian Gomes de Sena - coordenadora dos trabalhos do Comitê; Márcio Alves Calado, servidor da Corregedoria Regional Eleitoral – TRE-PI; José Luís Pereira dos Santos e Mauro Alves dos Santos,  agentes de Segurança do TRE-PI.


Fonte: Com informações da Ascom
Comentar
Disputa majoritária · 16/09/2020 - 15h13 | Última atualização em 16/09/2020 - 15h22

Lucineide Barros tem candidatura homologada pelo PSOL na capital


Compartilhar Tweet 1



O PSOL realizou nesta terça-feira (15/09) sua convenção partidária, que homologou as candidaturas de Lucineide Barros e Cyntia Falcão para disputa majoritária em Teresina.

A reunião política aconteceu às margens do Rio Poti, na Zona Norte de Teresina.

"A chapa é um marco histórico, pois pela primeira vez a cidade de Teresina tem como alternativa duas mulheres negras para ocupar a prefeitura", destaca o diretório municipal.

Na convenção, o partido também homologou dez candidaturas para a disputa proporcional na capital. A chapa é formada em sua maioria por mulheres.

A professora Lucineide Barros, candidata homologada a prefeita destacou que o local escolhido para a convenção revela o comprometimento com as populações tradicionais e ribeirinhas que, ela afirma, estão ameaçadas de remoção.

"Essas populações vivem até aqui excluídas pelos poderes públicos e não é
possível que pela primeira vez que a região tem acesso à recursos, essas populações tenham que ser expulsas para a construção de um parque. Um parque onde elas não poderão passear", disse Lucineide.

Com informações da Assessoria
Fotos: Divulgação

Comentar
Eleições Municipais 2020 · 16/09/2020 - 10h13 | Última atualização em 16/09/2020 - 10h20

No Piauí, Justiça Eleitoral recebeu até agora 172 pedidos de registro de candidatura


Compartilhar Tweet 1



Até a manhã desta quarta-feira (16), último dia para realização das convenções partidárias, a Justiça Eleitoral no Piauí já registra 172 pedidos de registro de candidatura para as Eleições de 2020.

São 20 pedidos de registro para candidatura a prefeito (a), 20 para candidatura a vice-prefeito (a), e mais 132 para vereador.

Os pedidos são oriundos das cidades de Barras, Bela Vista do Piauí, Campo Maior, Canavieira, Colônia do Gurguéia, Currais, Dom Inocêncio, Floresta do Piauí, Francisco Santos, Fronteiras, Guaribas, Isaías Coelho, Pajeú do Piauí, Parnaíba, Patos do Piauí, Piripiri, Regeneração, Ribeira do Piauí, Santo Inácio do Piauí, São Miguel da Baixa Grande, Vera Mendes e Wall Ferraz.

Os dados estão disponíveis no sistema DivulgaCandContas, do Tribunal Superior Eleitoral.

O prazo final para solicitação dos registros de candidatura encerra em 26 de setembro.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A enfermeira obstétrica Tatiana Melo teve seu nome homologado pelo Progressistas em convenção partidária, realizada na segunda-feira (14), para concorrer a uma na Câmara de Vereadores de Teresina.

Tatiana Melo foi presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI).

"A nossa pré-candidatura nasceu tanto pela necessidade de renovar a Câmara de Vereadores de Teresina, como para criar e intensificar as políticas públicas destinadas para a saúde e para a população", afirma.

 


Fonte: AsCom
Comentar
Eleições Municipais 2020 · 16/09/2020 - 08h45 | Última atualização em 16/09/2020 - 15h27

PTC é o quinto partido a formalizar apoio à candidatura de Fábio Novo


Compartilhar Tweet 1



Durante convenção realizada nesta terça-feira (15), o PTC confirmou aliança com Fábio Novo, cuja candidatura à prefeitura de Teresina foi homologada pelo Partido dos Trabalhadores. No ato político, o partido homologou a candidatura do professor Érico Luiz para disputar a vice-prefeitura ao lado de Novo.

    Foto: João Albert/AsCom

Érico foi indicado pelo deputado estadual Evaldo Gomes, presidente do Solidariedade e ex-presidente do PTC, após segmentos do PT rejeitarem o nome de Silmara Castro para vice. Contudo, descobriu-se que Érico não se filiou ao Solidariedade. 

A solução encontrada foi tornar Érico o presidente do diretório municipal do PTC, permitindo levar a legenda para a chapa majoritária encabeçada por Novo.

“É mais uma sigla que vem se somar na nossa caminhada rumo ao Palácio da Cidade. A convenção foi um ato simples, mas muito simbólico, que traz mais lideranças para o nosso time”, afirma comentou Fábio Novo. 

    Foto: João Albert/AsCom

Em discurso na convenção, o professor lamentou os problemas da mobilidade urbana de Teresina e falou da necessidade de levar o assunto para o debate com os demais candidatos. 

“São mais de R$ 400 milhões investidos numa integração que criou mais problemas para a população. Além disso, precisamos falar da irresponsabilidade da atual gestão com a drenagem da cidade. São muitos temas que vamos levar para o debate e propor melhorias”, disse.

Comentar
Eleições Municipais 2020 · 16/09/2020 - 08h33 | Última atualização em 16/09/2020 - 15h29

Progressistas homologa candidatura de Victor Linhares para vereador em Teresina


Compartilhar Tweet 1



O empresário e protetor da causa animal, Victor Linhares, teve sua candidatura à vereador de Teresina homologada na última segunda-feira (14), na convenção do Progressistas, ocorrida no Atlantic City.

O jovem é fundador do movimento Quatro Mãos & Quatro Patas e foi empossado no início de setembro como presidente do Progressistas Proteção Animal, um projeto que começou em Teresina e, segundo o partido, deverá chegar em outros municípios.

Victor é uma das apostas do senador Ciro Nogueira na disputa proporcional na capital.

 

Comentar