Candidato do segundo turno · 09/10/2018 - 11h26

Em Curitiba, Haddad acena para alianças e diz que enfrentará o debate no campo democrático


Compartilhar Tweet 1



No primeiro dia de campanha do segundo turno, o candidato do PT, Fernando Haddad, visitou o ex-presidente Lula, que está preso em Curitiba.

Depois da visita, que durou quase duas horas, o candidato falou com jornalistas.

Questionado sobre a votação no primeiro turno, em que ele ficou 17 pontos percentuais atrás do primeiro colocado,  Jair Bolsonaro, Haddad comparou a situação do PT com os outros partidos políticos e classificou o resultado como um feito.

Para o segundo turno,  o candidato disse que espera poder debater propostas e mostrar as diferenças entre os dois projetos e destacou a política econômica e a segurança pública.

Haddad também criticou o uso de fake news no debate eleitoral.

No último sábado, o TSE, Tribunal Superior Eleitoral, determinou que Facebook e Google removessem 35 publicações com notícias falsas sobre o candidato e sua família.

Haddad também acenou alianças com o PSOL, o PDT e o PSB.

O candidato não entrou em detalhes sobre a conversa com Lula e depois de falar com os jornalistas voltou para São Paulo, onde passou a tarde reunido com lideranças do partido.

 


Fonte: Com informações da Agência Brasil

Comentários