Alta porcentagem de acompanhamento -

Semec alcança taxa de 98,17% dos estudantes monitorados para benefício social

Frequentar a escola é uma das condicionalidades para que as famílias de baixa renda tenham acesso ao Auxílio Brasil. Assim, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) vem monitorando de perto a frequência dos estudantes de Teresina e alertando os pais sobre os direitos sociais básicos das crianças, como educação, saúde e assistência social.

O Ministério da Cidadania divulgou os dados de acompanhamento dos alunos matriculados nas redes públicas e privadas de todo o Brasil, nos meses de junho e julho deste ano. Teresina alcançou uma taxa de 98,17%, com quase 68 mil estudantes monitorados. A alta porcentagem de acompanhamento mostra eficiência na busca por crianças e jovens beneficiários do programa social.

O monitoramento é realizado pela equipe do Programa Auxílio Brasil (GAE/SEMEC), coordenada pela assistente social Sandra Leite. Ela conta que os dados do terceiro bimestre divulgados pelo Governo Federal trazem uma novidade.

“Pela primeira vez, as crianças de quatro e cinco anos são contabilizadas na estatística. Nosso trabalho revela quantos alunos estão fora da sala de aula e oferece as ferramentas necessárias para uma busca ativa. Também estamos sempre dialogando com as famílias para que mantenham as crianças na escola, essa é a forma de garantir um futuro melhor”, destaca Sandra.

Post Mídia: (86) 99947-6425

Fonte: Prefeitura Municipal de Teresina

Comentários