Permanência e aprendizagem · 12/01/2018 - 17h10

Seduc investe R$ 5 milhões para universalizar Jovem de Futuro


Compartilhar Tweet 1



Trabalhar para garantir uma educação de qualidade para todos os piauienses é um compromisso do Governo do Estado. Em 2017, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) se empenhou para garantir o acesso à permanência e aprendizagem dos alunos da rede estadual de educação. Um exemplo de sucesso é a metodologia de gestão Jovem de Futuro (JF), implantada em 2015 pela Seduc, em parceria com Instituto Unibanco. A ação tem como foco a gestão escolar voltada para resultados de aprendizagem, contribuindo com uma educação pública de qualidade, proporcionando o aprendizado esperado no tempo adequado.

No ano passado, 60% das escolas da rede pública estadual que ofertam o Ensino Médio regular foram contempladas com a metodologia JF. Para 2018, o objetivo é que 100% das escolas recebam o benefício com o intuito de acelerar o crescimento dos índices que compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb ), nos próximos anos.

Rejane Dias, secretária de Educação do Piauí
Rejane Dias, secretária de Educação do Piauí 

De acordo com o agente de Governança da Seduc, Eduardo Castelo Branco, os resultados das proficiências em língua portuguesa, matemática e das taxas de aprovação vêm mostrando que as escolas atendidas tiveram um avanço significativo comparado a unidades de ensino não beneficiadas. “Temos trabalhado bastante, pensando, planejando, executando e implementando ações táticas e pedagógicas, sempre tendo o protagonismo juvenil como foco, apoiando os professores e a dupla gestora da escola”, ponderou.

Na avaliação da secretária de Educação, Rejane Dias, todas as ações realizadas no ano de 2017 são “apenas o início de um trabalho de governo intenso que visa o avanço significativo da qualidade de vida da população, por meio das políticas públicas na área educacional”.

Formações
Como parte das iniciativas para auxiliar a transformação da realidade do Ensino Médio, o Jovem de Futuro oferece formação para profissionais da Educação, parceiros responsáveis pelo apoio à implantação desse modelo de Gestão Escolar para Resultados de Aprendizagem (GEpR) nas escolas.

A proposta de formação oferecida ao gestor escolar pela Seduc e Instituto Unibanco consiste em encontros presenciais, intercalados com formações à distância. “A construção dos conteúdos dos módulos de formação acompanha a perspectiva da implantação na escola de um Circuito de Gestão constituído por quatro etapas; Planejamento; Execução do Plano de Ação; Monitoramento e Avaliação de Resultados; Correção de Rotas/Replanejamento. Na prática, esse ciclo contínuo subsidia o trabalho da gestão e promove um alinhamento dos processos e fluxos da escola. Em 2017 todas as etapas do Circuito de Gestão foram trabalhadas”, detalhou o diretor de ensino aprendizagem, Ellen Gera.

Para Rejane Dias, um momento importante em 2017 foi a integração das ações da Unidade de Ensino e Aprendizagem, denominada Pacto pela Aprendizagem, que contemplou avaliação diagnóstica, devolutiva pedagógica, formações para professores, revisões preparatórias para o Enem, redução das desigualdades, Promei, mobilização e sensibilização, controle de frequência e Poupança Jovem. "A ideia é que possamos nos unir enquanto rede e materializar uma proposta que melhore os indicadores do Ideb. Nossa missão é melhorar a qualidade do serviço tendo como resultado a aprendizagem do aluno e a construção de um cidadão melhor”, explica.

Desafios
Para 2018, o grande desafio é a ampliação do Jovem de Futuro para todas as escolas de ensino médio regular da rede estadual da educação. Serão investidos cerca de 5 milhões reais para garantir a universalização da ferramenta.

“Nosso grande objetivo é a implementação da metodologia JF na sua totalidade. Várias são ações planejadas e, como ações específicas, temos o circuito de gestão integrada que atuará em cinco eixos: formação, proficiência, mobilização, fluxo, seminário/diálogos. Estamos preparados para esse desafio. 2017 foi um ano de muito trabalho, construção e conquista. Com nosso aprendizado, iniciaremos os trabalhos desse ano mais preparados”, finaliza a secretária Rejane Dias.


Fonte: Seduc

Comentários