Reconhecimento de trajetórias -

Piauí vence Prêmio Espírito Público com programa Alfabetização na Idade Certa

A coroação de um trabalho que tem transformado a Educação do Piauí, no qual todos e todas andam de mãos dadas pela Alfabetização. O Programa Piauiense de Alfabetização na Idade Certa (PPAIC) saiu vencedor no eixo setorial Educação da 5ª edição da premiação voltada para a valorização e o reconhecimento de trajetórias de profissionais públicos que se dedicam à promoção de serviços públicos de qualidade.

Foto: GOVERNO DO PIAUÍ

A premiação aconteceu na quarta-feira (30), no Rio de Janeiro, e teve como representantes piauienses a coordenadora do programa, Gabriela Oliveira;  a coordenadora do eixo de comunicação e engajamento, Jeany Rodrigues; e a coordenadora do eixo de cooperação, articulação e incentivos, Inayra De Sousa.

O Prêmio Espírito Público é um projeto da Parceria Vamos, formada pela Fundação Lemann, Instituto Humanize e República.org.

Gabriela Oliveira celebrou o reconhecimento do Piauí e o projeto de transformação da educação. “O Piauí abraçou o compromisso pela alfabetização de crianças na idade certa e esse propósito foi reconhecido pela maior premiação do serviço público brasileiro. Recebemos o resultado do Prêmio Espírito Público 2022 com muita alegria e com a clareza que estamos no caminho certo. É muita emoção trazer essa conquista para a educação piauiense”, comemorou.

Foto: GOVERNO DO PIAUÍ

Lançado pela Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc) em maio de 2021, o programa foi construído para garantir as condições necessárias para todas as crianças piauienses chegarem ao final do 2º ano do ensino Fundamental alfabetizadas. A idade adequada na alfabetização torna a criança capaz de ter o domínio das competências de leitura, escrita, letramento matemático e, consequentemente, habilidades para avançar nos estudos de forma autônoma.

Jeany Rodrigues destacou o trabalho produzido a muitas mãos que culmina nesta premiação. “O Prêmio é um reconhecimento de todos que fazem a educação pública do Piauí. O PPAIC é construído diariamente pelas equipes do programa, pelas lideranças educacionais, pelos gestores escolares e, sobretudo, pelos professores. A vitória na premiação reforça o protagonismo do PPAIC na consolidação de um compromisso social pela alfabetização das crianças piauienses na idade certa”, enfatizou.

O programa prevê superar o problema histórico, no qual muitas crianças brasileiras concluem o ciclo destinado à sua alfabetização sem estarem plenamente alfabetizadas. Em 2022, o PPAIC contemplou 156.140 matrículas e 10.449 professores da pré-escola, do 1º e 2º anos do ensino Fundamental. Em decorrência dos impactos da pandemia da Covid-19, o programa apoiou ainda o 3º ano do ensino Fundamental das redes públicas na perspectiva da recomposição das aprendizagens do ciclo de alfabetização. Dessa forma, 39.974 alunos e 4.405 professores do 3º ano foram atendidos com o material pedagógico próprio, além da formação para o seu uso.

A iniciativa é realizada em regime de colaboração com adesão dos 224 municípios piauienses, além das parcerias com a Fundação Lemann, o Instituto Natura e a Associação Bem Comum. O trabalho em regime de colaboração com os municípios visa garantir o fortalecimento da gestão, o fornecimento de material complementar, o incentivo às escolas, a avaliação dos estudantes e a formação de gestores e professores.

Investimentos

Um investimento histórico de mais de 10 milhões de reais foi realizado para a promoção de ações voltadas para a alfabetização na idade certa no Piauí. Entre as principais ações implementadas, destacam-se as formações continuadas de professores e gestores escolares, a distribuição de Material Didático Complementar (MDC), assessoria técnica e pedagógica aos municípios e a expansão do SAEPI para alunos do 2º. e 5º. anos do ensino Fundamental das redes estadual e municipais de ensino.

“Foram concedidas bolsas de extensão tecnológica para coordenadores e formadores estaduais, regionais e municipais, com vistas para a qualificação e incentivo desses profissionais”, afirmou Gabriela Oliveira, coordenadora estadual do PPAIC

Ações pedagógicas

Dentro da perspectiva de ampliação das ações eficazes voltadas à alfabetização, foi realizada a expansão do Sistema de Avaliação da Educação do Piauí (Saepi), na qual estudantes do 2º e 5º ano do ensino Fundamental das redes estadual e municipais de ensino passaram a fazer as provas;

Dados preliminares do Sistema de Avaliação Educacional do Piauí (Saepi) 2022, relativos aos alunos do 3º ano do ensino Fundamental, quando comparados aos resultados do Saepi 2021, indicam impactos positivos do PPAIC sobre a aprendizagem. Para o componente de Língua Portuguesa, a proficiência média alcançada pelo Estado em 2021 foi de 574, sendo a proficiência de 600 considerada adequada. Em 2022, a proficiência média aumentou para 599.

O Programa vem garantindo também a assessoria técnica e pedagógica para todos os envolvidos no processo, bem como realizando formação continuada para professores de todo o ciclo de alfabetização, professores da educação infantil (pré-escola), coordenadores, gestores escolares, dirigentes municipais de educação, e também para equipes técnicas e gerenciais.

“O PPAIC proporcionou muitos momentos marcantes. Entre os principais, destacamos a elaboração e distribuição do Material Didático Complementar do programa para as redes estadual e municipais de ensino. Professores e alunos do ciclo de alfabetização de todo Piauí receberam um material construído por autoras piauienses, coerente com a realidade e a cultura do nosso estado, tendo o apoio necessário para o fortalecimento do processo de ensino e aprendizagem”, acrescentou Gabriela Oliveira.

Além desse conjunto de ações em andamento, há uma grande iniciativa que será realizada nos próximos meses: o Prêmio Alfa-10, para garantir incentivos às escolas com os melhores desempenhos no Saepi e apoio às mais vulneráveis. Até 150 escolas serão premiadas e o mesmo número de escolas serão asseguradas com um apoio financeiro, por ano.

PostMídia: (86) 9 9547-8622

Fonte: Governo do Piauí

Comentários