Projeto Edubot · 18/01/2022 - 15h32

Lançado projeto da Semec com o IFPI para ensinar robótica nas escolas


Compartilhar Tweet 1



O ensino de robótica vai ganhar força na Rede Municipal de Teresina a partir do lançamento, nesta terça-feira (18/01), do Projeto Edubot, uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semec) com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). Para iniciar oficialmente os trabalhos do projeto, autoridades dos dois órgãos estiveram no Centro de Formação Odilon Nunes falando sobre as expectativas com a nova experiência.

    Ascom Semec

O IFPI selecionou duas escolas municipais de Teresina e mais duas de José de Freitas para levar oficinas de letramento em programação e robótica aos estudantes. Na capital, quase 300 alunos das escolas municipais Raimundo Nonato Monteiro Santana e Antônio Dilson Fernandes participarão de aulas aos sábados par trabalhar em protótipos de robôs e aplicativos relacionados às suas comunidades.

O secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, destacou que a Secretaria já conta com parcerias nesse sentido, e o projeto vem para somar no aprendizado de tecnologia nas escolas. “Esse é um conteúdo em expansão nas nossas unidades de ensino. Estamos cuidando da base, tudo que é aprendido nessa fase acadêmica amplia as chances de sucesso dos alunos. Temos uma boa expectativa com o Edubot e gostaríamos de levar para mais escolas”, disse o secretário. Segundo ele, em breve a Semec terá seu próprio laboratório de robótica. “Os alunos já estarão acostumados com a linguagem de programação e poderão usufruir bem desse espaço”, completa Nouga.

Se depender do reitor do IFPI, Paulo Borges, a ideia de mais unidades de ensino agregadas ao projeto será colocada em prática o quanto antes. “Queremos investir recursos nisso, levar para mais escolas, especialmente da periferia. A comunidade tem que estar presente em tudo que fazemos na educação”, disse o reitor.

O professor do Instituto Federal e coordenador do Edubot, Otilio Paulo, apresentou detalhes do projeto ao grupo e pontuou a importância de ensinar as crianças a utilizar a tecnologia de forma eficiente. “É comprovado que a tecnologia estimula os alunos, eles podem aplicar o aprendizado em outras disciplinas e usar a criatividade de diversas formas. Um dos objetivos é elevar o desempenho acadêmico desses alunos”, explica o professor.

Para a diretora da Escola Municipal Dilson Fernandes, Vivian Cardoso, o projeto vai trazer novas oportunidades para os estudantes. “Estamos localizados em área periférica, muitos alunos carentes, tenho certeza que quando souberem dessa novidade ficarão tão empolgados quanto estou. Quero ver o brilho nos olhos deles, assim como dos professores, que gostariam de oferecer mais, alinhar o conteúdo com a tecnologia e levar as crianças cada vez mais longe”, declarou.


Fonte: Prefeitura Municipal de Teresina

Comentários