Equipes Multiprofissionais · 11/05/2022 - 18h09

Estudantes de escolas públicas recebem orientação socioemocional


Compartilhar Tweet 1



Diálogos com adolescentes de forma didática e educativa, abordando temas relacionados a superação dos pensamentos negativos, prevenção ao suicídio, mutilação,bullying, entre outros assuntos, tem sido a proposta de equipes formadas por assistentes sociais, psicólogos, psicopedagogos e advogados que percorrem as escolas públicas do Piauí. As equipes Multiprofissionais, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), também firma parcerias com outras instituições e profissionais liberais para levar esse apoio tão necessário às escolas na atualidade.

Um desses momentos aconteceu nesta terça-feira (10), quando a equipe Multiprofissional da 13ª Gerência Regional de Educação (GRE) e a ONG Help realizaram uma palestra no Centro de Tempo Integral (CETI) Moderna, localizado em São Raimundo Nonato, 550 Km de Teresina.

    Reprodução

Maurício Moureira, assistente social da equipe Multiprofissional, revela que a palestra foi mediada por Salvador Denes, coordenador da Instituição Help, com apoio da psicóloga Taniely Santana, a psicopedagoga Auricinéia Costa, e a advogada Leila Pereira, também da equipe da 13ª GRE.

“Ele faz uma motivação através da palestra sobre superação dos pensamentos negativos e valorização da vida. Então, trouxermos ao CETI Moderna pra fazer esse momento com funcionários e alunos onde conversamos sobre várias temáticas, fizemos dinâmicas com os adolescentes. Estamos com essa proposta e levar esse momento pra outras escolas, pois aqui os alunos gostaram muito”, relata Maurício.

A estudante Iara Bernardo da Silva, da 1ª série do Ensino Médio do CETI Moderna, destaca a necessidade que os jovens têm nos dias atuais de ter esse apoio socioemocional.

    Reprodução

“Eu achei essa iniciativa muito importante e acho que deveriam acontecer mais eventos como esse, não só aqui na escola, mas na cidade, em praças, em diversos lugares. Ajudou em minha vida e na vida de diversos amigos a pensar que eu consigo controlar meus pensamentos e que eles não são maiores que eu, mas sim eu posso os controlá-los. Vemos jovens com crise de ansiedade e não sabemos como ajudar essas pessoas”, afirma a estudante.

    Reprodução

Outra ação que tem como proposta salvar vidas por meio de manifestações artísticas e rodas de conversas é a caravana do Projeto “Educação Pela Vida”, com ações nas escolas públicas com o objetivo de trabalhar questões socioemocionais dos estudantes. O projeto também conta com a participação das equipes Multiprofissionais da Seduc.

PostMídia: (86) 9 8803-2784


Fonte: Governo do Piauí

Comentários