Saiba mais -

Estudantes criam aplicativo que auxilia a comunicação de surdos em Jacobina do Piauí

Um grupo de alunas da Unidade Escolar Petrônio Portela, em Jacobina do Piauí, está à frente de uma iniciativa inovadora que promete facilitar a comunicação e o aprendizado de estudantes surdos. Aline, Bianca, Milka e Daniele, todas do 8º ano, estão desenvolvendo um aplicativo destinado a auxiliar na inclusão de alunos com deficiência auditiva.
 

A ideia surgiu a partir da observação de um aluno da Escola Severo Rocha que ajudava seu colega surdo a se comunicar com os professores utilizando a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Inspiradas por essa experiência, as estudantes decidiram criar uma ferramenta que tornasse essa comunicação mais acessível e eficaz para todos.

Bianca Fernandes, uma das idealizadoras, destacou que o aplicativo não só facilitará o aprendizado de LIBRAS, mas também permitirá que professores disponibilizem atividades que poderão ser acessadas e realizadas pelos alunos surdos com o auxílio de um tradutor integrado. "Nosso objetivo é que todos possam usar esse aplicativo, tanto para aprender LIBRAS quanto para aplicá-la em sala de aula", explicou Bianca.

Osmar Pereira, coordenador da escola, reforçou a importância do projeto, afirmando que a iniciativa contribuirá significativamente para a inclusão da comunidade surda. Ele ressaltou a necessidade de tornar a comunicação acessível para que todos possam ser recebidos de forma igualitária na escola.

Desde maio, as estudantes estão trabalhando arduamente no desenvolvimento do aplicativo, focando em cada detalhe, desde o design até as funcionalidades. A expectativa é que o aplicativo seja lançado em setembro e esteja disponível gratuitamente em todas as plataformas.

Fonte: Diário do Itaim

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco