42 Alunos Participaram -

Escolas da Rede Estadual envolvem-se em atividades promovidas pela UFPI.

Estudantes de 14 escolas da Rede Pública Estadual estão participando, nesta sexta-feira (17/11), das atividades do Projeto “UFPI de Portas Abertas”, uma iniciativa da Universidade Federal do Piauí (UFPI) cuja proposta é apresentar os cursos ofertas no Campus Ministro Petrônio Portella para divulgação científica com foco na apresentação dos espaços e apresentação dos conhecimentos já adquiridos nas aulas.  

O Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Balduíno Barbosa de Deus foi uma das escolas participantes do projeto, levando 42 alunos da 2ª e 3ª série do Ensino Médio até a Universidade Federal. A jovem Kariny Alves conta que como foi a experiência de participar da ação. “Hoje nós fizemos um tour por algumas salas, entre elas, nas salas de Mecânica e de Química. Foi bem interessante nosso passeio por lá, os experimentos me interessaram bastante. Eu gostei muito”, relata a estudante, que cursa 3ª série do Ensino Médio na escola.  

Paralelamente a esta ação, alunos de outras seis escolas participam também da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) no Piauí. A aluna Daniele Sousa Marinho, que cursa atualmente a 3ª série do Ensino Médio no CETI Balduíno, conta que participou de várias atividades interativas.  “Fomos convidados para ir até a UFPI participar da 20ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e foi muito bom. Conhecemos várias salas, como a de Filosofia, Química, Psicologia. Foi muito bom”, afirma.  

Tendo com tema “Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável”, a SNCT busca difundir as conquistas da ciência e tecnologia para todos os piauienses. O evento reúne pesquisadores e instituições com foco em impulsionar a inovação e crescimento sustentável, destacando a importância das disciplinas científicas. 

O Secretário da Educação, Washington Bandeira, reforça a importância de preparar os alunos para a vida acadêmica. “As ações da nossa gestão reforçam o compromisso com a universalização e democratização de uma educação integral, profissional, tecnológica, inclusiva, equitativa, com escolas com boa infraestrutura, protagonismo estudantil e projetos de arte, cultura, literatura, línguas, esporte, empreendedorismo e cidadania, preparando nossos alunos para o ensino superior, mundo do trabalho e para a vida”, afirmou.

Fonte: Seduc

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco