Formar mão de obra qualificada -

Alunos do Curso de Energias Renováveis aprofundam conhecimentos sobre energia solar em Paulistana

Com o intuito de formar mão de obra qualificada e conectar os jovens ao mundo do trabalho, os alunos matriculados no Curso Técnico e Profissional de Energias Renováveis do Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Lucinete Santana da Silva, em Paulistana (PI), participaram de uma visita técnica orientada à Cerâmica Galo. A empresa utiliza energia solar por meio de painéis fotovoltaicos para a produção de tijolos e outros produtos.

O Piauí está na vanguarda da busca por fontes alternativas de produção energética que não emitem dióxido de carbono, contribuindo para o combate ao aquecimento global e às questões do efeito estufa.

A diretora do CETI, Lucicleia Acioly, destacou a importância da visita no sentido de formar profissionais qualificados para um mercado que está em pleno crescimento. “Foi uma oportunidade de enriquecimento dos conhecimentos adquiridos. São visitas que engajam, aprofundam e agregam valor aos estudantes. Eles observam na prática tudo que eles têm aprendido. Eu acredito que estamos preparando excelentes profissionais para o mundo do trabalho”, disse a gestora.

O estudante Iago de Lima Almeida, de 18 anos, é estudante da 3ª Série do CETI Lucinete Santana e participou da visita à Cerâmica Galo. “Conferimos de perto sobre o funcionamento dos painéis solares, o processo de instalação, a quantidade volts, a economia que essa modalidade de energia representa e os benefícios ao meio ambiente. O nosso professor foi exemplar e muito didático. Estou ansioso pela próxima visita”, pontuou.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, os cinco novos cursos ofertados por meio do Projeto Seduc Tec levam em conta as vocações dos Territórios de Desenvolvimento e as modernas exigências de empregabilidade.

“Além do curso de Energias Renováveis com foco em energia eólica e solar, lançamos também os cursos de Desenvolvimento de Sistemas com Ênfase em Inteligência Artificial, Marketing Digital, Programação de Jogos e Turismo (com ênfase em Empreendedorismo). Investir em Educação Profissional e Técnica é garantir aos nossos estudantes maiores e melhores oportunidades de ingresso no mundo do trabalho”, detalha o secretário.

Fonte: Seduc

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco