Inscrições vão até 21 de maio · 19/05/2022 - 08h17

Escola realiza dia D e inscreve todos os alunos no Enem


Compartilhar Tweet 1



O período de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 encerra no próximo dia 21 de maio e o estudante que ainda não fez a sua inscrição deve acessar o site do Inep, na página do participante e garantir a sua participação no certame.

No Centro Estadual de Tempo Integral Solange Viana, em Teresina, todos os estudantes já fizeram a sua inscrição no Enem. A diretora da escola, Ariadna Gonçalves, explica que além da mobilização desde o início do período, foi realizado o dia D das inscrições.

“Disponibilizamos computadores com internet e um técnico para auxiliar os alunos para fazerem a inscrição no Enem. A nossa ação foi um sucesso e agora todos os estudantes estão inscritos. Agora é focar ainda mais na preparação desses alunos para se darem bem nas provas. Aos sábados promovemos revisões aqui”, disse Ariadna.

    Reprodução

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) desenvolve inúmeras ações para auxiliar os estudantes a ingressarem no Ensino Superior, uma delas é o Pré-Enem Live, uma série de revisões online que acontece aos domingos das 8h às 11h, com transmissão pela TV Antares e pelo Youtube do Canal Educação.

No próximo domingo, dia 22 de maio, quem acompanhar o Pré-Enem Live poderá revisar os conteúdos das disciplinas de Matemática, com professor Alexsandro Kesller, Linguagens, com Flávia Lêda, Ciências da Natureza, com o professor Adriano Ramalho e Redação, com Erick Soares.

PostMídia: (86) 9 8803-2794


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Municipal de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz (FWF) em parceria com a FUNDES (fundação para o Desenvolvimento Sustentável do Estado do Piauí) iniciou as aulas do curso de Mecânica e Manutenção de Motocicletas, que está sendo ministrado na CMEI Dalai Lama, na localidade Boa Hora, zona rural norte de Teresina.

Na tarde do último sábado (14/05), aconteceu a aula inaugural do curso que visa atender as demandas na zona rural de Teresina. Por isso, a FUNDES e a Fundação Wall Ferraz, estão executando o projeto Qualificação e Empreendedorismo, que tem levado cursos técnicos em áreas bem específicas e necessárias para essas regiões carentes de qualificação profissional. O curso de Mecânica e Manutenção de Motocicletas aos sábados à tarde e tem carga horaria de 80h.

    Ascom

Os alunos irão aprender técnicas de reparo e manutenção de sistemas mecânicos e eletroeletrônicos de motocicletas. Para isso precisará ser capaz de diagnosticar e solucionar problemas, usando seu conhecimento sobre peças, sistemas elétricos e ferramentas adequadas para o trabalho.

“O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, sempre deixou claro que quer a FWF capacitando toda a população, e esse curso tem o objetivo de formar profissionais para atuar no mercado de mecânica de motos, já que é um mercado que está ganhando cada vez mais espaço em Teresina”, pontua Maykon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos recebem material didático básico gratuito e acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar da vereadora Elzuila Calisto.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Inscrições começam dia 24 · 16/05/2022 - 17h50

Inep publica edital do Encceja 2022


Compartilhar Tweet 1



Já está publicado no Diário Oficial da União (D.O.U) desta segunda-feira(16/05), o edital do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2022. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, desde de 2002 o Encceja afere competências, habilidades e saberes de jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou médio na idade adequada.

    Arquivo/Agência Brasil

Quem pode participar?

A participação no Encceja Nacional 2022 é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram seus estudos na idade apropriada para cada etapa de ensino, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e, no mínimo, 18 anos completos no caso do ensino médio, na data de realização do exame.

Prazos

Segundo o edital, as inscrições começam em 24 de maio e vão até o dia 4 de junho. Durante o mesmo período, os atendimentos especializados deverão ser solicitados. As cidades de aplicação do Encceja 2022 serão disponibilizadas no sistema do exame e no portal do Inep.

Provas

A aplicação para o ensino fundamental e médio será no dia 28 de agosto e ocorrerá em todos os estados e no Distrito Federal.

Ausências

Este ano, não haverá necessidade de justificativa de ausência para quem se inscreveu e faltou ao Encceja 2020. Também não será necessário o pagamento da taxa de ressarcimento para os ausentes no ano passado que vão fazer as provas novamente. Segundo o Inep, a medida foi tomada tendo em vista o contexto da pandemia de covid-19 que envolveu a realização da última edição. Apesar disso, se quiser fazer nova inscrição na próxima edição do exame, o participante que não comparecer à aplicação de todas as áreas do conhecimento em que se inscrever para o Encceja 2022 deverá justificar a ausência.

PostMídia: (86) 9 8803-2794


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Provas em 13 e 20 de novembro · 16/05/2022 - 15h45

Inscrições para o Enem 2022 terminam no sábado


Compartilhar Tweet 1



Os interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até o próximo sábado (21/05) para fazer a inscrição, habilitando-se para as provas que serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro.

    Valter Campanato

As inscrições para o Enem 2022, tanto para a edição impressa como para a digital, devem ser feitas na Página do Participante. Para acessá-la, clique aqui. A taxa é de R$ 85, e poderá ser paga via PIX, cartão de crédito ou por boleto bancário até o dia 27 deste mês.

No momento da inscrição, o candidato escolhe se quer fazer a prova de língua estrangeira em inglês ou espanhol. Ele escolhe também se quer o exame impresso ou digital e informa se precisa de algum atendimento especial (acessibilidade, por exemplo).

O estudante também preenche um questionário socioeconômico informando se já concluiu o ensino médio e outras informações cadastrais.

Provas

As provas serão nos dias 13 e 20 de novembro. Pela primeira vez, o candidato poderá apresentar a versão digital de documento de identificação no dia da prova. Serão aceitos e-título, Carteira de Habilitação Digital ou RG Digital. O candidato deverá abrir o aplicativo e apresentar o documento ao fiscal. Capturas de tela não serão aceitas.

O exame terá quatro provas objetivas e uma redação em língua portuguesa. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha.

No primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e redação (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação) e de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia).

O tempo para realização da prova é de cinco horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

No segundo dia do exame, serão aplicadas as provas de ciências da natureza (química, física e biologia) e matemática e suas tecnologias. No segundo dia, o tempo para realizar o exame é de cinco horas, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep até o terceiro dia útil após a última prova.

PostMídia: (86) 9 9800-9535


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Pagamentos de taxas até dia 20 · 16/05/2022 - 12h00

Inscrições para a segunda etapa do Revalida 2022 terminam nesta terça (17)


Compartilhar Tweet 1



Termina nesta terça-feira (17/05) o prazo para inscrições na segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2022. Os interessados devem se inscrever por meio do Sistema Revalida. O pagamento da taxa poderá ser feito até o dia 20 de maio.

    Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Provas

A prova de habilidades clínicas será aplicada nos dias 25 e 26 de junho. Os locais de aplicação, assim como a quantidade de vagas disponíveis, serão informados ao participante também por meio do sistema do exame, no momento da inscrição.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) destaca que, se o limite de uma determinada cidade for atingido, o sistema desabilitará a opção pelo local. Desta forma, o interessado deverá optar por outro lugar de preferência, conforme disponibilidade de vagas.

Como previsto em edital, para a garantia das condições logísticas e de segurança do exame, o instituto poderá acrescentar, suprimir ou substituir cidades de aplicação. Caso isso ocorra, o participante será realocado para uma cidade próxima que possua a estrutura e os requisitos adequados. Durante o período de inscrição, os interessados também poderão solicitar atendimento especializado.

Revalida

Aplicado pelo Inep desde 2011, o objetivo do Revalida é avaliar habilidades, competências e conhecimentos necessários para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). O ato de apostilamento da revalidação do diploma é atribuição das universidades públicas que aderirem ao instrumento unificado de avaliação representado pelo Revalida.

PostMídia: (86) 9 8803-2794


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz, em parceria com Instituto de Gestão e Desenvolvimento Social (IGDS) está com inscrições abertas para o projeto “Mais qualificação”. Ao total 150 vagas serão ofertadas para os cursos gratuitos de “Marketing Digital”, “Mídias Sociais”, “Técnicas de Vendas para a Internet” e “Escrita Criativa”. As atividades serão realizadas de maneira híbrida, com palestras e atividades complementares de forma presencial na sede do IGDS, localizado na zona Leste de Teresina.

A aula inaugural acontece nesta segunda-feira (16), na sede do IGDS (Rua Santo Antônio, n° 3757, Piçarreira 2).

As inscrições serão realizadas através do telefone (86) 9 8160-9708, com os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de endereço, telefone para contato e e-mail. Esse projeto tem o objetivo de promover a qualificação profissional possibilitando a elevação do conhecimento e potencializando as habilidades técnicas e sociais, através dos cursos.

“Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos e as capacitando. É uma determinação do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, que toda a população receba qualificação profissional, para que possam buscar novas oportunidades e ingressar no mercado de trabalho”, ressalta Maykon Silva, presidente da FWF.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos irão receber material didático básico gratuitamente e terão o acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas.

Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho. Esse projeto conta com recursos de emenda parlamentar do vereador Alan Brandão.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A edição 2022 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) conta com uma série de serviços digitais que facilitam a vida do estudante. Entre elas, a possibilidade de, pela primeira vez, os candidatos poderem usar a versão digital da carteira nacional de habilitação (CNH Digital) para se identificarem nos locais de prova e para fazerem suas inscrições.

    Marcello Casal Jr/Agência Brasil

edSegundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os documentos digitais serão aceitos pelos fiscais de sala no Enem, “desde que os candidatos os apresentem nos aplicativos oficiais do governo”.

No caso da CNH Digital, o documento poderá ser exibido tanto no aplicativo do Gov.br quanto no da Carteira Digital de Trânsito. “Capturas de tela, fotos ou impressões dos documentos não serão válidos”, alerta o Inep.

Um outro novo recurso disponibilizado aos candidatos é a de poder pagar as inscrições por meio de Pix ou de cartão de crédito. As inscrições para o Enem 2022 vão até o dia 21 de maio.

Informações centralizadas

A fim de centralizar informações e serviços implementados via plataforma gov.br ao público estudantil, foi criado também o site Perfil do Cidadão Brasileiro Estudante, espaço que é uma espécie de atalho que possibilita acessar uma série serviços voltados a estudantes da educação básica à superior.

Para acessar o Perfil do Cidadão Brasileiro Estudante, clique aqui.

Os serviços vão, desde obtenção e protocolação de documentos para acesso a programas do Ministério da Educação, até pesquisa sobre universidades, institutos e entidades educacionais, passando por serviços voltados a estudantes com deficiência e estrangeiros.

Há também serviços para estudantes com deficiência e estrangeiros, biblioteca digital e informações sobre infraestrutura, trânsito e transportes de estudantes.

Empregos

O perfil permite ainda o cadastro de currículos e disponibiliza serviço de busca de vagas no Sistema Nacional de Emprego (Sine). Pode-se agendar entrevista com possíveis empregadores.

PostMídia: (86) 9 8803-2794


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Equipes Multiprofissionais · 11/05/2022 - 18h09

Estudantes de escolas públicas recebem orientação socioemocional


Compartilhar Tweet 1



Diálogos com adolescentes de forma didática e educativa, abordando temas relacionados a superação dos pensamentos negativos, prevenção ao suicídio, mutilação,bullying, entre outros assuntos, tem sido a proposta de equipes formadas por assistentes sociais, psicólogos, psicopedagogos e advogados que percorrem as escolas públicas do Piauí. As equipes Multiprofissionais, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), também firma parcerias com outras instituições e profissionais liberais para levar esse apoio tão necessário às escolas na atualidade.

Um desses momentos aconteceu nesta terça-feira (10), quando a equipe Multiprofissional da 13ª Gerência Regional de Educação (GRE) e a ONG Help realizaram uma palestra no Centro de Tempo Integral (CETI) Moderna, localizado em São Raimundo Nonato, 550 Km de Teresina.

    Reprodução

Maurício Moureira, assistente social da equipe Multiprofissional, revela que a palestra foi mediada por Salvador Denes, coordenador da Instituição Help, com apoio da psicóloga Taniely Santana, a psicopedagoga Auricinéia Costa, e a advogada Leila Pereira, também da equipe da 13ª GRE.

“Ele faz uma motivação através da palestra sobre superação dos pensamentos negativos e valorização da vida. Então, trouxermos ao CETI Moderna pra fazer esse momento com funcionários e alunos onde conversamos sobre várias temáticas, fizemos dinâmicas com os adolescentes. Estamos com essa proposta e levar esse momento pra outras escolas, pois aqui os alunos gostaram muito”, relata Maurício.

A estudante Iara Bernardo da Silva, da 1ª série do Ensino Médio do CETI Moderna, destaca a necessidade que os jovens têm nos dias atuais de ter esse apoio socioemocional.

    Reprodução

“Eu achei essa iniciativa muito importante e acho que deveriam acontecer mais eventos como esse, não só aqui na escola, mas na cidade, em praças, em diversos lugares. Ajudou em minha vida e na vida de diversos amigos a pensar que eu consigo controlar meus pensamentos e que eles não são maiores que eu, mas sim eu posso os controlá-los. Vemos jovens com crise de ansiedade e não sabemos como ajudar essas pessoas”, afirma a estudante.

    Reprodução

Outra ação que tem como proposta salvar vidas por meio de manifestações artísticas e rodas de conversas é a caravana do Projeto “Educação Pela Vida”, com ações nas escolas públicas com o objetivo de trabalhar questões socioemocionais dos estudantes. O projeto também conta com a participação das equipes Multiprofissionais da Seduc.

PostMídia: (86) 9 8803-2784


Fonte: Governo do Piauí
Comentar
Oportunidade em diversas áreas · 10/05/2022 - 17h51

Abertas inscrições para 1,5 mil vagas em cursos técnicos do IFPI


Compartilhar Tweet 1



As inscrições no Exame Classificatório do Instituto Federal do Piauí (IFPI) ESTÃO abertas até (08/06). Nesta edição, o teste seletivo para ingresso em cursos técnicos conta com 1.590 vagas para pessoas que estejam cursando ou tenham concluído o ensino médio.

As oportunidades são para os campi Angical, Campo Maior, Cocal, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Picos, Piripiri, São João, São Raimundo Nonato, Teresina Central, Teresina Zona Sul, Uruçuí e Valença. Os interessados devem se inscrever de forma on-line, na página https://selecao.ifpi.edu.br, mediante pagamento da taxa de R$ 20.

Vale ressaltar que os candidatos contemplados com a isenção da taxa de inscrição não precisam pagar o valor, mas devem se inscrever no prazo estabelecido no edital.

Os candidatos pretos, pardos ou indígenas que desejem concorrer às vagas destinadas a cotas específicas (SC2, SC2-PcD, SC4 E SC4-PcD) deverão realizar, até 8 de junho, o procedimento de heteroidentificação na página https://selecao.ifpi.edu.br. O procedimento consiste em uma análise a ser realizada pela banca de Validação de Autodeclaração Étnico-racial. Quem não realizar o procedimento dentro do prazo previsto perderá o direito ao uso das cotas e concorrerá em ampla concorrência.

Os locais de prova serão divulgados no dia 30 de junho. A prova, com 30 questões de Língua Portuguesa e 30 questões de Matemática, será aplicada no dia 3 de julho. O resultado final será divulgado a partir do dia 22 de julho, e os candidatos deverão realizar matrícula de acordo com o cronograma e o formato divulgado por cada campus. Os aprovados iniciam as aulas no segundo período letivo.

Faça sua inscrição.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



As unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina estão montando seus planos de atendimento para o retorno 100% presencial, definido pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) para o dia 23 de maio. O planejamento das escolas deve contemplar um protocolo de segurança e cronograma pedagógico, para garantir que a retomada seja de forma responsável.

Apesar da data base para o retorno das atividades em sala de aula seja o dia 23, as unidades de ensino podem determinar o melhor dia para que todas os alunos estejam de volta, bem como as estratégias para esse novo cenário.

Na Escola Municipal Monteiro Lobato, as aulas presenciais já tiveram início. Essa é a primeira escola a receber ações do Comitê Interinstitucional, formado para combater situações de crise.

O Comitê é constituído por representantes da Semec, Guarda Municipal, Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, além da Fundação Municipal de Saúde. Na E. M. Monteiro Lobato, uma comissão atua com o Plantão Social, abrindo espaço de diálogo entre profissionais de assistência social e psicólogas com alunos, professores, famílias e comunidade em geral.

“Essa retomada das atividades presenciais vem junto com a criação do protocolo de situações de crise, onde nos preparamos para apoiar a comunidade escolar em várias frentes, contando com apoio das outras instituições parceiras na identificação e solução de qualquer problema. Também estamos reforçando o sistema de monitoramento por câmeras, ampliando o quadro de pessoal nas unidades de ensino e acompanhando de perto o plano de ação de cada uma”, explica o secretário executivo de Ensino, Kleytton dos Santos.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Taxa pode ser paga por Pix · 10/05/2022 - 12h00

Começam nesta terça (10) as inscrições para o Enem 2022


Compartilhar Tweet 1



As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam nesta terça-feira (10/05) e vão até o próximo dia 21. Nesta edição, os interessados em participar do exame poderão fazer o pagamento da taxa de inscrição por meio de PIX ou cartão de crédito.

    Tomaz Silva/Agência Brasil

As provas serão realizadas nos dias 13 e 20 de novembro. A aplicação dos testes impressos seguirá o horário de Brasília. A abertura dos portões será às 12h e o fechamento às 13h. O início das provas será às 13h30. No primeiro dia de Enem, o término das provas será às 19h. No segundo dia de testes, às 18h30.

O resultado dos recursos para isenção da taxa de inscrição já está disponível na Página do Participante. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ressalta que a aprovação dos pedidos não garante a inscrição no exame.

A taxa de inscrição para o Enem 2022, versões digital e impressa, foi mantida no valor de R$ 85. O período para efetuar o pagamento termina em 27 de maio. A participação no exame será garantida apenas após a confirmação do pagamento da taxa.

O pagamento da taxa de inscrição também poderá ser feito por meio do tradicional boleto, que deve ser gerado na Página do Participante e pago em qualquer banco, casa lotérica, aplicativos bancários ou agência dos Correios, obedecendo aos critérios estabelecidos por esses correspondentes e respeitando os horários de compensação.

Os interessados em fazer o Enem 2022 que obtiveram a isenção da taxa devem se inscrever na Página do Participante, mas não precisam fazer o pagamento para confirmar a participação.

Provas

O exame terá quatro provas objetivas e uma redação em língua portuguesa. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha.

No primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e redação (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação) e de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia).

A aplicação terá cinco horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

No segundo dia do exame, serão aplicadas as provas de ciências da natureza (química, física e biologia) e matemática e suas tecnologias. A aplicação terá cinco horas de duração, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep até o terceiro dia útil após a última prova.

PostMídia: (86) 9 8803-2794


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Profissionais de educação da Rede Estadual de Ensino, em Picos, voltaram às ruas em protesto na manhã desta quarta-feira (04/05) e cobraram o reajuste salarial de 33,24% e melhorias nas condições de trabalho. As informações são do Cidades na Net.

Inicialmente, os manifestantes se reuniram em frente a Unidade Escolar Desembargador Vidal de Freitas, onde seguiram em caminhada pela Avenida Getúlio Vargas e realizaram discursos na Praça Félix Pacheco. Em seguida, os mesmos seguiram ao prédio da 9ª Gerência Regional de Educação (9ª GRE), localizada na Rua Mosenhor Hipólito. Em sequência, os professores foram até a Escola Normal e ao Sinte de Picos.

    Cidades na Net

A presidente do Sinte Piauí, Paulina Almeida, esteve presente na manifestação e comentou sobre a greve. Segundo ela, o governo deve 50,25% aos profissionais de educação e a classe está cada vez mais indignada. Ela ainda comentou que a greve continua e que os professores estão unidos.

    Cidades na Net

“Nós estamos com 70 dias de greve e vamos mantê-la firme e forte, pois entendemos a necessidade da valorização dos profissionais de educação. O Governo do Piauí deve 50,25% aos trabalhadores da educação, e botou de goela a baixo 14%, isso não nos convence e deixou a categoria cada vez mais indignada, então vamos permanecer porque merecemos e a lei assegura que em 2022 o Governo tem que pagar 33,24%”, frisou.

De acordo com a presidente regional do Sinte de Picos, Gisele Dantas, a classe tem realizado diversas ações estratégicas para mostrar a sociedade e ao governo a indignação. Segundo ela, desde 2019 que os profissionais não recebem o reajuste.

    Cidades na Net

“Durante os 70 dias de greve realizamos atividades, estratégias de luta, manifestações para mostrar para a sociedade e para o governo a nossa indignação e também o motivo porque que a classe dos trabalhadores estão de greve. Desde 2019 que não recebemos reajuste, ao todo, já são 50,25 de percas de reajuste de salário”, argumentou.

Gisele Dantas ainda destacou que os profissionais são desvalorizados. “Estamos desmascarando o Governo do Piauí, essa grande farsa, é falácia, propaganda enganosa, é mentira, as escolas estão sucateadas, os profissionais desvalorizados e mal pagos. Desmontaram o nosso plano de carreira, eu tenho pena do próximo gestor que assumir, pois vai encontrar o estado atolado em dívidas”, criticou.

    Cidades na Net

Para a presidente regional do Sinte de Jaicós, Fatanilde Alves, além da questão salarial, o governo tem que proporcionar melhorias em outros aspectos.

“É muito importante a participação do nosso núcleo, pois sofremos com as mesmas coisas, ou seja, o desmando é geral. Não é só a questão salarial, temos as condições de trabalho, descontos de aposentados, pagamentos de FUNDEB, temos escolas cheias de prestadores de serviço e a negação de uma educação de qualidade que o Governo do Piauí se nega a proporcionar”, assegurou.

Segundo Fatanilde Alves, é uma luta unificada e todos estão em acordo com a greve. “Não podemos aceitar e esperamos que a governadora tenha capacidade de exercer o cargo e não apenas servir como se fosse boneco de papelão que nada resolve. É uma luta unificada, é diferente das greves passadas, onde o Sinte ia as escolas chamar para a greve, hoje a escola chama o Sinte para fortalecer a greve”, afirmou.

Além do Sinte de Picos, o momento também contou com a participação das regionais de Jaicós e Oeiras e de diversos educadores de municípios da região de Picos.

    Cidades na Net
    Cidades na Net

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Notícia da Manhã - Depois de mais de dois anos de pandemia, a Universidade Federal do Piauí (UFPI), convidou os professores para avaliaruma possível retomada das aulas presenciais para os cursos de graduação. Há protocolos específicos para professores, alunos e servidores.

    Reprodução

Gustavo, que estuda contabilidade na Universidade Federal do Piauí, está no 7º período, e por causa da pandemia assistiu nos dois últimos anos suas aulas de forma remota, para ele, a experiência não foi muito positiva, e acha importante a volta das aulas presenciais.

    Reprodução

"Eu caho muito importante a volta das aulas presenciais, porque você pode desenvolver e absorver as disciplinas por completo, no prazo maior, e no ambiente em que você se sente confortável", disse.

A data para o retorno das atividades presenciais das turmas para o calendário acadêmico do primeiro período de 2022, será no dia 20 de junho, e para isso, a instituição apresentou uma proposta e resolução com as regras para orientar a volta dos alunos dos colégios técnicos, da graduação e da pós-graduação. Essa proposta prevê apresentação do certificado de vacinação contra Covid-19 completo, inclusive com dose de reforço.

Além da imunização de alunos e servidores, a minuta proposta pela Universidade prevê que os professores devem ofertar 80% das disciplinas em formato presencial, e apenas em casos excepcionais, as aulas poderão ocorrer mediadas por tecnologias no limite de até 20% da carga horária.

    Reprodução

"Este retorno das aulas presenciais, ele já é também um retorno dos professores, os professores não pararam, um grupo de profissionais que trabalham muito de forma híbrida, alguns de forma remota, outros forma presencial, nós temos aí mais de 400 turmas funcionando, a grande maioria dos Estados também funcionando de modo presencial, as residências no Hospital Univesitário também funcionando já de moto presencial, de forma que este é o momento da gente se posicionar no sentido de colocar a universidade no mundo da atividade presencial", disse Gildásio Guedes Fernandes.

O retorno presencial das aulas na Universidade Federal do Piauí, leva em consideração a queda nos índices de Covid-19 no Estado, e o avanço da cobertura vacinal nas cidades onde existem campus da UFPI.

Segundo Associação dos docentes da Universidade, ainda será realizada uma assembleia da categoria para discutir se será incluída alguma modificação na proposta feita pela Universidade.

    Reprodução

"A gente recebeu essas propostas, principalmente voltadas para a segurança patrimonial, para condições de biossegurança, e isso vai ser discutido em assembleia da nossa base junto a todos os professores, para que a partir dessas ideias, saiam funcionamento geral dos professores associados a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí (ADUFPI)", disse Juliana Texeira.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar
46 milhões de alunos · 03/05/2022 - 08h15

MEC lança relatório com 52 ações na educação básica


Compartilhar Tweet 1



    MEC

O Ministério da Educação (MEC) lançou nesta segunda-feira (02/05) o Relatório Anual da Secretaria de Educação Básica referente ao ano de 2021. O documento apresenta 52 ações realizadas pelo ministério, em atenção ao cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação referentes à educação básica. Essas ações envolvem educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos.

A educação básica abordada pelo relatório engloba um universo de 46 milhões de alunos, sendo 38 milhões da rede pública. São 178 mil escolas, sendo 137 mil públicas; e mais de 2,19 milhões de professores. Desses, 1,7 milhão estão na rede pública. “Essa entrega [do relatório] traz transparência e prestação de contas daquilo que a gente tem feito pela educação básica dos nossos estudantes”, disse o ministro Victor Godoy.

Políticas educacionais, uso pedagógico das tecnologias, ampliação do número de matrículas, preparação para o Novo Ensino Médio, formação docente, valorização de profissionais e apoio de plataformas digitais para a gestão educacional são alguns dos temas das iniciativas. Segundo o MEC, embora o documento se refira a 2021, a maioria do trabalho apresentado nele continua em vigor.

Segundo Godoy, o ministério tem trabalhado na recuperação das aprendizagens, uma ação para preencher lacunas de aprendizado nos estudantes. Para Godoy esse tópico é uma das prioridades na política do MEC. “Os nossos dois pilares aqui à frente do MEC são a recuperação das aprendizagens e a tecnologia na educação brasileira”, disse. “Estamos muito próximos de fazer a nossa grande entrega, que será uma política de recuperação das aprendizagens e nessa política trazemos esse componente da inovação e tecnologia para a educação brasileira”.

Formação Docente

No lançamento do relatório, o diretor de Formação Docente e Valorização de Profissionais da Educação Básica, Renato Brito, destacou a presença de 20 ações, das 52 do relatório, relativas à formação de professores. 

“Educação Infantil, Bem-Estar no Contexto Escolar, Gestão Escolar, Educação em Tecnologia e Ensino Médio; só essas cinco formações atingiram 590 mil professores de um universo de quase 2,2 milhões de professores no país”, disse Brito. 

Ele citou também que os cursos de formação oferecidos pelo MEC também são abertos a professores da rede privada.

Escolas Cívico-Militares

O diretor de políticas para escolas cívico-militares, Gilson Oliveira, tratou como bem-sucedido o projeto de escolas cívico-militares. Nesse formato, as secretarias estaduais de Educação continuam responsáveis pelos currículos escolares, que é o mesmo das escolas civis. Os militares, que podem ser integrantes da Polícia Militar ou das Forças Armadas, atuam como monitores na gestão educacional, estabelecendo normas de convivência e aplicando medidas disciplinares.

Foram implantadas 216 escolas em todos os estados da federação. Oliveira destacou o Paraná, com 14 escolas; o Rio Grande do Sul, com 13; o Pará, com dez; Santa Catarina, com nove; além de Minas Gerais e Tocantins, com oito cada. Segundo Oliveira, esse tipo de escola “não tem o objetivo de impor a cultura militar” e é voltada sobretudo para localidades com maior índice de violência.

“Tivemos uma melhoria das instalações, pela manutenção e zelo demonstrados pelos alunos e incentivado pelas nossas equipes. É uma iniciativa que não pode ser universalizada, mas se mostra como uma alternativa viável de um modelo de gestão escolar de excelência para áreas de vulnerabilidade social”, afirmou o diretor do ministério.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Instituto Federal do Piauí lançou, nesta segunda-feira (02/04), edital com oferta de 1.590 vagas para cursos técnicos nas modalidades concomitantes e subsequentes, destinados a candidatos que estejam cursando ou tenham concluído o ensino médio. 

Estão sendo ofertadas vagas nos campi Angical, Campo Maior, Cocal, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Picos, Piripiri, São João, São Raimundo Nonato, Teresina Central, Teresina Zona Sul, Uruçuí e Valença. 

As inscrições serão realizadas de (10/05) a (08/06), exclusivamente de forma online, na página http://selecao.ifpi.edu.br, mediante pagamento da taxa de R$ 20. 

A prova, com 30 questões de Língua Portuguesa e 30 questões de Matemática, será aplicada no dia 3 de julho. Os locais de prova serão divulgados no dia 30 de junho. 

O resultado final será divulgado a partir do dia 22 de julho, e os candidatos deverão realizar matrícula de acordo com o cronograma e o formato divulgado por cada campus. Os aprovados iniciam as aulas no segundo período letivo. 

ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO - Candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico (Bolsa Família, Auxílio Brasil e outros) com benefício em situação ativa e candidatos de família de baixa renda poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, no período de 2 a 5 de maio, anexando a documentação necessária no formulário online.

NOME SOCIAL – Também no período de  2 a 5 de maio, pessoas transgênero, travesti ou transexual poderão solicitar o uso de nome social, que é como se identificam e são socialmente reconhecidas. 

COTAS - Candidatos pretos, pardos ou indígenas que desejem concorrer às vagas destinadas a cotas específicas (SC2, SC2-PcD, SC4 E SC4-PcD) deverão realizar, de 10 de maio a 8 de junho, o procedimento de heteroidentificação na página http://selecao.ifpi.edu.br, que consiste em uma análise a ser realizada pela banca de Validação de Autodeclaração Étnico-racial. Candidatos que não realizarem este procedimento dentro do prazo previsto, perderão direito ao uso das cotas e concorrerão em ampla concorrência. 

Confira o edital completo. 


Fonte: IFPI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz (FWF) em parceria com a Associação Firmino Lacerda (AFIL) está realizando diversos cursos de qualificação profissional. Entre eles, estão os cursos de auxiliar de Contabilidade e auxiliar de Recursos Humanos. Os cursos estão sendo ministrados na sede da AFIL, localizada na rua advogado Pedro Brito, n°1545, no bairro Parque Alvorada, na zona norte de Teresina, de 08h00 às 11h00.

    Ascom

“Estamos realizando vários cursos na área de gestão para a população da zona norte. É sempre importante poder estar acompanhando o desenvolvimento das nossas atividades, e o nosso objetivo é profissionalizar da melhor maneira possível toda a população de teresinense, auxiliando em seus conhecimentos e capacitando, para que possam estar aptos ao mercado de trabalho”, destacou.

“Ter conhecimento vai auxiliar muito e da visibilidade para quem busca novas oportunidades na área assistente de Recursos Humanos. Os alunos estão empenhandos em aprender cada vez mais sobre a área”, disse Carmosita Torres, instrutora do curso de Recursos Humanos.

Os alunos do curso de Recursos Humanos estão aprendendo técnicas de processos de recrutamento, seleção e desenvolvimento. Já os alunos do curso de auxiliar de Contabilidade estão aprendendo técnicas de organizar documentos, classificação contábil, apuração dos impostos, preenchimento de guias de recolhimento e solicitações, emitir notas e o processo de arquivar documentos.

“Essa curso vai agregar mais conhecimentos, e essa proposta da FWF em ofertar cursos gratuitos é muito importante, porque está nos dando oportunidade de aprender, já que a maioria dos cursos profissionalizantes são pagos. Só tenho a agradecer a oportunidade, e sei que vai valer muito para o meu currículo e para minha experiência profissional. Com certeza irei fazer outros cursos ofertados pela Prefeitura”, disse Gêsele de Oliveira, aluna do curso de Recursos Humanos.

Essa parceria tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina. Os alunos irão receber material didático básico gratuitamente e terão o acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
180 polos atuantes no estado · 01/05/2022 - 13h16

UAPI inicia período letivo com aulas presenciais em todo o Piauí


Compartilhar Tweet 1



A Universidade Aberta do Piauí – UAPI realizou no último sábado (30/04) a aula inaugural do primeiro período letivo de 2022. A novidade é o retorno das aulas presenciais de 183 polos da instituição que leva o ensino superior a todas as regiões do Piauí.

Em Teresina, a gerente pedagoga da Superintendência de Ensino Superior (Supes) da Seduc, Ivana Cabral, esteve no polo do CAIC Promorar acompanhando o retorno das aulas presenciais, e destacou que os polos sempre estiveram abertos durante o período de pandemia para dar suporte aos alunos que tivessem dificuldades em acessar as aulas.

“Nós passamos por esse momento de pandemia e agora a UESPI iniciou esse retorno presencial e a UAPI reinicia juntamente. São turmas que estão se encaminhando para as formaturas, necessitando ter esse acompanhamento e eles tinham muitas dúvidas, então resolvemos fazer esse contato mais próximo, conversar com os alunos, melhorando ainda mais esse diálogo”, observa a gerente.

A superintendente de Ensino Superior da Seduc, Lourdes Lopes, afirma que os alunos devem retornar à sala de aula tomando as medidas e orientações de segurança, conforme o que determina a Resolução CONDIR 001/2022, de 12 de Abril de 2022.

“É com grande alegria comprovar no olhar dos alunos da UAPI a conquista de um sonho. Recebemos um convite para participar do retorno das aulas presenciais no município de Cocal de Telha e a oportunidade de conhecer a história da aluna Maria Oliveira. Uma história tocante, porém uma realidade de muitos. Iniciamos hoje a caravana em visita in loco aos polos para conhecer de perto as práticas locais”, completa a gestora.

Maria de Sousa Oliveira reside em Piripiri e se desloca 42 Km até o polo de Cocal de Telha para estudar Administração. Empregada doméstica, ela conta que a UAPI está transformando sua vida.

“Estou fazendo Administração por amor, me apaixonei pela profissão. Sou empregada doméstica há 26 anos e neste momento estou fazendo uma transição de profissão, saindo da profissão atual e passando a ser administradora. Em junho receberei a chave de uma franquia da qual vou cuidar. Isso me faz muito feliz e tenho muita gratidão, pois acredito que é graças a esse curso que a oportunidade surgiu. Consegui tudo isso e estou conseguindo evoluir e digo pra vocês: acreditem no curso, acreditem na escola pública, na instituição pública, que dá certo, faça sua parte com amor e carinho, tudo dá certo na sua vida”, desabara a estudante.

As aulas da UAPI voltarão a ser transmitidas ao vivo pelo IPTV do Canal Educação, através do kit de mediação tecnológica, instalado no polo da UAPI, e não mais pelo YOUTUBE, sendo a frequência registrada, durante as aulas, no próprio polo. As aulas gravadas serão disponibilizadas posteriormente na plataforma do aluno.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Os candidatos ao ENEM que tiveram o pedido de isenção da taxa de inscrição reprovado pelo Inep têm até essa sexta-feira (29/04) para apresentar recurso. Todo processo pode ser feito na Página do Participante. Segundo o Ministério da Educação (MEC), foram feitas 1.949.448 solicitações de isenção e 94.721 justificativas de ausência na edição de 2021. Os pedidos enviados vão ser analisados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e os resultados vão ser divulgados no dia 6 de maio. 

De acordo com o edital nº 14/2022, no seu anexo II, os arquivos devem estar no formato PDF, PNG ou JPG, com tamanho máximo de 2 MB. 

Confira os documentos aceitos para a apresentação de recurso:

Comprovante de pagamento, como holerite ou contracheque, recibo de pagamento por serviços prestados, envelope de pagamento ou declaração do empregador;

Declaração original da pessoa que concede ajuda financeira ao interessado, pagamento de despesas com escola ou de outras despesas, contendo as seguintes informações: nome, endereço, telefone, valor concedido e finalidade;

Declaração que comprove a realização de todo o ensino médio em escola do sistema público de ensino do Brasil (municipal, estadual ou federal) ou histórico escolar do ensino médio, com assinatura e carimbo da escola; e, no caso de participante bolsista, acrescentar a declaração da escola que comprove a condição de bolsista integral em todo o ensino médio.

Declaração original, assinada pelo próprio interessado, para os autônomos e trabalhadores em atividades informais, contendo as seguintes informações: nome, atividade que desenvolve, local onde a executa, telefone, há quanto tempo a exerce e renda bruta mensal em reais.

Segundo a psicopedagoga Carla Soares, a isenção de taxa traz uma competição mais justa para os alunos. “É um instrumento que diminui um pouco esse abismo que existe entre a educação pública para educação privada. O ENEM é um instrumento importantíssimo para quem quer entrar na universidade em qualquer lugar do Brasil e é uma avaliação justa”, comenta.

Poderiam pedir isenção alunos que estão no último ano ou que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas ou bolsistas integrais em instituições particulares. Outra condição é a renda per capita, ou seja, renda por cabeça, seja menor do que um salário mínimo e meio. Outro grupo que também tem direito à isenção são alunos de famílias inscritas no Cadastro Único de programas sociais do governo federal.

Justificativa

Também termina nesta sexta-feira (29) o prazo do recurso para que candidatos que se ausentaram nas provas no ENEM 2021. Para justificar, o participante precisa apresentar o motivo da falta, conforme anexo I do Edital n.º 14/2022, e anexar a documentação correspondente.

Situações aceitas para a justificativa:

Assalto/Furto - Boletim de Ocorrência Policial legível, com nome completo, CPF ou RG do participante envolvido, com o relato do assalto/furto ocorrido antes das 13h (horário de Brasília) em um dos dias 21 ou 28 de novembro de 2021; ou 9 ou 16 de janeiro de 2022, para os participantes da reabertura das inscrições ou da reaplicação das provas.

Acidente de Trânsito - Boletim de Ocorrência Policial legível, com nome completo, CPF ou RG do participante envolvido, com o relato do acidente de trânsito ocorrido antes das 13h (horário de Brasília) em um dos dias 21 ou 28 de novembro de 2021; ou 9 ou 16 de janeiro de 2022, para os participantes da reabertura das inscrições ou da reaplicação das provas.

Morte na Família - Certidão de Óbito ocorrido entre os dias 21 e 28 de novembro de 2021 ou 9 e 16 de janeiro de 2022, para os participantes da reabertura das inscrições ou da reaplicação das provas, do cônjuge ou companheiro, pai, mãe, ou responsável legal, avô, avó, irmão, filho ou enteado, com documentação que comprove o parentesco.

Acompanhamento de cônjuge ou companheiro - Documento, expedido por autoridade constituída, que comprove o acompanhamento de cônjuge ou companheiro deslocado para outra cidade, entre o dia 15 de julho 2021 até o dia 16 de janeiro de 2022.

Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio começou a ser aplicado em 1998 e tinha como objetivo analisar o desempenho escolar dos estudantes com o término da educação básica. Porém, em 2009, a metodologia foi aperfeiçoada e passou a ser utilizada no acesso à educação superior. Desde 2020, o participante pode escolher fazer o exame impresso ou com as provas aplicadas em computadores.



PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Brasil 61
Comentar

Compartilhar Tweet 1



ISABELA PALHARES
SÃO PAULO, SP
(FOLHAPRESS)

A maioria dos brasileiros aptos a votar nas eleições de outubro diz que considera a educação um tema "muito importante" para escolher definir qual candidato receberá seu voto, aponta uma nova pesquisa encomendada pelo Todos pela Educação. Ela mostrou que 59% dos eleitores dizem que as propostas para a área serão consideradas para essa definição.

O levantamento foi feito pela Conectar Pesquisas e Inteligência entre os dias 7 e 24 de fevereiro deste ano. Foram entrevistadas 3.860 pessoas com mais de 16 anos por telefone, com uma amostra que representa a população eleitoral brasileira. A margem de erro é de 1,6% para mais ou para menos.

O levantamento também perguntou quais áreas da educação os entrevistados consideram como mais importantes para serem discutidas pelos candidatos. A melhoria da infraestrutura das escolas públicas aparece em primeiro lugar, com 45% das respostas, seguida da melhoria das carreiras dos professores, com 43%.

A busca por estudantes que não retornaram às escolas depois da retomada das aulas presenciais é apontada por 33%, e o ensino em tempo integral por 30%.

Logo em seguida aparece o desenvolvimento de ações para recuperar as perdas de aprendizado durante a pandemia, com 27%, e a melhoria na oferta de creches, com 28%.

A pesquisa também avaliou a satisfação com a condução do atual governo federal na educação. Os resultados mostram que 58% estão muito insatisfeitos ou insatisfeitos com a política do governo Jair Bolsonaro (PL) na área. Entre os que aprovam a condução, 4% estão muito satisfeitos e 27%, satisfeitos
Sobre as gestões estaduais, 54% dos entrevistados disseram estar muito insatisfeitos ou insatisfeitos com as políticas para a educação.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Com o objetivo qualificar a atuação da inspeção e preparar a equipe para orientar as escolas sobre como regularizar a vida escolar dos estudantes, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio da Unidade de Gestão e Inspeção Escolar (UGIE), deu início nesta terça-feira (26/04) a formação  Sistema Estadual de Ensino: escrituração, monitoramento e regularização das escolas. O encontro acontece no Buffet Diferencial, em Teresina.

A professora Ana Rejane, diretora da Unidade de Gestão e Inspeção Escolar (UGIE), revela que esse evento visa o aperfeiçoamento do funcionamento das ações de inspeção da Seduc e Gerências Regionais de Educação (Gres).

“A formação pretende qualificar a atuação da inspeção e preparar a equipe para orientar as escolas sobre como regularizar a vida escolar dos estudantes, seja do ponto de vista da documentação ou regularidade funcional das escolas. O nosso objetivo é a partir daqui cada equipe traçar um plano de trabalho para um processo de orientação das secretarias escolares. Nós vamos fazer toda uma vistoria na documentação dos alunos justamente para eliminar o que chamamos de lacuna na vida escolar. São alunos que não tem documentação ou ausência de certificado para que seja feita a reclassificação e seja organizado toda a vida escolar desses estudantes. Além disso, hoje a tarde nós estamos com o Conselho Estadual de Educação instalado na formação justamente pra fazer recomendações de como deve ser o processo de inspeção não só na rede estadual, mas também na rede privada e nas redes municipais que não tem conselho municipal de educação”, afirma a diretora da UGIE.

O público alvo são os coordenadores de gestão e inspeção das 21 gerências regionais, mais técnicos de inspeção, supervisor de registro da vida escolar de cada gerência e equipe de inspeção e de registro da vida escolar da Seduc.

O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, destaca que até o final do ano, toda a rede passará pelo processo intenso de regularização em questões como registros, Projetos Político Pedagógicos, entre outros parâmetros legais.

“Tem muita coisa aí para gente trabalhar nesses próximos meses e dar conta da presença dos nossos estudantes nas nossas escolas, após dois anos trabalhando de forma remota e em modelo híbrido. Agora nós estamos de volta ao ambiente escolar e precisamos ainda mais de nossos profissionais como dos que vão até as escolas, como nossos técnicos de inspeção e os nossos técnicos de ensino”, revela o secretário.

A coordenadora de gestão e inspeção da 1ª GRE (Parnaíba), Sirliane Cordeiro, diz que o evento é de suma importância porque além de reunir todos os coordenadores de gestão e inspeção também reúne os responsáveis pela documentação de alunos, pelos registros.

“Nós estamos aqui literalmente aprendendo, renovando os nossos conhecimentos em assuntos como registro Seduc, Mobieduca.ME, tudo sobre a vida escolar do aluno, uma formação muito boa que vai nos capacitar ainda mais para o exercício do nosso trabalho.  Vamos trocar ideias, experiências, um momento de vivenciarmos de forma presencial e ter esse relacionamento, esse corpo a corpo, tanto com o secretário, como com a equipe da Seduc e os nossos colegas de trabalho das outras Gres”, finaliza a coordenadora.

Comentar
Pela página do estudante · 25/04/2022 - 17h00

Estudante já pode entrar com recurso contra isenção do Enem negada


Compartilhar Tweet 1



Está aberto o prazo de apresentação de recursos para aqueles que tiveram o pedido de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2022 negado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com o instituto, os recursos devem ser apresentados até a próxima sexta-feira (29/04), data em que se encerra, também, o período para apresentação das justificativas de ausência na edição anterior.

Os resultados dos pedidos de isenção, bem como daqueles que não fizeram a prova, apesar de terem conseguido a isenção para o Enem 2021 foram publicados pelo Inep no dia 22. Eles foram disponibilizados na Página do Participante. É também por meio dessa página que a formalização do recurso deve ser apresentado. Para acessá-la, clique aqui. Os resultados das análises dos recursos para pedido de isenção serão divulgados dia 6 de maio.

“Para justificar a ausência, o participante precisa observar a opção escolhida como motivo da falta, conforme anexo I do Edital n.º 14/2022, e anexar a documentação correspondente. No caso do participante que teve a solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2022 reprovada pelo Inep, é também necessário enviar a documentação que comprove a situação de solicitação de isenção, conforme listado no anexo II do edital. Os documentos devem estar nos formatos PDF, PNG ou JPG, com tamanho máximo de 2 MB”, informou, por meio de nota, o Inep.

Puderam entrar com solicitação de isenção os que estão no último ano em escola pública, que fizeram todo o ensino médio em instituições públicas ou que cursaram o ensino médio como bolsistas integrais em escolas privadas.

Renda

Outra condição é que a família tenha renda per capita [renda por cabeça] menor do que o valor equivalente a um salário mínimo e meio. Têm direito também os alunos de famílias inscritas no Cadastro Único de programas sociais do governo federal.

A concessão da isenção ou a aceitação da justificativa de ausência não garantem inscrição na prova. O aluno nessas situações deve realizar a inscrição na página do participante, de acordo com os requisitos apresentados no site do Inep.

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Agência Brasil
Comentar

Compartilhar Tweet 1



No protocolo, estão presentes todos os possíveis questionamentos e recomendações necessárias para que tudo ocorra com segurança. O documento foi elaborado a partir de s recomendações apresentadas por instituições acadêmicas e por órgãos responsáveis pelas políticas de saúde coletiva no Brasil, abrangendo, inclusive, orientações derivadas do recrudescimento do último ciclo de expansão da Covid-19 em nosso país, a partir da predominância da variante ômicron do vírus Sars-CoV-2, em janeiro de 2022.

Orientações Gerais

Vacinação

Uso de máscaras de proteção facial

Distanciamento

Higienização individual

Ventilação de ambientes

Monitoramento, comunicação e procedimentos em caso de sintomas de síndrome gripal ou de síndrome respiratória aguda grave.

Confira o documento clicando aqui

Orientações Acadêmicas 

Aulas presenciais no Polo, via IPTV, através do Canal Educação

Os polos em reforma receberão orientações sobre transmissões das aulas diretamente pelas coordenações de curso  

As aulas de flexibilização continuam no mesmo formato de transmissão, atividades e avaliações

Provas continuam online (após as aulas presenciais) 

Aluno será aprovado com media igual ou superior a 7,0 e presença de 75% nas aulas presenciais (no polo)

Retorno presencial a partir do dia 30 de Abril 

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Uespi
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Este domingo (24/04), para muitos estudantes que estão se preparando para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), já inicia de forma contagiante com a equipe do Pré-Enem Live 2022. No chat de conversa do Youtube do Canal Educação, por onde foi transmitida a 3ª edição da revisão, das 8h às 11h, estudantes participavam ativamente com dúvidas e comentários. 

Com conteúdo trabalhado de forma leve pelos professores, os estudantes revisaram as disciplinas de Matemática, com Raphaell Marques; Linguagens, com a professora Geórgia Soares; Química, com Carlos Feijão e Redação com o professor Francisco Rufino.

As revisões alternaram entre as aulas e os quadros interativos, tendo os mais de 160 estudantes participando de diversos municípios de todo o Estado, como: Parnaíba, Picos, União, Oeiras, Nazaré do Piauí, São José do Peixe, São Raimundo Nonato, São Félix, Pio IX, Itainópolis, Várzea Grande, Acauã, Jacobina do Piauí, e, também de outros estados, como Maranhão e Pará.

Para um melhor acompanhamento, a equipe do Pré-Enem Seduc disponibilizou o material de estudos com assuntos e dicas analisadas pelos professores. No intervalo das aulas transmitidas, os coordenadores Wellington Soares, Hildalene Pinheiro e Viviane Carvalhedo conduziram o papo com os professores no quadro Bora Papear.

No chat on-line, os estudantes aproveitaram o espaço para tirar as dúvidas das aulas anteriores. “Uma das estratégias de estudo é repetir as questões das provas anteriores, pois os estudantes podem rever os assuntos e, durante a prova, lembrar uma informação importante. Assim, você não será pego de surpresa”, explicou o professor de matemática, Raphael Marques, após sua aula.

O lado emocional, área importante também na preparação do estudante, foi abordado durante a transmissão com a coach Livia Melo. Ela conversou sobre o reforço do trabalho mental nos estudos. “Tudo começa nos pensamentos, sendo este responsável pelas crenças que limitam-no e, a partir disto, é necessário gerar sentimentos que irão fortalecer o pensamento para alcançar o curso dos sonhos e desenvolver comportamentos favoráveis ao objetivo. Às vezes, o aluno gostaria de ser mais disciplinado, ler mais, ter foco nas atividades e lhe falta motivação, portanto, ele terá que mudar este comportamento e começar a valorizar-se”, ensinou a professora.

Outro quadro na programação é o Seduc Tá On, que teve à frente Lourdes Lopes, superintendente de Ensino Superior da Seduc-PI, que conversou com coordenador geral da UAB no Instituto Federal do Piauí (IFPI), Me. Raimundo Meneses, sobre as novidades de ingresso no Elensino Superior por meio dos cursos à distância.

As dicas, estratégias e metodologias técnicas para o Enem foram simplificadas no quadro Fala Consultor. Felipe Lopes conversou com os estudantes que acompanharam a live sobre os tipos diferentes de questões e o grau de dificuldade das pontuações cobradas no Exame.

“Os melhores assuntos são aqueles que caem nas questões fáceis. O estudante poderá observar, segundo o raio-x de questões elaboradas, os assuntos mais cobrados e estudar focado nas questões mais recorrentes. Ao analisar as questões respondidas mais fáceis, a banca de avaliação do Exame entende, pelo grau de facilidade, que o aluno tem maior domínio dos assuntos”, pontuou o consultor.

Para se manter conectado e acompanhar, ainda mais, os conteúdos relacionados ao Enem, os estudantes podem ingressar nos grupos, criados nas plataformas WhatsApp e Telegram, canais que geram interações com professores e acesso facilitado a mais conteúdos preparatórios.

Salas on-line Pré-Enem Seduc.


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulga nesta sexta-feira (22/04) os resultados dos pedidos de isenção do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2022. As informações são do R7.

De acordo com o órgão, quem tiver a solicitação de isenção negada ou a justificativa de ausência reprovada poderá interpor recurso a partir de segunda-feira (25/04) até o dia 29 de abril. O resultado dos recursos será divulgado no dia 6 de maio.

A edição deste ano será aplicada aos participantes nos dias 13 e 20 de novembro. O Enem tornou-se uma das principais portas de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e de iniciativas como o Prouni (Programa Universidade para Todos).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados individuais também podem ser usados nos processos seletivos de instituições portuguesas que têm convênio com o Inep para aceitar as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

PostMídia - (86) 98149-4646

Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Ascom

A abertura oficial do 21° Encontro Nacional de Ensino de Jornalismo (ENEjor), que está propondo discussões sobre a valorização do ensino de jornalismo no país, aconteceu nessa quarta-feira (20/04), no auditório do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal do Piauí. O evento, que está sendo realizado de forma híbrida pelo Departamento de Comunicação Social da UFPI, seguirá até o dia 22 de abril.

A programação contou com a presença de congressistas de várias regiões do país, professores, alunos e outros integrantes da comunidade acadêmica da UFPI que puderam acompanhar o evento presencialmente no auditório e por meio de uma transmissão realizada na página da Abej, no YouTube.

Na mesa de abertura, o reitor da UFPI, professor Gildásio Guedes, recepcionou os congressistas e destacou a importância do jornalismo na sociedade e do papel desses profissionais no enfrentamento à desinformação no ambiente digital.

“É uma honra para a UFPI poder estar coordenando este evento e ter a oportunidade de ouvir congressistas de todas as regiões do país e do mundo. Este encontro de pesquisadores com estudantes de jornalismo deve continuar sendo realizado para que a comunicação e a informação sejam valorizadas cada vez mais. Que a arte da retórica nunca supere o fato, pois devemos ter o cuidado com as desinformações neste mundo das mídias sociais em que a internet acaba sendo uma importante fonte de comunicação”, disse.

Após a apresentação musical do grupo “Quarteto de Cordas”, o jornalista Erivam de Morais recepcionou o professor Jorge Pedro Sousa, notório pesquisador do jornalismo na Universidade Fernando Pessoa, de Portugal, que ministrou uma palestra sobre “O papel dos professores e das instituições de ensino em tempos de fragmentação do jornalismo”.

Durante a sua fala, palestrante citou as alterações do espaço jornalístico com o avanço do ambiente digital e as mudanças do comportamento dos consumidores de conhecimento graças ao amplo acesso proporcionado pelos meios digitais, onde a informação é fragmentada e muitas vezes não é produzida por um profissional da comunicação. "Ser jornalista, ensinar jornalismo e estudar o jornalismo sempre foram atividades desafiadoras. Nestes tempos de incertezas e de múltiplas cobranças a esses profissionais, podemos ver como um gesto de coragem persistir no exercício dessa profissão suficientemente inquietante. Tornou-se bastante comum usar a palavra crise para caracterizar a situação da humanidade, das civilizações e das democracias. Mas também é o termo que melhor define a transformação pela qual o jornalismo está passando mundialmente", disse.

Ainda durante a palestra, o professor Jorge Pedro também destacou as implicações das apostas na “digitalização do jornalismo” como uma forma de competir com as inúmeras fontes de desinformação e como uma alternativa para buscar visibilidade para os conteúdos jornalísticos produzidos, além das alterações que ela implica na qualidade e na relevância da informação produzida.

Após a palestra, o pesquisador respondeu a perguntas feitas pelos participantes que acompanhavam tanto no auditório quanto pela sala virtual.

Entrega do Prêmio Abej

O Prêmio Abej, concedido pela Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ) a pesquisadores comprometidos com o fortalecimento da ciência do jornalismo, foi atribuído nesta edição ao professor Alfredo Vizeu, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Nascido no Rio Grande do Sul, mas residindo e atuando profissionalmente em Recife, Alfredo Vizeu, é recebe o reconhecimento por seus estudos da comunicação no Brasil, com destaque para a realização de redes acadêmicas fora do país. A premiação foi anunciada pelo organizador do evento e diretor da Rádio FM Universitária, Sílvio Barbosa.

Programação do 21° Enejor

A programação do 21º ENEJor é composta por vários eventos, como: 17º Pré-Fórum da Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ), 12º Encontro Nacional de Coordenadores de Curso de Jornalismo e o 17º Ciclo Nacional de Pesquisas em Ensino e Extensão em Jornalismo. Para os próximos dias, estão previstas atividades abertas, como mesas-redondas sobre o “Perfil do Jornalista” e “Ensino de Jornalismo e acessibilidade”, e restristas, como a apresentação da REBEJ, periódico científico da Associação e de trabalhos dos grupos de pesquisa, para os participantes que realizaram a inscrição prévia no evento. 

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: UFPI
Comentar