Compartilhar Tweet 1



O primeiro curso de Capacitação Profissional para as mulheres atendidas no Florescer Sudeste iniciou na tarde desta segunda-feira (17) através de uma parceria da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) com a Fundação Wall Ferraz (FWF). O curso ofertado é de Balconista de Farmácia e nele será abordado disciplinas de ética, cidadania, direito saúde, qualidade de vida e empreendedorismo.

“Identificamos a necessidades das mulheres do serviço Florescer terem uma capacitação, pensando nisso, dialogamos com fundação, que disponibilizou as vagas para o nosso público”, disse Iara Carvalho, técnica de articulação da SMPM.

Gleiciane de Souza Oliveira tem trinta anos e está a seis meses desempregada. Ela enxerga no curso a possiblidade de dias melhores e já visualiza até a oportunidade de ter a sua carteira assinada. “Quando você não se profissionaliza, é ruim, afinal o mercado de trabalho exige muito mais da gente a cada dia que passa. Eu creio que com essa oportunidade de aprendizado, vou sair daqui trabalhando”, enfatizou Gleiciane.

A parceira com FWF vai ofertar ainda, cursos de Manicure e Pedicure para as mulheres acompanhadas do Florescer Norte, localizado na bairro Matadouro.

“As alunas irão sair dos cursos totalmente capacitadas para participar de seleções de trabalho, multiplicando assim as suas chances de conseguir um emprego”, concluiu Luana Silva, instrutora do curso.

 


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Preparatório online · 16/05/2021 - 12h50 | Última atualização em 16/05/2021 - 13h10

Seduc vai disponibilizar curso preparatório gratuito para o concurso da PM-PI


Compartilhar Tweet 1



A equipe de articulação política do deputado estadual Franzé Silva (PT) reuniu-se, com representantes da Secretaria de Estado da Educação (Seduc-PI) para definir os próximos passos sobre o projeto que oferecerá curso preparatório online gratuito para candidatos que disputarão vagas no concurso público da Polícia Militar do Piauí. A ideia é que as aulas do preparatório sejam transmitidas por meio do Canal Educação, alcançando, assim, os 224 municípios.

A sugestão do curso foi apresentada a Franzé, na semana passada, por um policial militar, em reunião na Assembleia Legislativa do Piauí, e ganhou apoio do parlamentar, que iniciou, então, tratativas, junto à Seduc e ao Comando Geral da Polícia Militar, para colocar a ideia em prática. Na reunião dessa quinta, a diretora da Mediação Tecnológica da Seduc, Viviane Holanda, explicou que a parte pedagógica deverá ficar a encargo do Comando Geral da PM-PI.

“Recebemos a proposta e estamos estudando a viabilidade de implementação, dialogando com o gabinete do deputado Franzé Silva e com a Polícia Militar. A ideia é que o Comando Geral da Polícia Militar fique encarregado da parte pedagógica, com indicação dos professores especializados e plano de aulas. A partir daí, a Seduc vai analisar a proposta pedagógica apresentada e definir sobre a utilização dos estúdios do Canal Educação”, pontua Viviane.

De acordo como deputado estadual Franzé Silva, o curso preparatório visa “dar ampla oportunidade aos concorrentes em todos os municípios, sobretudo para os mais carentes, que não têm condições financeiras de pagar cursos preparatórios privados, que são muito caros. Além disso, queremos assegurar que os aprovados possam permanecer em seus municípios, reforçando a segurança pública em suas próprias regiões”.

O edital do concurso da PM está previsto para sair no final deste mês. A partir daí, o curso preparatório gratuito deverá ser lançado nos comandos da Polícia Militar em todas as regiões. “Vamos dar ampla oportunidade de acesso aos candidatos do interior, principalmente os mais pobres, para que concorram em pé de igualdade com os demais candidatos. Será um curso de excelência, contando com professores qualificados e de alto nível”, assinala o parlamentar.


Fonte: Alepi
Comentar
Cerimônia de entrega · 13/04/2021 - 12h44

Fundação entrega certificados de participação em workshops


Compartilhar Tweet 1



Nesta quarta-feira (14), a Fundação Wall Ferraz realiza a cerimônia de entrega dos certificados de orientação profissional, que ocorreram no mês de março.

A cerimônia acontece às 16h30, na sede do Balcão do Trabalhador, na Rua Álvaro Mendes, nº 180, Centro, com as presenças do presidente da FWF, Maykon Silva, secretário de Educação, Nouga Cardoso e do secretário da Juventude, João Duarte Neto.

Em março, a FWF realizou três workshops online com os seguintes temas: “Do currículo a seleção”; “Marketing pessoal para se destacar em processos de seleção” e “Como se preparar para novos formatos de entrevista de emprego”.

Dos 33 trabalhadores que participaram dos workshops, 20 foram selecionados para participar da cerimônia de entrega dos certificados, representando os demais.

Para este mês de abril, estão programados mais três workshops de orientação profissional com os seguintes temas: “Desenvolvendo habilidades como diferencial de carreira (15)”, “Características sócio emocionais para se destacar em processos de seleção (21)” e “Como fazer melhor escolha de carreira profissional (28)”.

 


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
600 mulheres atendidas · 13/04/2021 - 11h37 | Última atualização em 13/04/2021 - 11h45

Secretaria e FWF iniciam parceria para capacitar mulheres em Teresina


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres e a Fundação Wall Ferraz deram o primeiro passo para a realização de uma parceria visando atender mulheres em situação de vulnerabilidade social em Teresina.

Na primeira reunião entre as duas secretarias, ficou definido que a FWF irá elaborar um cronograma com cursos profissionalizantes que serão oferecidos às mulheres atendidas pelos programas desenvolvidos pela SMPM.

Ao todo serão beneficiadas cerca de 600 mulheres atendidas pelo Florescer – Serviço de Atendimento Integral as mulheres e suas crianças e pelo Centro de Referência as mulheres em situação de violência.

“Estamos trabalhando para empoderar as mulheres da nossa capital e isso se faz com autonomia financeira. Por isso, buscamos a FWF para oferecer cursos profissionalizantes que possam inserir essas mulheres no mercado de trabalho”, ressaltou Carol Leal, secretária executiva da SMPM.

“Foi uma reunião bastante produtiva para criação desse projeto que vai permitir que mulheres menos favorecidas ingressem no mercado de trabalho de forma digna”, afirmou Pedro Ferreira, superintendente executivo da FWF.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Fundação Wall Ferraz iniciou nesta quinta-feira (10) um curso de técnicas de manipulação de alimentos e de higiene para os feirantes do mercado do Satélite na zona Leste de Teresina.

Um total 20 feirantes participam do curso que visa qualificar sobre as técnicas corretas de manipulação de alimentos e as técnicas de higiene.

Segundo o presidente da Fundação Wall Ferraz, Maykon Silva, é importante reforçar os cuidados, principalmente em tempo de pandemia. “Reforçar as técnicas corretas de manipulação de alimentos e de higiene é necessário e ainda mais por conta da pandemia se torna mais urgente ainda”, ressalta.

 


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O ano começou com uma nova oportunidade de desenvolvimento profissional para os educadores de escolas públicas brasileiras. A Faculdade de Educação da USP e o Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas (NAP-USP), em parceria com o Instituto iungo, estão com inscrições abertas para os Cursos de Atualização “Repensando o Currículo”, online e gratuitos. Até o dia 5 de fevereiro, as escolas públicas de todo o país podem inscrever docentes dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, coordenadores pedagógicos e diretores no programa. 

Os cursos - em quatro áreas: Humanidades, Linguagens, Ciências e Projetos de Vida -  promoverão o desenvolvimento profissional dos participantes por meio de experiências e práticas educativas emancipadoras e ativas, auxiliando escolas e suas equipes a repensarem o seu papel, o currículo e as práticas educacionais. O programa acontece de 01/3 a 30/4 e cada curso tem carga horária de 120 horas. Todas as informações e o formulário de inscrição estão disponíveis no site: www.repensandocurriculo.org


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Confira as áreas · 01/02/2021 - 10h05 | Última atualização em 01/02/2021 - 10h14

Escola do Legislativo e UFPI vão firmar convênio para realização de cursos


Compartilhar Tweet 1



Em reunião, o presidente da Escola do Legislativo Professor Wilson Brandão, deputado João Madison (MDB), e o reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Gildásio Guedes, discutiram a formalização de convênio para oferta de cursos na área de Gestão Pública, Ciência Política e Agronegócios.

A meta é qualificar os servidores do Legislativo, bem como oferecer alternativas para segmentos dinâmicos como o agronegócio.

De acordo com o reitor, a UFPI está preparada para atender demandas do setor agrário, inclusive disponibilizando de laboratórios aparelhados para prestar serviços de alta qualidade.

“A princípio, Gestão de Agronegócio deve ser um curso de extensão. A intenção é permitir a melhor gestão desses negócios, tanto os de pequeno como os de grande porte. Há ainda a ideia de se ofertar cursos de qualificação técnica do setor”, acrescentou o presidente da Escola do Legislativo.

Também participaram da reunião a coordenadora de pós-graduação, Socorro Barreto e o pró-reitor de Assuntos Estudantis e Comunitários (ligado ao Centro de Ciências Agrárias), Williams Costa Neves.

A parceria entre a Escola do Legislativo e  UFPi vai ofertar cursos de pós-graduação (especialização e mestrado) nas áreas de Políticas Públicas e Ciência Política, que visam atender interessados do segmento público e servidores da Assembleia Legislativa.

Projetos - Ficou acertado que as duas instituições vão montar equipes de trabalho para formatar os projetos a fim de que, em breve, sejam transformados em cursos e viabilizados à comunidade.


Fonte: Alepi
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Universidade Federal do Piauí (UFPI) lançou o edital de seleção do Curso de Especialização Interdisciplinar em Educação, Desenvolvimento Sustentável e Direitos Humanos. O curso é gerido pela Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX).

A seleção das 50 vagas ofertadas ocorrerá através do Currículo Lattes. O curso tem duração de 18 meses e terá o investimento mensal de 360 reais. Conforme a professora do Centro de Ciências da Educação, Diretora de Governança da UFPI e coordenadora do curso, Cleania Sales, o curso é direcionado para profissionais e graduandos concludentes das áreas de Educação, Engenharias, Agronomia, Arquitetura, Direito, Administração e áreas afins.

“O curso é alinhado aos objetivos do desenvolvimento sustentável definidos pela Agenda 2030 da ONU que são os norteadores das decisões no campo da política, da ciência, da tecnologia, das artes, da cultura, da gestão e da educação até os próximos 10 anos. Vem justamente atender a uma demanda de qualificar profissionais de diversas áreas para a implementação destes objetivos”, afirmou.

Segundo a professora Cleania Sales, há uma ausência relacionada a estudos e projetos de sustentabilidade atrelados aos direitos humanos e à educação. “Este curso preenche esta lacuna à medida que objetiva capacitar educadores, profissionais de diversas áreas e gestores para atuarem na construção de espaços sustentáveis e na garantia dos direitos humanos. Assim, poderão contribuir na elaboração de políticas públicas e na execução de projetos voltados para a sustentabilidade e a inclusão social, de modo a minimizar os problemas que a sociedade tem enfrentado”, disse Cleania Sales.

O curso foi elaborado por uma comissão composta pela professora Cleania Sales, do Centro de Ciências da Educação (CCE); pela professora Josy Furtini, do Centro de ciências da Natureza (CCN); pelo professor Marcelo Furtini, do Centro de Tecnologia (CT) e pelo superintendente da FADEX e professor do Centro de Ciência Humanas e Letras (CCHL), Samuel Nascimento.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Veja como se inscrever · 19/12/2020 - 09h25 | Última atualização em 19/12/2020 - 09h28

Uespi lança edital de especialização com mais de 800 vagas


Compartilhar Tweet 1



A Universidade Estadual do Piauí (Uespi), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e PósGraduação (PROP), torna público o Edital com as condições de habilitação às vagas oferecidas para os Cursos do seu Programa de Pós-Graduação Lato Sensu, para o 1º semestre de 2021, a serem ofertadas em diversos Campi.

Os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu são destinados a candidatos diplomados em Cursos de Graduação ou demais Cursos Superiores e que atendam às exigências do edital.

O edital oferta mais de 800 vagas para 6 campi da universidade. As inscrições serão realizadas no período de 04/01/2021 a 05/03/2021 através do site da PROP. Todas as especializações são pagas, sendo o valor variável em cada curso.

A seleção constará de 3 (três) etapas:
1ª. Inscrição;
2ª. Análise de Currículum;
3ª. Justificativa/Carta de Intenção ou Entrevista Individual

Os cursos serão ofertados em regime presencial. Permanecendo a atual situação de pandemia, poderá haver algumas aulas remotas, desde que haja manifestação das Coordenações de cada Curso, após consultarem os alunos matriculados.

Confira:

Edital PROP 005 – 2020-ESPECIALIZAÇÕES


Fonte: Governo do Piauí
Comentar
Aprendizagem Rural · 14/12/2020 - 15h05

Senar-PI abre seleção para curso Técnico em Agronegócio


Compartilhar Tweet 1



O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-PI) está com inscrições abertas para o processo seletivo do curso técnico  gratuito em Agronegócio, na modalidade a distância.

As vagas prioritárias são destinadas ao público rural. Os interessados em se candidatar precisam ter concluído o ensino médio e podem se inscrever até o dia 27 de janeiro de 2021 pelo site etec.senar.org.br . O curso é reconhecido pelo Ministério da Educação. O diploma é válido nacionalmente.

O curso técnico em Agronegócio é focado nos procedimentos de gestão e de comercialização. São oferecidas no Piauí 80 vagas, distribuídas nos 4 polos de apoio presencial do Senar: Teresina, Campo Maior, Parnaíba e Guadalupe. A carga horária total é de 1.230 horas distribuídas em dois anos. Desse total, 20% da são aulas teóricas, atividades práticas e avaliações.

Antes de efetivar a inscrição, os candidatos devem ler o edital atentamente. Embora os cursos sejam a distância, o candidato deve indicar um dos polos de ensino para participar das atividades práticas.

Para ler o edital, visualizar a lista de polos e efetivar a inscrição, acesse: http://etec.senar.org.br/

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 642 0999 com atendimento de segunda a sábado, das 8h às 20h (horário de Brasília).


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Diversas áreas do conhecimento · 19/11/2020 - 08h24

TCE/PI e UFPI assinam convênio para cursos de pós-graduação


Compartilhar Tweet 1



Representantes do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI) e da reitoria da Universidade Federal do Piauí (UFPI) se reuniram para assinatura de um convênio, visando a realização de cursos de Pós-Graduação voltados para membros e Servidores da Corte de Contas. Os cursos abrangem diversas áreas do conhecimento e visam aprimorar a formação e atuação dos colaboradores do TCE/PI.

A assinatura foi realizada na sede da reitoria da UFPI, contando com a presença do presidente do TCE/PI, Conselheiro Abelardo Pio Vilanova, dos conselheiros Lilian Martins, Jaylson Campelo e Jackson Nobre Veras, e da diretora executiva da Escola de Gestão e Controle Conselheiro Alcides Nunes (EGC) Valéria Leal.

Pela UFPI, assinaram o Magnífico Reitor José Arimatéia Dantas Lopes, o Superintendente da Fundação Cultural de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX) Samuel Pontes do Nascimento e a Pró-Reitora de Ensino de Pós Graduação Regina Lúcia Ferreira Gomes.

A Conselheira Lilian Martins afirmou que a assinatura do convênio era um grande passo para o Tribunal e para a EGC. “São várias áreas envolvidas, sendo um verdadeiro gol de placa do Tribunal, através da Escola de Gestão e Controle”, afirmou.

Serão ofertados pela UFPI, por intermédio da FADEX, 11 programas em nível de mestrado, e mais 4 em nível de doutorado, contemplando um total de 84 servidores. Cada programa irá especificar seu cronograma de matrículas e disciplinas, com uma duração máxima de 24 meses para mestrados, e 48 meses para doutorados. Ainda de acordo com o convênio, novos programas de mestrado e doutorado podem ser adicionados, conforme critério dos entes conveniados.


Fonte: TCE-PI
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Curso de Formação da Polícia Civil do Piauí retorna suas atividades nesta segunda (05/10) na Acadepol  (Academia de Polícia Civil), de acordo com o protocolo de retomada de aulas presenciais no Estado.

Em formação, são 58 delegados, 51 peritos médicos legais e 82 agentes, cumprindo a última etapa do concurso. O curso de formação havia sido suspenso por conta da pandemia de Covid-19.

Cada aluno deve apresentar laudo de exame (sorológico) para Covid-19 com resultado negativo no dia do retorno, feito até 72 horas de antecedência. Também será de uso obrigatório de máscara; face shield; álcool em gel individual e outros equipamentos de proteção sanitária que podem ser solicitados pela Coordenação do Curso. Além disso, haverá uma enfermeira, em parceria com a Secretaria de Saúde, para os primeiros atendimentos caso seja necessário durante as aulas na Academia.

As aulas ocorrem em dois turnos, manhã e tarde, para evitar aglomeração conforme o Protocolo de Biossegurança.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Parceria com ministério · 25/09/2020 - 08h23

Projeto do Senai vai qualificar trabalhadores para a indústria 4.0


Compartilhar Tweet 1



O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) lançou projeto com o objetivo de capacitar trabalhadores em temas relacionados à chamada indústria 4.0. A iniciativa terá caráter experimental e será oferecida em parceria com o Ministério da Economia.

No projeto está prevista a oferta de conteúdos vinculados a essa nova modalidade de indústria, baseada na coleta e no processamento de dados em alta conectividade, como por meio da Internet das Coisas, e em novas tecnologias como inteligência artificial e manufatura avançada.

O curso de metalomecânica, por exemplo, abordará técnicas e recursos relacionados à manufatura avançada. No de Tecnologia da Informação estão previstos conteúdos sobre programação e testes de sistemas de inteligência artificial.

Poderão participar jovens de 14 a 24 anos. Os interessados deverão acessar a plataforma do Senai Contrate-me e fazer o cadastro. A seleção contará ainda com entrevistas para avaliar os perfis dos candidatos.

Segundo o Senai, o objetivo é que os cursos agreguem conhecimento para auxiliar na busca por vagas no mercado de trabalho. A entidade destaca que essa qualificação também pode contribuir para a busca de carreiras no ensino superior.

O projeto prevê parceria com indústrias e empresas, que disponibilizarão 280 vagas aos participantes. Segundo o Senai, seis em cada 10 alunos dos cursos saem empregados após as atividades.

“Vamos fazer não apenas um sistema de aprendizagem tradicional, mas voltado aos fatores da quarta revolução industrial. Estamos falando de um aprendiz que vai ter formação em internet das coisas, big data, digitalização. Como esses são os novos fatores, os cursos têm longa duração e o papel de formar para o mundo do trabalho”, disse o diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi.


Fonte: Agência Brasil
Comentar
Qualificação gratuita · 25/09/2020 - 07h52

IEL lança série de vídeos para qualificação de estagiários


Compartilhar Tweet 1



O IEL (Instituto Euvaldo Lodi) lançou a série Estagiário Extraordinário com informações e conhecimentos importantes para o estagiário ingressar no mercado de trabalho.

Dicas para jovens profissionais que buscam desenvolver uma atuação mais profissional dentro das organizações. Quais as principais características, desafios e habilidades para o estagiário iniciar uma carreira promissora? Saiba na Série Estagiário Extraordinário. 

Confira no canal do Youtube do IEL 

*São 08 módulos online:*

#01 - Afinal, o que é propósito?

#02 - Diferentes gerações e relações no trabalho

#03 - O mundo do futuro

#04 - Inteligência emocional

#05 - Comunicação

#06 – Networking

#07 - Responsabilidade

#08 - Autoliderança

Clique aqui e participe!

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A coordenadora de pós-graduação da Escola do Legislativo do Piauí, professora Socorro Barreto esteve reunida com o presidente da instituição, deputado estadual João Madison definindo as novas pós que estão sendo ofertadas à comunidade.

De acordo com a coordenadora, a Escola da Alepi estão sendo oferecidos os cursos de pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal, Direito Civil e Processo Civil, Direito Agrário e Ambiental, Ciências Políticas e Políticas Públicas, Ciências Criminais com enfoque no Tribunal do Júri, Gestão Pública com ênfase em licitações e contratos, Docência do Ensino Superior e Direito Médico e proteção jurídica a saúde.

As pós foram definidas atendendo a procura junto a escola. “Diariamente recebemos ligações de pessoas buscando informações sobre a oferta de novos cursos, tanto do estado do Piauí, assim como de outros estados, dentre eles o Maranhão, Ceará e Pernambuco.  A prática em direito processual nos juizados especiais cíveis e criminais – aspectos práticos e controversos, por exemplo, está sendo muito solicitado. Sem dúvida é um curso muito importante para quem deseja absorver uma visão mais prático-profissional.  Contaremos com os melhores professores e de renome nacional, dentre eles Thiago Aleluia, Sabrina Dourado e Cristiane Mendonça. Com eles, os participantes receberão o conhecimento, experiência teórica e prática de professores que atuam no dia a dia da advocacia e no judiciário”, ressalta a professora Socorro Barreto.

Especificamente, o curso de Práticas Forense será realizado nos dias: 21/09/2020, 23/09/2020, 28/09/2020, 30/09/2020, 05/10/2020, 07/10/2020, 14/10/2020, 19/10/2020, 21/10/2020.

Outro ponto importante abordado durante a reunião com o presidente da escola, João Madison foi a oferta de um o workshop “Campanha Eleitoral de Resultados”. "Será uma oportunidade ímpar que estaremos ofertando para os candidatos ao cargo de vereador nas eleições 2020. Estamos definindo a data e os temas que serão abordados durante o evento. Sem dúvida, será mais uma iniciativa da escola buscando atender toda comunidade", enfatizou João Madison.

Para mais informações:

(86) 3133- 3350 e 99990-1366


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Modalidade presencial · 24/08/2020 - 14h11

FGV e Ejud-PI lançam editais de seleção para Mestrado


Compartilhar Tweet 1



A Escola Judiciária do Piauí (Ejud-PI) e a Fundação Getúlio Vargas tornam pública a abertura das inscrições de processo seletivo para participação no curso de Mestrado acadêmico em Direito da Regulação, a ser oferecido a partir do dia 5 de novembro deste ano, na modalidade presencial mediada por tecnologia, a magistrados do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí. As inscrições poderão ser efetuadas a partir do dia 24 deste mês, por meio deste link e ficarão disponíveis até o dia 14 de setembro. Estão sendo ofertadas 22 vagas destinadas a magistrados, preferencialmente, e a servidores do TJ-PI. Além destas, a FGV ofertará outras três vagas, destinadas aos primeiros colocados no certame, que receberão bolsas de estudos integrais.

A pós-graduação terá carga-horária de 315 h/a e duração máxima de 24 meses. O objetivo do Mestrado é promover aos juízes do TJ-PI formação continuada de alto nível para o bom exercício das suas funções. O processo seletivo será constituído de três etapas: a primeira e a segunda etapas incluem prova de língua inglesa, com duração de 2h, e prova escrita de conhecimentos específicos, com duração de 3h, nesta ordem; e a última etapa é destinada à análise de currículo profissional e entrevista com a Comissão de Seleção do certame.

As aulas serão ministradas por docentes da FVG com frequência quinzenal, às quintas-feiras e sextas-feiras, no horário de 08h às 18h, e aos sábados, de 8h às 12h, na sede da Ejud-PI (à Rua Joca Vieira, n.º 1449, bairro Jockey Club, Teresina).

Cronograma

As datas das etapas de preparação serão comunicadas aos candidatos via e-mail cadastrado no ato da inscrição. Os candidatos deverão se atentar aos prazos constantes nos cronogramas de ambos os editais, o do FVG e o Edital complementar da Ejud-PI.

Após o período de inscrições, os candidatos serão submetidos às provas online de língua inglesa e de conhecimentos específicos (com data prevista para o dia 25 de setembro). Em seguida, para concorrer às vagas oferecidas, os candidatos aprovados nas duas etapas (conhecimentos gerais e inglês) do seletivo deverão encaminhar a documentação constante nos dois referidos editais, dentro do prazo estabelecido no cronograma. O resultado final deverá ser divulgado nos sites do TJ-PI e da Ehud-PI no dia 20 de outubro.

Confira os editais:

Edital Ejud-PI

Edital FGV


Fonte: TJ-PI
Comentar
Gestão e Inovação na Produção · 28/06/2020 - 08h00

Emater-PI lança sua primeira capacitação totalmente on-line


Compartilhar Tweet 1



O Emater-PI lançou oficialmente sua primeira capacitação feita de forma completamente remota. A oficina “Gestão e Inovação na Produção e comercialização de ovos e galinha caipira” contará com 10 módulos, no qual os participantes serão apresentados aos diferentes aspectos da produção, além das alternativas de comercialização e parcerias com instituições governamentais.

O curso foi lançado oficialmente durante  uma live pela plataforma Piauí Conectado e contou com a participação de diversas instituições. O governador do Estado do Piauí, Wellington Dias, falou sobre a importância da capacitação.

“É uma iniciativa extremamente importante. Há um espaço para a produção de Galinha Caipira como um segmento essencial, é uma atividade que boa parte das pessoas que hoje precisam de uma alternativa de renda já experimentaram. Creio que, com o aprimoramento dessa produção, ela pode se tornar uma porta de saída para o atual momento. Não se trata de mais um curso, se trata de um passo na recuperação econômica que nós vamos ter que realizar após a pandemia”, destacou o governador.

O diretor-geral do Emater-PI, Francisco Guedes, também falou sobre a realização da capacitação. “Nossa intenção é manter o papel do Emater, mesmo durante a pandemia. Queremos trazer alternativas para que nossa instituição preste assistência técnica e extensão rural de qualidade. Esta atividade vai ser mais uma oportunidade de levar ao conhecimento até a quem não produz ainda, que a criação é uma alternativa de renda e melhoria de vida”, afirmou Guedes.

O curso é uma realização do Emater-PI, Embrapa, IFPI campus Jose de Freitas, com o apoio da Secretaria Estadual de Agricultura (SAF) e da Agência Piauí Fomento. Miguel Ítalo, especialista em inovação, produtor e um dos palestrantes do curso, falou sobre as expectativas com a realização da capacitação.

“A Emater inova ao lançar essa capacitação 100% On-line, mesmo com o momento que estamos vivendo não podemos ficar parados, adquirir conhecimento é a melhor forma para quando voltarmos ao novo normal possamos aplicar o que foi estudado e ter sucesso na produção”, ressaltou.

Com início programado para 08 de Julho, as inscrições começam nesta sexta-feira (26) e vão até a próxima sexta (03), a capacitação pretende alcançar principalmente pessoas que já trabalham na produção de galinha caipira, assim como potenciais produtores, estudantes e técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural. 100 vagas estão sendo disponibilizadas e as inscrições podem ser feitas por meio do link: https://cutt.ly/MikVhNN ou pelo número (86) 99543-8567. Além da troca de experiências, a capacitação oferece certificado de 20 horas para os participantes.

O diretor-geral do campus avançado do IFPI em José de Freitas, Santos Moura, comentou sobre a interação de instituições para realização do curso.

“Primeiramente aproveito para parabenizar o Emater com toda a sua equipe por construir juntamente com o IFPI e a Embrapa essa capacitação. Já temos um projeto piloto desenvolvido pelo Emater junto a Agência de Fomento atuando em José de Freitas na produção de ovos e galinha caipira e que já começa a mostrar resultados auxiliando na renda das famílias, dessa forma esperamos com essa parceria conseguir levar conhecimento aos produtores para que suas realidades sejam transformadas”, destacou.

Com um encontro virtual por semana os 10 módulos trarão em duas horas para cada um dos temas, todos os aspectos envolvidos na produção. O representante da transferência de tecnologia da Embrapa Meio-Norte, Marcos Jacob, destacou o intercâmbio de informações como ponto principal da capacitação.

“É uma iniciativa que leva conhecimento tecnológico ao pequeno produtor, é fundamental disponibilizar meios para que eles tenham acesso as tecnologias e meios de inovação na produção. Então acho que vai ser bastante positivo, até porque dentro da plataforma on-line vamos ter a oportunidade de estabelecer um diálogo para tirar dúvidas dos participantes e poder avançar ainda mais na inovação dos meios de produção”, afirmou.

Aqueles que se inscreverem após as 100 vagas iniciais, ficaram em um cadastro de reserva.

O chefe-geral da Embrapa Meio-Norte, Luís Fernando Carvalho Leite, falou sobre a importância de reforçar uma produção já existente.

“Ficamos felizes de participar dessa parceria e aproveito a oportunidade para parabenizar a equipe pela iniciativa. Conversava com Marcos Jacob e ele me falou que essa atividade é uma das poucas, se não a única, presente em praticamente todas as propriedades rurais do Piauí, isso mostra a relevância da capacitação. Entendemos que podemos levar novos mecanismos na produção realizada no Estado”.

Mais de 200 pessoas acompanharam ao vivo o lançamento da capacitação, e participaram ainda do evento a vice-governadora do Piauí, Regina Sousa; o membro fundador da Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura Familiar, Deputado Franzé Silva; o diretor  presidente da Piauí Fomento, Luís Carlos.


Fonte: Emater-PI
Comentar
Aperfeiçoamento e conhecimento · 06/05/2020 - 12h08

Curso online de gestão cultural traz conhecimento em tempos de Covid-19


Compartilhar Tweet 1



As autoridades de saúde reforçam a necessidade de isolamento social, seguindo as medidas restritivas para conter a pandemia de Covid-19. Para muitos, a possibilidade de investimento em cursos online é uma forma de continuar estudando e se atualizando, mesmo que remotamente. Pensando nisso, o fundador do Grupo Off-Sina, Richard Riguetti, artista e gestor com 40 anos de trajetória, vem ministrando o curso Gestão Cultural - Arte em ação, que já está em sua terceira edição desse o início das medidas de isolamento. As aulas ocorrerão pela plataforma ZOOM, ao vivo, em modelo de contribuição consciente. Serão duas turmas iniciando em maio, contando com dez encontros virtuais, duas vezes por semana.

A gestão cultural visa a organização de procedimentos administrativos, operacionais e humanos no gerenciamento de processos no campo da cultura e da arte. O curso tem como objetivo fornecer elementos básicos da área, envolvendo planejamento estratégico, missão, visão, objetivos institucionais e administração estratégica. Serão duas turmas: terças e quintas, das 10h às 12h, com início no dia 05 de maio; e segundas e quartas, das 20h às 22h, com início em 18 de maio. A ementa é voltada para artistas, educadores, produtores e gestores.

Sobre Richard Riguetti
Formado em Artes Cênicas pela UNIRIO e em Gestão Cultural pela faculdade Cândido Mendes, Richard tem 40 anos dedicados à arte do teatro circense e da poética do palhaço. Da sua trajetória, 32 anos são dedicados ao Grupo Off-Sina e oito anos à Escola Livre de Palhaço – ESLIPA. Ele ainda participou de projetos como: Caravana Petrobras da Cultura; De Olho no Duto; Paulo Freire, o andarilho da utopia; e Leia Brasil. Com o teatro de rua e circo, já trabalhou em praças públicas de 19 estados do Brasil, em 652 cidades, apresentando-se gratuitamente e difundindo a arte da palhaçaria.

Mais informações e inscrições WhatsApp (21) 99535-3983 ou pelo e-mail institutoeslipa.gestor@gmail.com

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Desde o último dia 16 de março, que a Escola do Legislativo do Piauí, professor Wilson Brandão, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde – OMS e Ministério da Saúde - está com suas atividades presenciais suspensas.  A decisão visa conter a propagação do Covid-19, no Brasil e especificamente, no Estado do Piauí. De acordo com o diretor geral da Escola, Leonardo Silveira, mesmo com a suspensão das atividades, todos os coordenadores de cursos, professores e técnicos continuam trabalhando, de forma virtual, para dar continuidade ao semestre letivo em andamento.

Em reunião com a coordenação geral dos cursos de Pós Graduação da Alepi, foi discutida a deliberação do retorno das atividades acadêmicas na instituição, através do sistema online.  De acordo com Leonardo Silveira, apesar do cenário preocupante e delicado, o entendimento tanto do presidente da Escola, Deputado João Madison como também do Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Themistocles Sampaio, é de que a escola não pode parar totalmente suas atividades acadêmicas. Desta forma, a instituição passou a trabalhar por meio de dispositivos tecnológicos, que permitem dar continuidade do semestre letivo.

 A Escola, também, segue as recomendações que o Ministério da Educação. Durante o período de suspensão das aulas, todas as atividades presenciais ocorrerão por meio de uma plataforma virtual de aprendizagem. “Nossa equipe técnica se empenhou bastante e a coordenadora geral dos cursos, professora Socorro Barreto apresentou a plataforma Zoom Cloud Meetings, disponível para celulares Android e IPhone(iOS), aos nossos mestres que aprovaram o sistema. Desde então, as aulas que antes eram presenciais, estão sendo ministradas online para mais de 700 alunos. Tivemos o cuidado de informar a todos os colaboradores de como acessar a plataforma, com divulgação, através de nossas mídias sociais e WhatsApp”, ressalta Leonardo Silveira.

A decisão pela plataforma Zoom foi aprovada pelos professores que testaram antes de iniciar as aulas. Atualmente, a escola conta com a parceria de várias instituições de Ensino Superior no Brasil, o que garante a presença constante de professores locais e outros de renomes nacionais, mestres e doutores que atuam nas áreas do direito e da comunicação. 

A escola oferece vários cursos de pós-graduação nas áreas de direito, educação e comunicação e de capacitação. Desde  2007, que a escola oferece aos parlamentares, servidores, estagiários, profissionais terceirizados e a comunidade em geral, apoio na formação e qualificação profissional.   Mais informações, acesse nossa rede social no instagram(@posgraduacaoalepi) ou pelo whatsapp 86 9.9990-1356.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Devido às medidas de saúde para proteção e controle da transmissão do COVID-19, a Rede Mulher Empreendedora (RME) – primeira rede de apoio ao empreendedorismo feminino do Brasil, a Visa e o Instituto RME anunciam que a partir de hoje, 8 de abril, iniciarão uma atuação online do projeto ‘Elas Prosperam’. O objetivo é fomentar a criação de redes empreendedoras locais e capacitar gratuitamente mulheres de todo o país, levando lições de empreendedorismo e educação financeira. A ação faz parte do Programa Cidades do Futuro, da Visa, que desenvolve ativações para gerar impactos econômicos positivos diretos e promover o desenvolvimento das cidades contempladas pelo programa.

Ao longo do programa, as empreendedoras poderão se inscrever em 6 (seis) grupos online exclusivos para as cidades de São Paulo/SP, Manaus/AM, Teresina/PI, Anápolis/GO, Cascavel/PR e Caruaru/PE. Os grupos e as atividades onlines – como lives, mentorias coletivas e eventos digitais - serão administrados e realizados pelo Instituto RME, com apoio de divulgação nas redes sociais da Rede Mulher Empreendedora.

A Visa está comprometida em apoiar o empoderamento de mulheres e seus negócios, oferecendo ferramentas para alavancar os seus negócios e gerando um efeito cascata em suas comunidades. “A contribuição da Visa será por meio de dicas de empreendedorismo e educação financeira, fundamentais para quem precisa administrar seu próprio negócio, principalmente nos dias de hoje. Os eventos digitais nos ajudarão a chegar em ainda mais empreendedoras”, explica Sabrina Sciama, diretora de Comunicação Corporativa da Visa do Brasil.

"Para o Instituto RME é muito gratificante nos unirmos a parceiros estratégicos que compartilham do mesmo propósito, o de auxiliar a jornada das mulheres empreendedoras, oferecendo capacitação para conquistarem autonomia financeira e mudarem suas vidas e de todos à sua volta", comenta Ana Fontes, Presidente do Instituto Rede Mulher Empreendedora.

Desde 2005, a Visa investe em educação financeira por meio do ‘Finanças Práticas’, programa que oferece conteúdos e ferramentas que auxiliam na gestão financeira de diferentes perfis de pessoas. Em 2020, com o terceiro ano do Cidades do Futuro, a empresa também promoverá outras ações de educação financeira em diferentes cidades brasileiras, como parte do legado e desenvolvimento de todas as regiões do país.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Uma das medidas adotadas no Brasil pela Arcos Dorados, a maior franquia independente do McDonald's no mundo, durante a pandemia causada pelo novo Coronavírus, é compartilhar seus conhecimentos de segurança alimentar por meio de um curso online para micro e pequenos empresários do setor de alimentação. As inscrições estão abertas a partir de hoje (23/03) e seguem até esta quinta-feira (26/03), às 18h, pelo site https://trilhas.info/. A primeira turma terá início na sexta-feira (27/03) e têm vagas limitadas.

O curso conta com uma grade dividida em três pilares principais: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável, frentes em que a companhia é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Essas áreas têm importância essencial para assegurar medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo Coronavírus. A duração de cada módulo será informada aos participantes no momento da confirmação da inscrição.

Para Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados, compartilhar o conhecimento é crucial para que o cenário desafiador seja superado. “O momento exige comprometimento de todos para proteger a população. Acredito na união de forças para que o país possa superar esse momento de pandemia causada pelo novo Coronavírus”, comenta.

Além de sua reconhecida atuação no setor, atendendo os mais rigorosos protocolos de segurança do alimento, a Arcos Dorados também busca ressaltar a importância da educação. No Brasil, a companhia conta com um centro de formação, batizado de Universidade do Hamburguer, que servirá como base para a iniciativa. A empresa investe por ano cerca de 40 milhões de reais em treinamento, contando com estratégias educacionais de ponta.

Doação de refeições para profissionais de saúde
Pensando em apoiar aqueles que estão na linha de frente da batalha contra o Coronavírus, a Arcos Dorados vai doar refeições aos profissionais de saúde de instituições distribuídas por todo o país. As doações tiveram início no último fim de semana, com a entrega de combos para o Hospital CEMA, na capital paulista, e para o Hospital Unimed, de Ourinhos (SP). A ação será expandida para outras praças brasileiras ao longo desta semana por meio do programa Bom Vizinho, uma iniciativa da Arcos Dorados que busca contribuir em diversas frentes com as comunidades onde a companhia atua. As instituições foram selecionadas por seu papel fundamental em meio a essa pandemia.

A rede anunciou que fechará a operação nos salões de seus restaurantes em todo Brasil a partir de 23 de março, mantendo os serviços de Delivery, Drive Thru e, em alguns casos, pedidos para viagem. A medida, tomada como forma de minimizar a circulação de pessoas, é uma das principais orientações das autoridades para conter a transmissão do vírus entre a população. Com a doação para as instituições de saúde, além de contribuir com a alimentação dos profissionais de saúde e pesquisadores, será evitado o desperdício de ingredientes perecíveis que poderiam ser descartados com essa decisão.

Medidas da Arcos Dorados para segurança de seus colaboradores
A Arcos Dorados tem como prioridade proteger a saúde e bem-estar de seus funcionários e clientes. A companhia implementou um comitê focado especialmente em monitorar e agir em torno de diversos assuntos relacionados ao tema.

A empresa estabeleceu um protocolo especial para a operação de seus serviços que serão mantidos – Delivery, Drive Thru e, em alguns casos, pedidos para viagem – incluindo a demarcação de áreas de distanciamento social nos restaurantes, disponibilização de produtos para higienização das bolsas dos entregadores e lavagem de mãos, cuidado no condicionamento de produtos, além do reforço dos protocolos de higiene em todos os restaurantes da rede, como aumento na frequência da limpeza de equipamentos e totens de atendimento, ampliação do número de dispensers de álcool em gel, entre outras ações.

Além disso, entre as iniciativas já implementadas pela empresa, está o home office ou licença remunerada para seus colaboradores que pertencem ao grupo de risco, em todos os setores, inclusive restaurantes, e a recomendação de trabalho remoto para todos os funcionários da sede administrativa; suspensão de viagens e reuniões presenciais; além da intensificação da comunicação interna com informações educativas sobre o tema.

Sobre a Arcos Dorados
A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema quanto em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.200 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Projeto Gastronomia Digital · 12/03/2020 - 09h35

Sebrae e Abrasel lançam novos cursos gratuitos de qualificação


Compartilhar Tweet 1



Já estão disponíveis, no âmbito do Projeto Gastronomia Digital, mais nove cursos online gratuitos para os donos de pequenos negócios que atuam no setor de alimentação fora do lar.

As novas capacitações, lançadas este ano, tratam da otimização de fluxos de serviço em restaurantes de comida a quilo, formalização do negócio, inovação no setor, responsabilidade empresarial, segurança dos alimentos em serviço de buffet, além de gerenciamento de pessoas e de fornecedores.

    Foto: Pixabay

Os conteúdos especializados foram criados pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae, em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Abrasel, por meio do Projeto Gastronomia Digital. Ao todo são oferecidos 27 cursos com o objetivo de aumentar a produtividade dos negócios nas áreas de gestão de pessoas, qualidade e processos, projetos e produto.

Para se inscrever, basta preencher um cadastro nos sites da Conexão Abrasel –  https://abrasel.com.br/conexao/cursos; ou do Sebrae –  www.sebrae.com.br/abrasel. Dentro da plataforma, é possível procurar pelos cursos de acordo com a qualificação desejada. Ao final de cada curso, é apresentado um teste de conhecimentos que dá direito a um certificado de conclusão.

Com mais de 30 anos de experiência no ramo de alimentação em Campo Grande (MS), a dona do restaurante japonês Ichiban, Maura Shiroma, se interessou pelos conteúdos na área de gestão de pessoas e fez três cursos. “A gente aprende muita coisa no dia a dia, mas é preciso buscar um aperfeiçoamento, uma atualização, e se modernizar”, comentou.

A metodologia dos cursos é a fast learning (rápido aprendizado). Os vídeos são curtos (5 a 10 minutos) e o material de apoio é no formato de e-books, o que chamou a atenção de Maura Shiroma. “Como não tenho muito tempo, gostei do método e pretendo fazer outros cursos, assim que eu puder”, ressaltou a empresária.

Desde que foi lançada, em agosto do ano passado, a plataforma já contabiliza 12 mil matrículas realizadas e mais de seis mil alunos. Entre os cursos mais procurados estão "Como desenvolver uma equipe com atendimento de excelência para obter resultados excepcionais" e "O bar como meio de vida: por que planejar o seu futuro?".


Fonte: Agência Sebrae
Comentar
Plataforma de educação · 22/01/2020 - 17h14

TIM Tec oferece cursos online e gratuitos durante as férias


Compartilhar Tweet 1



Resoluções de Ano Novo são muito comuns nesse período. Se estudar nas férias está entre elas, mas a grana está curta, você não precisa alterar seus planos. Para ajudar quem busca atualização ou mesmo recomeçar a vida profissional, o Instituto TIM oferece diversos cursos livres, gratuitos e à distância com o TIM Tec. O vasto conteúdo é voltado a diversas áreas como empreendedorismo, estruturação web, programação, produção de texto, programação em linguagem java, programação de games, entre outros.

Baseada em três pilares – software livre, produção de cursos e parcerias com instituições de ensino – o projeto começou em 2013 com o objetivo de desenvolver uma plataforma virtual que disponibilizasse cursos online, livres e gratuitos sobre tecnologia. A iniciativa está apoiada no conceito MOOC (Massive Open Online Course): qualquer pessoa pode acessar a ferramenta pelo site e fazer os cursos gratuitamente. Por ser um software livre, escolas, universidades e coletivos podem também instalar a plataforma de forma autônoma.

O TIM Tec conta, atualmente, com 30 cursos diferentes, desenvolvidos por especialistas selecionados pelo Instituto TIM a partir de diretrizes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC). O conteúdo pode ser acessado por qualquer interessado pelo site cursos.timtec.com.br.

Sobre o Instituto TIM
O Instituto TIM (www.institutotim.org.br) tem como missão criar e potencializar recursos e estratégias para a democratização da ciência, tecnologia e inovação, promovendo o desenvolvimento humano, utilizando a tecnologia móvel como um dos principais habilitadores. Define sua atuação em projetos focados em quatro pilares: Ensino (projetos educacionais para crianças e jovens); Aplicações (soluções em software livre); Inclusão (difusão do conhecimento) e Trabalho (novas oportunidades de atuação e capacitação).

Em parceria com diversas instituições federais e aproximadamente 70 secretarias municipais e estaduais, como de Educação, Cultura e Planejamento em todo o País, as ações do Instituto TIM já alcançaram cerca de 500 municípios, em todos os 26 estados e Distrito Federal, beneficiando mais de 700 mil pessoas, especialmente, crianças de 6 a 12 anos.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Acontecerá de 28 a 31/01 · 18/01/2020 - 10h30

Piauí Conectado promove curso gratuito para servidores de TI


Compartilhar Tweet 1



A empresa SPE Piauí Conectado vai promover um curso gratuito com duração de quatro dias, de 28 a 31 de janeiro, na Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí (ATI). O objetivo é capacitar os servidores do Estado e melhorar as práticas do gerenciamento de serviços de Tecnologia da Informação (TI).

O curso abordará o tema “Fundamentos de ITIL V3 – Padrão de Gerenciamento de Serviços de TI” e será ministrado pelo professor e engenheiro Antônio Cebalho, diretor de Projetos e Tecnologia da GlobalTask. Ele já trabalhou tanto em empresas nacionais, entre elas Furnas Centrais Elétricas, Vale do Rio Doce e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, como participou de projetos no Brasil e no Exterior.

Para o professor, o curso é uma oportunidade de aprimorar e modernizar os trabalhos, uma vez que o ITIL é recomendado no mundo todo. “Trata-se de um padrão mundial de gerenciamento de serviços, você aprende vários processos que vão facilitar o trabalho de qualquer profissional da área de TI, que lida com incidentes no seu dia a dia. Os participantes poderão gerar resultados mais eficientes e eficazes”, garante.

O coordenador de Núcleos Setoriais de Informática da ATI, Richardson Santos, vai participar e ressalta a importância da iniciativa. “É válida, necessária e muito importante, não só pra ATI como para núcleos de tecnologia de outros órgãos do Estado. O curso e a temática dele são uma forma de estabelecer e adotar melhores práticas no gerenciamento e atendimento das demandas de tecnologia de cada setor”, diz.

De acordo com a coordenadora de projeto sociais da Piauí Conectado, Charlene Queiroz, a ideia surgiu quando perceberam a necessidade dos servidores se especializarem na área. “Já ouvimos falar de pessoas que saem de Teresina para buscar o curso, então decidimos trazê-lo e beneficiar o máximo de servidores que conseguirmos”, ressalta.

Participarão profissionais que atuam direta e indiretamente na entrega de serviços de TI e/ou Telecom; equipes técnicas de TI, desenvolvedores, coordenadores e supervisores de TI; gerentes, diretores e pessoal de Suporte Técnico de Redes/Software Nivel 1, Nível 2 e Nível 3.

O conteúdo programático do curso possui oito módulos e discutirão: Introdução a ITIL, gerenciamento dos serviços como uma prática, estágio de estratégia, desenho, transição e operação de serviço, assim como melhoria de serviço continuada (MSC).

Ao final do curso, cada servidor receberá um Certificado de Participação com carga horária de 16h, emitido pela GlobalTask. A SPE Piauí Conectado é uma empresa que possui contrato na modalidade de Parceria Público-Privada com o Estado do Piauí. O objetivo da concessão administrativa é a construção, operação e manutenção de infraestrutura de transporte de dados, voz e imagem para a administração pública e população piauienses.


Fonte: Governo do Piauí
Comentar
Inscrições abrem dia 20/01 · 09/01/2020 - 09h19 | Última atualização em 09/01/2020 - 14h46

Sesc abre vagas para cursos gratuitos de inglês em Teresina e Parnaíba


Compartilhar Tweet 1



O Sesc Piauí abre vagas para cursos gratuitos de inglês em Teresina (Sesc Centro) e Parnaíba (Sesc Avenida) pelo Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG).

As vagas são destinadas prioritariamente aos trabalhadores do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, seus dependentes e aos estudantes da rede pública de educação básica, todos de baixa renda – cuja renda familiar não ultrapasse o valor de três salários mínimos nacionais.

No ato da inscrição o candidato ou o seu responsável legal, quando o mesmo for menor, deve apresentar os documentos originais e entregar as seguintes cópias: RG ou certidão de nascimento do candidato; CPF do candidato; RG e CPF do responsável legal, quando for o caso; comprovante de residência atualizado; documento que comprove deficiência física ou mental do candidato, quando for o caso; comprovante de escolaridade do candidato (histórico escolar e/ou declaração escolar); carteira do Sesc atualizada (quando o candidato for trabalhador do comércio de bens serviços e turismo ou seu dependente) e comprovante de renda familiar bruta.

As inscrições devem ser feitas de 20 a 23 de janeiro, das 8h às 12h e das 13h às 18h, na Central de Atendimento do Sesc Centro, em Teresina, e nos mesmos dias e horários na Central de Atendimento do Sesc Avenida, em Parnaíba.

A seleção acontece no dia 24 de janeiro e o resultado estará disponível no dia 27 do mesmo mês no site do Sesc (www.pi.sesc.com.br) e nos quadros de aviso das unidades em Teresina e Parnaíba.

As matrículas podem ser feitas de 28 a 31 de janeiro também nas Centrais de Atendimento das duas unidades, em Teresina e Parnaíba, das 8h às 12h e das 13h às 18h. O início das aulas será informado no ato da matrícula.

Confira abaixo as especificações das vagas:

Teresina – Sesc Centro

Inglês Teen – 12 a 13 anos – 120h – Turno tarde – 25 vagas
Inglês módulo I A – a partir de 14 anos – 120h – Turno manhã – 25 vagas
Inglês módulo I B – a partir de 14 anos – 120h – Turno tarde – 10 vagas
Inglês módulo II A – a partir de 14 anos – 120h – Turno manhã – 15 vagas
Inglês módulo II B – a partir de 14 anos – 120h – Turno tarde – 23 vagas

Parnaíba – Sesc Avenida

Inglês Teen – 12 a 14 anos – 60h – Turno manhã: 25 vagas | Turno tarde: 25 vagas
Inglês módulo I – a partir de 15 anos – 60h – Turno tarde: 50 vagas | Turno noite: 25 vagas

CONFIRA O EDITAL COMPLETO E ACESSE A PÁGINA DE INSCRIÇÃO


Fonte: AsCom
Comentar