Vasta programação · 18/05/2022 - 12h00

20ª Semana Nacional dos Museus começa nesta quarta (18)


Compartilhar Tweet 1



Começa nesta quarta-feira (18/05), no Museu do Piauí, a 20ª Semana Nacional de Museus, com tema “O poder dos Museus”. Uma vasta programação deve movimentar o espaço de memória, no período de 18 a 24 de maio, oferecendo entre outras coisas, apresentações artísticas, música, exposições e oficinas. O público terá diversidade de atrativos, o que já é uma característica marcante da rotina do Museu do Piauí.

“Trazemos o passado e o presente como forma de atrair o público, mostrando que o museu é uma instituição que representa a contemporaneidade, o hoje. Conhecer o passado é uma forma de entender o presente e planejar o futuro”, declarou Dora Medeiros, diretora do Museu do Piauí.

A abertura oficial terá a apresentação do Madrigal Vox Populi, um coral independente teresinense, regido por Pedro Furtado. O Hino do Piauí abrirá o repertório. A sequência da programação prevê a abertura da exposição “Novo Amanhecer” da artista plástica Dalva Santana. Uma das novidades das tardes será o Projeto Rádio Museu: A Música em Sua Essência. Os janelões do prédio vão ecoar músicas de época.

“As ondas musicais atraem as pessoas. Queremos usar isso para trazer o visitante para conhecer nosso acervo”, acrescenta Dora.

Comemorado em 18 de maio, o Dia Internacional do Museu, instituído pelo Conselho Internacional de Museus, é uma data em que se destaca a importância destes espaços de memória, que guardam fragmentos da história e da identidade dos povos.

O Museu do Piauí, sediado na Rua Areolino de Abreu, Centro de Teresina, possui 16 salas temáticas e um acervo de quase 7 mil peças. A casa é vinculada à Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

PostMídia: (86) 9 8803-2794


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Ascom

Exposição, debate, oficina e música se juntam para dar visibilidade ao “Poder dos Museus”, tema da 20ª Semana Nacional dos Museus, que será aberta oficialmente na quarta-feira (18/05), no Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes, com apresentação do Coral Madrigal Vox Populi, às 9 horas.

O tema “O Poder dos Museus”, escolhido pelo Conselho Internacional dos Museus (Icom), evidencia a dualidade existencial dessas instituições: a potencialidade social transformadora em suas ações, bem como a capacidade em controlar, manter e impor determinados padrões.

Até o dia 10 de junho, a casa abre as portas para visitação à exposição da artista Dalva Santana, que tem como tema “Novo Amanhecer”. São 22 telas criadas entre os anos de 2017 a 2021, que retratam o estilo próprio da artista, aliando o processo criativo abraçando a liberdade na combinação de cores e movimentos. Cada quadro possui seu diferencial, no qual Dalva nos convida, por meio da sua arte, à imersão no universo marcado por relações de afeto, pela presença da dança, da música e da cultura em suas mais diversas manifestações.

“Este ano, ligado ao tema ‘O Poder dos Museus’ e como forma de dar mais visibilidade a essas instituições, o Museu do Piauí está com uma programação bastante interessante, com abertura dia 18 de maio, na qual comemoramos o Dia Internacional dos Museus. Além da apresentação do Madrigal Vox Populi e a exposição de Dalva, teremos também o lançamento do projeto ‘Rádio Museu – A música em sua essência’, dentre outros eventos, que seguem até dia 24 de maio. Então, participem, vão ao Museu do Piauí e conheçam a história e sua memória”, ressalta a coordenadora do Museu do Piauí, Dora Medeiros.

A 20ª Semana Nacional de Museus é uma realização do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e no Piauí tem o apoio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

Confira a programação do Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes:

18/05 (Quarta-feira)

Dia Internacional dos Museus

9h – Abertura oficial com apresentação do Madrigal Vox Populi

9h30 – Abertura da exposição “Novo Amanhecer” – Artista: Dalva Santana

15h – Lançamento do Projeto “Rádio Museu: A Música em sua Essência” Coordenação: James Wagner (professor do Educativo do Museu do Piauí)

20/05 (Sexta-feira)

Oficina – Culminância da oficina de Papietagem – “O Museu em Forma de Arte”. Mediadora: Manu Sato (Arte-Reabilitadora, Arte-educador e artista plástica Manu Sat

24/05 (Terça-feira)

Imersão estética com Jacson Pollock

 

PostMídia (99) 8175-5041


Fonte: Governo do Piauí
Comentar
Final de semana com diversão · 06/05/2022 - 11h21

Saiba tudo sobre a agenda cultural para este sábado (07) em Teresina.


Compartilhar Tweet 1



Notícia da Manhã - O final de semana está chegando, e neste sábado (07/05), dia que antecede o dia das mães, vai ser de muita cultura e diversão, e para você que ainda não tem para onde ir, saiba tudo o que vai acontecer na capital Teresina.

    Reprodução

Logo pela manha ás 7h, no Parque da Cidadania, acontecerá o 'Enfim Juntos', que é um casamento comuniário. No local também haverá shows de Patrícia Melody, duo de sax e orquestra de violões.

    Reprodução

No mercado do Mafuá irá acontecer o 'Mafuarte', ocupação cultural com discotecagem, vinil, feira de livros e plantas. Haverá também apresentação circensce Trupe do Sardinha, além de shows com Rigo/Jason, Caju Pinga-Fogo e Roque Moreira.

    Reprodução

Para fechar o dia, às 21h terá o "Retrônight, no bar da Ramber, com shows de Skyline (cover do A-HA), Dj Marceleleco, Dj Sandro e muito mais.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar
Filhas do Sol do Equador · 29/03/2022 - 18h30

Exposição mostra a representatividade feminina


Compartilhar Tweet 1



Band Piauí - Uma exposição no Museu do Piauí homenageia as mulheres piauienses, e mostra a importância da representatividade feminina que marca a história do Estado do Piauí, no mês da Mulher.

A força da identidade feminina piauiense, é exposta em treze obras de artistas do coleitivo voragem. Com nome de filhas do Sol do Equador, exposição homenageia as mulheres do estado.

    Reprodução

"Nós decidimos fazer um mapeamento visual de mulheres do Piauí, que habitaram esse solo, que fizeram história nesse solo", disse Raiane.

Segundo a curadora Raiane Raio, a exposição foi construída a partir dos eixos, artes, direito, política e cidade, que visam costurar as narrativas e vivências dessas mulheres. Raiane explica que as artistas utilizaram diversas linguagens, que vão desde a pintura, escultura, a colagem lambe lambe e digital, para representar personagens com as quais se identificam.

"Não há uma essência em ser mulher, então nós somos diversas, nossas obras também são diversas assim como as nossas histórias", completa.

Esperança, garra, coragem, liberdade e força, essas palavras entooam os gritos de guerra e paz de treze piauienses que estão expostas no Filhas do Sol do Equador.

No Museu Piauí tem a Esperança Garcia, Francisca Trindade, Regina Souza, e muitos outros nomes que fizeram e fazem história no Piauí.

    Reprodução

"Mulheres que ainda estão em atividade, que ainda estão nas suas lutas. A professora Sueli é um exemplo dessa mulher, e está sendo representada aqui, as artes são muito lindas. Neste mês da mulher é interessante e importante trazer essas trajetórias, acho que é exemplo pra muita gente", disse Clarissa Carvalho.

    Reprodução

"Nós imaginamos que isso seria interessante encaixar essa proposta na na comemorações do Dia Internacional das Mulheres, por isso a gente fez esse diálogo, e foi possível trazer essas linguagens diferentes, e trazendo essas personagens diferentes pra o espaço do Museu do Piauí", disse Elaini Pacheco.

Pra quem ficou interessado em conhecer um pouco mais sobre a história e representações dessas treze piauienses ainda dá tempo de o museu. A exposição vai ficar disponível até o dia oito de abril.

"O público pode vir, não paga pra visitar a exposição, então a gente convida, e é importante aproveitar esses espaços pra nós se apropriarmos na nossa história", finaliza.

(86) 9 8803-2794

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Artistas teresinenses estarão participando do Projeto Vem pro Teatro, que acontece, no próximo sábado (26/03) e no domingo (27/93), no Teatro João Paulo II, na zona Sudeste e no Teatro do Boi, localizado na zona Norte de Teresina. De forma gratuita, o projeto visa aproximar ainda mais a população das casas de espetáculos, que por dois anos estiveram com suas portas fechadas por conta das restrições exigidas devido ao momento pandêmico.

Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), conta que as casas de espetáculos foram as primeiras a serem afetadas com as restrições e que agora, com a flexibilização de algumas medidas sanitárias, a Prefeitura de Teresina pretende retomar a movimentação desses espaços. Para o presidente, essas medidas além de oferecer opções culturais para a população, também servirão para valorizar o artista local dando a eles oportunidades de gerarem renda às suas famílias.

“Este retorno é motivo para comemorar passamos muito tempo sem vivenciar espetáculos nos teatros, nas nossas casas. O prefeito Dr. Pessoa é um grande entusiasta da cultura teresinense, e já nos pediu um plano de retorno gradual das atividades nos teatros, bem como a realização de eventos em comunidades urbanas e rurais, isso a fim de oferecer cultura de forma igualitária para todos os municípios”, comenta Ênio Portela.

Para o cantor André Veras, um dos artistas que irão se apresentar no Vem pro Teatro, o apoio da Prefeitura de Teresina neste momento é muito importante para o artista local, principalmente para aqueles que vivem apenas da cultura. Para o cantor, essa vai ser uma oportunidade para os artistas voltarem a se aproximar do público, além de dar mais visibilidade ao nosso trabalho.

“Fico muito feliz por ter sido chamado para participar desse evento, ainda mais sabendo que é algo que valoriza o trabalho do artista da terra, aquele que nasceu aqui e que tanto luta para divulgar a sua arte. Espero a presença de todos vai ser uma festa bonita, uma oportunidade de reencontro”, conta André Veras.

Este retorno das atividades nos teatros contará com mais de 20 atrações abordando todos os públicos, desde o infantil com os palhaços Bolim & Bolão até o adulto com Janaina & Banda e ainda André Veras e Forró Alazão.

Veja a programação:

Sexta-feira (26)

Teatro do Boi

SHOW INFANTIL – BOLIM & BOLÃO – 17H.
CORPO DE BAILE DO TEATRO DO BOI – 17:40H.
ESPETÁCULO INFANTIL – JOÃO TRANCOSO – 18H.
GRUPO DE DANÇA – 19H.
SHOW MUSICAL – JANAINA & BANDA – 20H.

Teatro João Paulo II

ESPETÁCULO INFANTIL : O SAPO SEVERINO – 17H.
CIA. DANÇA EFICIENTE : ESPETÁCULO PLENITUDE – 18H.
GRUPO DE CULTURA AFRO AFOXÁ : “DAI-ME LICENÇA” – 18:20H.
GRUPO OPEQ: ESPETÁCULO – LENDÁRIO PIAUIENSE – 18:50H.
GRUPO IRENO GOMES: ESPETÁCULO – DANÇA QUE TEMOS FEITO – 19:30H.
GRUPO THE FLAVOR BATLE : ESPETÁCULO – DANÇA URBANA – 20H.
SHOW MUSICAL: JAMILLY REIS IN TRIO – 20:30H.

Sábado (27)

Teatro do Boi

CIA. TALISMÃ DE CIRCO – 17:30H.
TRUPE EQUILIBRISTA: BOTANDO SENTIDO – 18H.
GRUPO DE DANÇA – 18:40H.
TRUPE DE PONTA CABEÇA – ALÉM DA LONA – 19H.
SHOW DE HUMOR – JACKSTÊNIO – 19:40H.
SHOW DE HUMOR – KATIA PICOLÉ – 20:10H.
SHOW MUSICAL – MACHADO JR & BANDA – 20:40H.

Teatro João Paulo II
MÁGICO ZARON : 17:30H.
KARLA SOUSA: ESPETÁCULO DE DANÇA – VIAGEM NO CORPO BARCO – 18:20H.
GRUPO ARTE 2: ESPETÁCULO DE DANÇA “POSE” – 19H.
GRUPO MUVUCA THE: DANÇA URBANA – 19:40H.
SHOW MUSICAL : ANDRÉ VERAS E FORRÓ ALAZÃO – 20H.

(86) 99984-2824


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Trabalho de 194 páginas · 18/03/2022 - 16h21 | Última atualização em 18/03/2022 - 16h25

Escritor piauiense lança livro: Antigas divindades aladas sob os céus do Piauí


Compartilhar Tweet 1



Dentre os lançamentos literários de 2022, está o livro "Piaga Alado: Raízes, Culto e Magia Ancestral", que traz uma análise sobre as representações da figura denominada "Piaga Alado", recorrente na arte rupestre piauiense.

Sacerdote e escritor Rafael Nolêto
Sacerdote e escritor Rafael Nolêto 

Neste trabalho de 194 páginas, é possível conhecer melhor as raízes, o culto e a magia ancestral de uma das mais antigas entidades cultuadas pelos ancestrais brasílicos: o Piaga Alado.

Este livro reúne, em síntese, um apanhado geral sobre a figura do Piaga Alado, analisado sob a perspectiva da religião piaga (Piaganismo). Temos fotografias de grafismos rupestres encontrados de norte a Sul do Piauí, bem como as imagens vetorizadas das cenas rupestres e suas respectivas análises. Aqui, a respeito do Piaga Alado, o leitor poderá encontrar as interpretações do sacerdote e escritor Rafael Nolêto, cruzadas com interpretações de outros pesquisadores das áreas de antropologia e arqueologia.

O prefácio é assinado pelo Doutor em Arqueologia e Antropologia, Michel Justamand. Um dos capítulos, fundamentando a questão das tradições de arte rupestre, é narrado pela arqueóloga Vanessa Belarmino.

Na obra também são trazidas ressignificações modernas sobre os grafismos apresentados. Portanto, o trabalho pode ser classificado como um estudo interdisciplinar e também como um devocionário pagão contemporâneo.
publicado através do Clube de Autores.

O livro possui formato A5 (148x210), brochura com orelha e é impresso colorido em papel Offset 90g, podendo ser adquirido pelo Clube de Autores, Amazon, Estante Virtual, dentre outras livrarias virtuais.

Comentar
Retornando de forma gradual · 16/03/2022 - 17h53 | Última atualização em 16/03/2022 - 17h58

Orquestra Sinfônica de Teresina faz concerto de lançamento da Temporada 2022


Compartilhar Tweet 1



Devido a pandemia do coronavírus, a Orquestra Sinfônica de Teresina passou dois anos seguindo as restrições nas apresentações. Agora, retornando de forma gradual, volta a lançar uma temporada completa e com diversas apresentações por toda a capital e interior do estado.

    Ascom

A abertura da temporada acontece no próximo dia 24 de março, no Sesc Cultural, localizado na Avenida Raul Lopes, Bairro Noivos, na zona Leste de Teresina. A entrada será gratuita, porém limitada a 300 lugares, ainda por conta das restrições impostas pela pandemia.

De acordo com o maestro Aurélio Melo, o evento contará com um concerto apresentado em forma de “trailer” do que virá no ano de 2022, com canções eruditas e populares, contando também com as apresentações especiais que marcarão o ano da Orquestra Sinfônica.

“É um prazer receber o nosso público, poder apresentar nossos concertos depois de tanto tempo de incertezas. A participação dos teresinenses é essencial para o sucesso da OST e nós somos muito gratos por todo o carinho que recebemos por onde passamos”, conta o maestro Aurélio Melo.

Para participar do evento, é preciso que os interessados compareçam ao Sesc Cultural para adquirir o ingresso, que estarão disponíveis a partir de segunda-feira (24), nos seguintes dias e horários:

– Dias 21, 22, 23 e 24 de março, das 9h às 17h
– Endereço: Avenida Raul Lopes, 513, bairro Noivos.

Cada pessoa poderá pegar até quatro ingressos, que terão que obrigatoriamente serem apresentados na portaria.

A Orquestra Sinfônica de Teresina realiza um forte trabalho de popularização da música erudita através da execução de canções populares. A Orquestra Sinfônica de Teresina é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, isso com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

 

(99) 8175-5041


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Casa da Cultura, que desde o ano passado passou a funcionar no prédio histórico conhecido como Casa Carlotinha, está aberta ao público com uma série de exposições abordando não só a cultura local, mas também mundial. O objetivo dessas exposições é desenvolver um olhar sensível, além do desenvolvimento do gosto pela arte e manter viva a história teresinense.

As exposições apresentadas são dos acervos da casa, que contam com a Coleção do Jornalista Carlos Castelo Branco, o Trabalho Fotográfico de José Medeiros, a Sala de Geologia e Patologia, Sala de Numismática, com moedas dos cinco continentes do mundo, além de Porcelanas e a exposição de telas de artistas piauienses, entre outras. O passeio pela Casa da Cultura é uma ótima opção para turistas ou para os próprios teresinenses que desejam conhecer um pouco mais sobre a Teresina do passado.

    Ascom

O projeto Casa da Cultura foi criado em 1994 com o intuito de manter intacta a memória da cidade, o mesmo dispõe de um museu que contém um vasto acervo museológico, se tornando um grande atrativo para turistas, estudantes e os próprios teresinenses que buscam conhecer um pouco mais sobre a história da cidade. A mesma funciona de segunda à sexta-feira, das 08 às 13h, na Rua Elizeu Martins, 1426, no bairro Centro (em frente a Praça João Luís Ferreira).

Informações para visitantes

Taxa de serviço:  R$: 2,00 por pessoa
Agendamento de visitação: (86) 99402-5428 – telefone ou (86) 98864-2231 – whatsapp


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Um dos segmentos mais afetados com a pandemia da Covid-19 foi o artístico. Depois de dois anos, o setor se prepara para retomar suas atividades, considerando o ritmo de vacinação e protocolos sanitários no Piauí. Neste contexto, o Centro de Convenções é um marco para arte e cultura, que se consolidará como um complexo multiuso para fomentar essa expressão no Piauí. O equipamento, agora gerido através de uma parceria público privada, segue na contramão da onda de fechamentos de casas de eventos nesse período tão difícil para a lucratividade do setor devido à crise sanitária e econômica e queda de investimento nas artes cênicas e espetáculos culturais no Brasil.

O mais tradicional espaço cultural do Estado é o Theatro 4 de Setembro, com 600 lugares e recursos de som e iluminação próprios para apresentações teatrais adulto e infantil, de dança e de humor. O 4 de Setembro está integrado ao Club dos Diários, configurando um verdadeiro Complexo para a arte e para a cultura piauiense. O Complexo Club dos Diários dispõe de espaço para exposição no salão principal, cineteatro com 130 lugares, sala para oficina de pintura e cerâmica e sala para um centro de documentação. Ao todo, a Secretaria de Estado da Cultura (SECULT) cuida de 23 espaços diversos para expressão de artes e cultura por todo o Piauí.

No Centro de Convenções, a PPP viabilizou equipamentos de refrigeração de ambientes e de iluminação mais modernos em todos os espaços. O sistema de iluminação será LED, que proporcionará mais economia de energia, menor incidência de calor, sustentabilidade com maior tempo de vida útil e diminuição de descarte de resíduos. No Teatro, a concessionária investiu na acústica do palco principal, que vai elevar a qualidade dos espetáculos no ambiente. A acústica é um aspecto técnico essencial para o sucesso de eventos, especialmente shows, pois uma boa acústica permite que o som chegue com clareza a todos os presentes no espaço, sem barulhos externos que atrapalhem a apresentação.

O Centro de Convenções de Teresina se destaca por sua infraestrutura moderna, seus espaços versáteis e sua localização privilegiada. O complexo conta com áreas multiuso individualizadas e modulares para atender a todos os tipos de eventos: feiras, exposições, convenções, congressos, formaturas, shows e muito mais. A concessionária vai oferecer ainda serviços de construção e montagem de elementos cenográficos para personalização do seu evento, além da operação das estruturas necessárias para todo tipo de espetáculo. Iluminação, guarda volumes, internet, telefonia e pontos de recarga, segurança e limpeza também são alguns dos serviços ofertados.

Além do teatro, o Centro de Convenções terá mais quatro espaços onde o público poderá participar de diversos eventos simultaneamente. Só o pavilhão térreo conta com 1.470m² e capacidade para 2.200 pessoas, e as demais áreas incluem o salão nobre com 530m² e capacidade para 700 pessoas, auditório que comporta até 240 pessoas e o restaurante com 660m² e capacidade para 400 pessoas.

A reabertura acontece oficialmente no dia 12 de março, com um show do cantor Geraldo Azevedo. Além disso, já foi assinado o primeiro contrato de um evento a ser realizado através da parceria público-privada (PPP): o espaço recebe nos dias 27 a 29 de abril a Exponor, uma grande feira de fornecedores de supermercados. A Exposição Nordeste do Piauí (Exponor-PI), evento organizado pela Associação Piauiense dos Supermercados (Apisu), vai reunir grandes marcas e ocupará os dois maiores espaços do Centro de Convenções de Teresina, no piso térreo e superior.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Comemorou-se nessa quinta-feira (06/01), o Dia de Reis, que na tradição cristã foi o dia em que os três reis magos levaram presentes a Jesus Cristo. Em homenagem aos reis magos, os católicos realizam a Folia de Reis, que se inicia em 24 de dezembro, véspera do nascimento de Jesus, seguindo até o dia em que encontraram o menino.

Na capital piauiense, a data continua sendo lembrada e celebrada com atividades culturais na região da localidade Formosa, que fica na Zona Rural Sudeste. A Folia de Reis foi realizada pelo Grupo de Reisado Boi Estrela, que há vários anos reúne crianças, jovens e adultos de pelo menos cinco comunidades rurais para manter viva a tradição.

De acordo com o mestre Raimundo Branquinho, coordenador do grupo Boi Estrela, a Prefeitura de Teresina tem feito um trabalho muito importante para ajudar os grupos de reisados que ainda existem. Segundo ele, dos muitos existentes, hoje apenas três estão atuantes. Para o mestre, a saída encontrada por ele para manter essa cultura viva foi trabalhar com crianças mostrando a elas, desde a infância, a importância de se manter vivo o reisado.

“A gestão municipal, através das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, tem feito um trabalho de revitalização desses grupos e isso deu um ânimo para que a gente pudesse seguir em frente, pois sozinhos não conseguimos manter a Folia de Reis”, conta o mestre Raimundo Branquinho, que hoje comanda o grupo com 18 membros.

A tradição de se manter viva essa cultura também parte dos pais, alguns que fazem parte dos grupos de reisados, já dão os primeiros ensinamentos para os filhos, como é o caso de Antônio Francisco, que é pai do pequeno Alcides, de seis anos e que já segue os passos do pai no reisado. Para Antônio Francisco, é importante que essa cultura se mantenha viva, por isso ele faz questão de estar com o filho, ensinando a ele os costumes locais e religiosos.

“Sinto-me gratificado, pois além de já ser um apaixonado pela Folia de Reis, posso ver no olhar do meu filho que ele também irá trabalhar para que o reisado nunca acabe”, comenta Antônio Francisco.

As celebrações do Dia de Reis continuam na cidade. No próximo sábado (08/01) será a vez de a zona Sul celebrar a data com uma festividade realizada pelo Grupo de Reisado Reis de Ouro. O evento está previsto para ocorrer às 17h, na área externa da Igreja de Santa Cruz, na região do bairro Promorar.

Folia de Reis foi comemorada ontem, em Teresina
Folia de Reis foi comemorada ontem, em Teresina    Fotos(Ascom/FMC)

 

Comentar
Evento internacional · 16/11/2021 - 05h00 | Última atualização em 16/11/2021 - 17h28

Festival de Teatro Lusófono será realizado de 22 a 28 de novembro com vasta programação


Compartilhar Tweet 1



No período de 22 a 28 de novembro, Teresina sedia a 11ª edição do FestLuso, evento internacional que reúne artistas e grupos teatrais de territórios que tem a língua portuguesa como idioma oficial. Seguindo todos os protocolos sanitários e de saúde relacionados à Covid-19, o Festival de Teatro Lusófono, neste ano, ocorre em formato híbrido. O público poderá acompanhar as apresentações presencialmente no Theatro 4 de Setembro e no Espaço Trilhos, como também ao vivo pelo canal oficial do evento no YouTube.

Além de atrações nacionais, vindas do Rio de Janeiro, Bahia e Ceará, em 2021, o Festival de Teatro Lusófono recebe espetáculos de Portugal e Moçambique. O elenco do Grupo Harém de Teatro, realizador do FestLuso, também sobe ao palco com a peça “Abrigo São Loucas II – A Quarentena”. O grupo baiano Vilavox abre o evento com o monólogo “Medeia Negra – um grito, épico, lírico e musical”, que faz uma releitura da tragédia grega a partir do olhar de uma mulher encarcerada. A programação do festival conta ainda com oficinas e shows musicais.

“O FestLuso promove tanto o teatro local, como o intercâmbio com artistas de outros países de língua portuguesa, possibilitando ao público o acesso às apresentações de qualidade e totalmente gratuitas. Que bom ter de volta presencialmente esse Festival tão importante para a cultura do nosso estado”, relata o secretário estadual da Cultura, Fábio Novo.

Em 2021, o FestLuso tem patrocínio da Equatorial Piauí, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (Siec). A distribuidora já investiu cerca de R$ 10 milhões na cultura local, financiando projetos de norte a sul do estado. “Estamos passando por mais um ano pandêmico e não poderíamos deixar de seguir com nossa política de patrocínio, contemplando uma das categorias mais impactadas por esse cenário”, declara Joaquim Milhomem, Gerente de Relacionamento da Equatorial Piauí.

O Festival de Teatro Lusófono acontece desde 2008. Assim como nos anos anteriores, nesta edição toda programação é gratuita. “O FestLuso é um evento já tradicional no calendário cultural do Piauí, mas vimos na pandemia uma ameaça para sua realização. Aos poucos vamos retomando as atividades presenciais e temos uma expectativa muito grande para esse reencontro entre o artista do teatro e o público”, afirma Francisco Pellé, um dos fundadores do Grupo Harém de Teatro.


Fonte: Governo do Piauí
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O 1º Encontro de Formação de Multiplicadores de Lideranças Quilombolas do Piauí teve início nesta sexta-feira (12/11) e reúne mais de cem lideranças com o objetivo de promover a sua capacitação para a multiplicação de informação e formação de direitos quilombolas. Ao som de músicas culturais os quilombos dançaram com muita alegria mas sem se esquecer dos seus direitos a serem reivindicados durante as palestras.

O evento é realizado pelo Interpi, por meio da Gerência de Povos e Comunidades Tradicionais (GPCT). A GPCT foi criada em outubro de 2019 para atender às comunidades e povos tradicionais do Estado em relação as suas demandas de regularização fundiária e propriedade definitiva das terras que compõem seus territórios.

Durante os dois dias, sexta-feira (12/11) e sábado (13/11), do 1º Encontro de Formação de Multiplicadores, as lideranças quilombolas participantes debatem temas como a regularização fundiária, produção e assistência técnica nos territórios, legislações, impactos ambientais de grandes projeto em desenvolvimento e educação quilombola, dentre outros.

Confira as imagens do evento feitas pelo 180graus:

 

Comentar
Faz apresentações no estado · 20/10/2021 - 20h58 | Última atualização em 21/10/2021 - 19h49

Cantora Elba Ramalho conhece o artesanato do Piauí em visita a Teresina


Compartilhar Tweet 1



O secretário estadual de cultura, Fábio Novo recebeu nesta quarta-feira (20/10) a cantora Elba Ramalho em visita a Central de Artesanato e outras instituições culturais.

    João Albert

“A cantora Elba Ramalho visitou hoje a nossa Central de Artesanato e se encantou com a cerâmica da Serra da Capivara e com as redes de Pedro II”, comenta Fábio Novo.

Além da Central de Artesanato, a cantora visitou a escola de música Possidônio Queiroz onde foi recebida pelo maestro Aurélio Melo, que lhe presenteou com um dvd da Cantata Gonzaguiana. Elba conheceu também a escola de dança Lenir Argento e finalizou a visita na barraca do Pele

“A visita foi finalizada na barraca do Pelé, como piauiense gosta: tomando cajuína e comenda a paçoca pisada no pilão. Que bom poder mostrar a beleza do nosso Piauí”, comemorou Fábio Novo.

A cantora se apresentou nesta terça-feira (19/10) em Parnaíba e nesta quarta-feira (20/10) em Teresina.

    João Albert
    João Albert

 

Comentar
Alusão ao aniversário de THE · 31/08/2021 - 14h58

Parque da Cidade recebe apresentação da Orquestra Sinfônica de Teresina


Compartilhar Tweet 1



Já imaginou ir passear no parque e ainda curtir a apresentação de uma orquestra sinfônica? Foi exatamente isso o que aconteceu na tarde desta segunda-feira (30/08) abrindo a última semana do mês de agosto.

Como parte das comemorações do aniversário de 169 de Teresina, os músicos da Orquestra Sinfônica fizeram uma apresentação surpresa, dessa vez, no Parque da Cidade, o terceiro parque ambiental da capital a receber o espetáculo. O primeiro foi o Parque Ambiental da Macaúba, e o segundo o Parque da Cidadania, no dia 16 de agosto, na abertura oficial da programação do aniversário de Teresina.

“Como ainda não podemos divulgar por conta das restrições sanitárias e para evitarmos aglomerações, tudo está sendo feito dentro das recomendações de segurança impostas pelos órgãos de saúde. O que podemos adiantar é que todos os parques da SEMAM irão receber essa bela apresentação da orquestra sinfônica de Teresina”, garantiu a secretária do Meio Ambiente, Elisabeth Sá.

A ação, que visa unir cultura e natureza como forma de atrair cada vez mais visitantes aos parques ambientais, é uma realização da Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal Monsenhor Chaves e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

“Todo dia faço minha caminhada aqui e tenho percebido as melhorias no parque. Fico muito feliz porque moro aqui do lado e é a primeira vez que estou tendo a oportunidade de ver a Orquestra assim de perto. Foi uma surpresa muito agradável”, disse emocionada Dona Raimunda.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Em uma edição virtual · 27/08/2021 - 10h41 | Última atualização em 27/08/2021 - 10h49

Em novo formato, Festival de Violões de Teresina segue até domingo (29)


Compartilhar Tweet 1



Iniciou na noite de ontem (26/08), a 4ª Edição do Festival de Violões Teresina, evento que reúne na capital piauiense diversos nomes da música brasileira. Em uma edição virtual por conta da pandemia do coronavírus, o festival iniciou com a apresentação da Orquestra de Violões de Teresina e a participação do violonista Fábio Zanon.

De acordo com Ravi Cordeiro, um dos organizadores do festival, durante quatro dias os internautas terão acesso à cultura através de concertos, aulas e palestras. Ele conta que, apesar de ser um evento remoto, o festival abriu as portas para pessoas de todo o Brasil, que antes não tinham como participar do evento.

“Por conta da pandemia em 2020, mesmo estando tudo preparado, não tivemos como realizar o Festival de Violões de Teresina, pois estávamos vivendo algo ainda desconhecido. Neste ano, resolvemos no adaptar ao momento usando a ferramenta digital como aliada”, explica Ravi Cordeiro.

Durante o festival, os participantes terão a oportunidade de participar de um “Concurso de Violão”, com premiação nacional total em dinheiro de R$ 4.500 mil que vai ser distribuído entre os primeiros colocados, além de uma premiação local.

Atrações

Nesta sexta (27/08), se apresentam no festival, os violonistas Emanuel Nunes, Ederaldo Sueiro e Paulo Martelli. No sábado (28/08), tem Cristiano Braga, Maria Haro, Duo Alieksey Vianna e Roberto Koch.

No domingo (29), último dia de festival, se apresentam Felipe Vilarinho, Amanda Carpenedo e Marco Pereira, além da realização do concurso.

O Festival de Violões de Teresina está sendo realizado com recursos do prêmio Funarte Festivais de Músicas, do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (Siec PI), Prêmio Seu João Claudino, além do apoio do Acervo Digital do Violão Brasileiro e da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O mesmo é transmitido a partir das 20h nas redes sociais do Acervo Violão Brasileiro, direto do Palácio da Música de Teresina.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Secretária Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Direitos Humanos (GDH), vai promover, neste sábado (2808), às 14h, na Ponte Estaiada, zona Leste, a 9°edição da “Cultura Negra Estaiada na Ponte”. A ação, que será transmitida pelo canal no Youtube, TV Semcaspi, contará com apresentações culturais de 10 grupos artísticos da população de terreiros.

O Cultura Negra Estaiada na Ponte, que era conhecido como “Caminhada do Axé”, além da nova nomenclatura, ganhou uma nova proposta. A alteração no evento é a realização de feira de exposição, com produtos artesanais.

Segundo o Gerente de Direitos Humanos da Semcaspi, André Santos, a feira tem como objetivo promover a igualdade e a inclusão social dos povos de Matriz Africana e também revelar a capacidade de produção desses grupos oriundos de terreiros.

“É um evento que já tem vários anos e trabalha com a população negra e essa feira pretende dar oportunidade de divulgar o talento e trabalho dessas pessoas”, pontuou.

André Santos reforça sobre a importância do evento em atuar no combate às intolerâncias sofridas pela população negra.

“O Cultura Negra Estaiada na Ponte chega a sua nona edição com uma grande voz, pela expressão dos povos e pela importância de tratar sobre a intolerância religiosa e racial, que ainda se faz presente em nosso país”, reforçou.

A feira “Cultura Negra Estaiada na Ponte” conta os seguintes parceiros: Semdec; Semec; FMS; Semduh; Saad Leste; FMS; Semest; Semam; e SMPM.

Confira os grupos que irão se apresentar:

1- Movimentação Capoeira

2- Mangá Crioula

3- Grupo afro Coisa de Nêgo.

4- Capoeira Contemporânea

5- Boi Estrela da Noite.

6- Meninos de Ouro.

7- Ylu Ayê

8- Bailado da Salamandra.

9- Boi Dominante da ilha

10- Grupo Afro Oxaguiã.


Fonte: Semcaspi
Comentar
Contará com público restrito · 23/08/2021 - 14h53

Troféu Mérito Folclórico irá premiar personalidades teresinenses


Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina, através de uma iniciativa da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), vai realizar, na noite desta segunda-feira (23/08), a entrega do prêmio Mérito Folclórico, que irá homenagear personalidades locais que atuam na valorização do folclore.

A cerimônia ocorrerá às 19h, no Palácio da Música, que fica no Centro de Teresina e contará com um público restrito por conta das medidas sanitárias devido a pandemia do coronavírus.

O presidente da FMC, Schevyan Lima, fala que o prêmio está em sua primeira edição e leva o nome de Wellington Sampaio, que trabalha há mais de 30 anos com o folclore na capital. Ele é historiador, pesquisador e dramaturgo e também faz parte do quadro de funcionário da FMC desde a sua fundação.

“A ideia do prêmio é destacar personalidades teresinenses. O objetivo é que todo ano aconteça! Cada ano vamos escolher uma área que remeta a cultura. Desta vez, serão 14 pessoas homenageadas na área do folclore”, explica Scheyvan Lima.

Durante a solenidade irá ocorrer a exibição do documentário “Memórias Juninas”, que irá mostrar um pouco das atividades realizadas pela gestão municipal durante o mês de junho. Para que todos possam ter acesso a essa atividade, ocorrerá a transmissão ao vivo pelo youtube e facebook da Fundação Municipal de Cultura e ainda no site cultura.teresina.pi.gov.br.

O evento faz parte da programação do calendário do “Tem Pareia Não!” que comemora os 169 anos de Teresina.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Praça Saraiva, localizada no Centro da capital, será palco da 1ª edição do Projeto Feira das Praças nos dias (20/08) e (21/08). A ação, que tem por objetivo fortalecer e apoiar cada vez mais o empreendedorismo na capital, acontece das 8h às 20h, obedecendo todos os protocolos de saúde e higiene exigidos no momento.

“Essa é mais uma forma de gerar oportunidades de negócios para expositores e compradores locais, além de fazer com que se retome o hábito das feiras e praças, oportunizando mais qualidade de vida para todos, e assim, proporcionando cada vez mais o bom uso dos equipamentos públicos que a cidade oferece”, pontua o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Eulálio.

A Praça Saraiva, local onde será realizada a feira, recebeu melhorias estruturais executadas pela SAAD Centro. Além da instalação de um novo banheiro público, também foram feitas as pinturas dos bancos, postes, meio-fio, passarela central da igreja, recuperação do piso, instalação de novas lixeiras e o plantio de diversas plantas ornamentais em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman).

O local contará ainda com a estrutura de uma praça de alimentação com food trucks, palco para as apresentações artísticas e também banheiros químicos.

Dentre os artigos que serão comercializados por cerca de 30 expositores, estão inseridos produtos de moda, bijuterias, produtos artesanais, variedades, produtos personalizados e muitos outros.

Toda segurança do espaço será realizada pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar.
O evento é uma realização da Prefeitura de Teresina, com execução da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), e que conta com a parceria da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal Economia Solidária (SEMEST), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas integradas (SEMCASPI), SENAR, SEBRAE, dentre outras.


Fonte: SEMEC
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Balé da Cidade de Teresina e a Orquestra Sinfônica se uniram para realizar uma homenagem à Teresina pelo seu aniversário de 169 anos. Ao som da música Teresina, composta por Zé Rodrigues e pelo Maestro Aurélio Melo e com a estação ferroviária ao fundo, os grupos fizeram uma apresentação surpresa para quem passava pelo Parque da Cidadania.

Para Aurélio Melo, os ensaios abertos levam o tema de Teresina e o clima de aniversário da cidade. “Como não podemos fazer um grande concerto para comemorar nossa cidade, nos juntamos com o Balé, com uma música que fala da cidade mas com arranjos do bolero de Ravel, para mostrar que nossa cidade também pode ter o clima de Paris, Roma, através da música e da dança”, conta empolgado.

A coreografia é criação de José Nascimento, do Balé da Cidade de Teresina. Segundo ele, essa é uma forma de homenagear e celebrar esse momento dançando a cidade. “Nomeei a coreografia de Revoada, onde os bailarinos se movimentam em bandos, grupos fazem percursos que reverenciam Teresina indo e vindo como as andorinhas, com corpos ágeis e contínuos um para outro em uma dança feita com as cores do nosso céu. É uma homenagem, um reencontro, um convite a celebrar nosso lugar dançando, voltando aos palcos após todo esse tempo distantes”, explica.

Balé da Cidade de Teresina e a Orquestra Sinfônica de Teresina são mantidas com recursos da Prefeitura Municipal de Teresina, por meio de contratos entre a Fundação Municipal de Cultura e associações culturais.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Vem aí a 1⁰ semana do Hip Hop Teresinense. Organizado pela entidade Nação Hip Hop Brasil com o apoio da Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv) e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC) o evento acontecerá entre os dias 11 a 14 de agosto no Teatro João Paulo II.

Segundo a Secretária da Juventude, Eliana Lago, o evento é coletivo e colaborativo dos artistas que a Cidade tem e com o intuito de aproximar mais a população da cultura Hip Hop.

“É muito importante a realização desses eventos para divulgar a cultura do Hip Hop e ressaltar a importância do ritmo na luta pelos direitos humanos, no combate à discriminação racial e a desigualdade social”, enfatizou.

Na oportunidade acontecerá também a premiação em dinheiro, troféus e medalhas aos participantes.

Programação

Dia 11 de agosto

17h – cerimonia de abertura da Semana com prefeito, secretários, vereadores e convidados.
18h – show do Rapper Lu de Santa Cruz
18:40h – Show Dj Zero
19h – Show Cantora Rapper Alice Wonder
19:20h – Show Grupo Cota Metragem
20h – Show MC Felinho Nordestino
20:40h – Show Uruguaios Loko MC’s

Dia 12 de agosto

17h – Show abertura – BombapStar – Mc’s Peu, Panda e Constantine e Beto Mc
18h – 1° Batalha da SH2The – 1×1 – premiação 1° e 2° lugares. Inscrições na hora.
Jurados: João Narco, Transtorno e Amanda Moura

Dia 13 de agosto

18h – Show de abertura – João Narcoliricista
19h – Slam de Poesia 3V – Verso, Verdade e Vida.
Jurados: Brenda Marques, Amanda e Erick$om. Premiação 1°, 2° e 3°lugares

Dia 14 de agosto

8h – Mutirão de Grafite – 30 Grafiteiros e Grafiteiras.
Muros do Centro Comunitário Anselmo Dias – Parque Ideal. Próximo ao Teatro João Paulo II.
15h – Cypher de Break – Palco do Teatro JPII – Jurados da Federação Piauiense de Break. Medalha para os melhores.
20h Enceramento da Semana


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A campanha do Assaí Atacadista para celebrar o São João deste ano com alegria e economia, o ‘Arrasta Pé em casa’, continua nesta semana para garantir muita diversão com toda a segurança que o momento pede. Nesta quarta-feira (23), a ação traz a live do “poeta” Dorgival Dantas, às 20h, com transmissão gratuita pelo canal do Assaí no YouTube.

A programação de shows do ‘Arrasta Pé em casa’ teve início no dia 11 de junho, com a live de Zé Vaqueiro, e seguiu na última sexta-feira, 18/6, com a live de Raí Saia Rodada, atraindo milhões de pessoas virtualmente para celebrar o São João deste ano no conforto do lar.

Para a data, o Assaí também conta com ofertas imperdíveis em todos os produtos típicos da festividade, e possibilita o parcelamento das compras a partir de R$ 20 em até 3x no cartão Passaí e 2x nas demais bandeiras de crédito. A ação segue em linha com objetivo do Assaí de valorizar as comunidades e as tradições locais onde está presente, assim como a sua forte conexão com o Nordeste.

Na região, o Assaí conta com 49 lojas distribuídas entre todos os nove Estados nordestinos e possui uma previsão de forte expansão ainda este ano. Também em 2021, o Assaí iniciou o patrocínio à Copa do Nordeste, o mais importante torneio de futebol regional, e doou mais de 50 toneladas de alimentos a comunidades locais em situação de vulnerabilidade em parceria com a organização da competição.

Medidas de segurança - Para garantir a segurança necessária ao momento de compras, as lojas do Assaí Atacadista contam com mais de 270 protocolos sanitários implantados em suas unidades. Antes mesmo de entrar nas lojas, o consumidor terá sua temperatura aferida e o carrinho de compras higienizado por um colaborador da empresa e poderá higienizar as mãos com álcool em gel ou água e sabão em uma pia disponibilizada especificamente para esse fim.

No interior das lojas, o cliente encontrará, ainda, sinalizações sobre boas práticas durante as compras, frascos de álcool em gel em diferentes pontos e adesivos na área dos caixas indicando a distância recomendada entre clientes nas filas. Como medidas adicionais, as lojas também orientam os consumidores sobre a formação de filas na área externa e limitam o acesso em momentos de alta demanda a fim de evitar aglomerações. 


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar

O mês mais alegre, festivo e que exalta as maiores tradições culturais, musicais e simbólicas do povo nordestino é, sem dúvida, junho. Assim, mais uma vez com o incentivo da Lei Audir Blanc, por meio do edital Prêmio Seu João Claudino e Governo do Estado do Piauí, será realizada, nesta quarta-feira (23/06), a partir das 19h, a live O Poeta e sua Hora – Diálogo de Oficina, com a temática principal da tradição folclórica do boi, tradição no Nordeste e em outras regiões, trazidas desde o tempo colonial, que mostram a tradição das festas celebradas nas fazendas de gado.

Na live, transmitida do Espaço Casa Soraya Guimarães, haverá a apresentação do grupo Boi Riso da Floresta, de Teresina, que há várias décadas se apresenta em festejos e festivais juninos. A dança, a batucada, a representação folclórica dos grupos em torno da representação de um boi é a raiz do povo piauiense. Além disso, outra novidade, ainda na temática desse mês tão colorido e animado será a apresentação do projeto do grupo Tripé de Serra, criado por Kilito Trindade e Edmar Sampaio, que terão a parceria de voz da cantora Duda Di. E claro, o som e canções escolhidas a dedo no repertório da Banda Os Faustinos, que sempre encerram a live em vários estilos, como chorinho e samba.

Toda a produção, direção e elenco são testados para o coronavírus pelo menos um dia antes do evento. A live O Poeta e sua Hora – Diálogo de Oficina tem produção de Soraya Guimarães, direção artística de Arimatan Martins e direção musical Rubens Figueiredo (convidado: André Wilker). O projeto é financiado pela Lei Audir Blanc/Edital Prêmio Seu João Claudino, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult)/Governo do Estado do Piauí, Siec, Ministério do Turismo – Governo Federal. Apoio: Grupo Harém de Teatro. Realização: Navilouca Produções. O público acompanha a live pelos canais sociais de O Poeta e sua Hora pelo Instagram (@opoetaesuahora), Facebook.com/opoetaesuahora e pelo Youtube.

Músico Rubens Figueiredo durante a live dia 26 de maio

Programação
*leitura encenada: O pega sol – por Arimatan Martins e Fernando Freitas
*Apresentação: Grupo Boi Riso da Floresta
*Poesia com Durvalino Couto, Kilito Trindade, Feliciano Bezerra e Lucas Rolim
*Tripé de Serra: Duda Di, Kilito Trindade e Edmar Sampaio
*Show: Banda Os Faustinos com Rubens na direção musical e voz, Wellington Torres (violão), Chico Nascimento (baixo) e Lucas Rolim (percussão).

 


Fonte: Ascom projeto O Poeta e a Sua Hora
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Esse ano terá São João “sim, sinhô!”. Com o orçamento das prefeituras e estados impactados pela pandemia, foi preciso, mais do que nunca, contar com o apoio de marcas para manter viva a tradição e a forte economia desse período. A cervejaria Bohemia montou um circuito de lives que ajudarão a manter vivas as raízes nordestinas e movimentar as celebrações, seguindo todos os protocolos de segurança contra o novo coronavírus. Grandes nomes como Elba Ramalho, Limão com Mel, e Mastruz com Leite fazem parte da programação.

Walkyria Santos é uma das atrações
Walkyria Santos é uma das atrações    Foto: Renan Zott

Sendo a primeira cervejaria do Brasil, a Bohemia entende bem sobre tradição. E um dos símbolos mais fortes da nossa tradição nordestina é o São João. “Não poderíamos deixar os nordestinos órfãos da festa mais tradicional dessa região. Então preparamos uma série de lives que vai manter acesa a chama da festa, além de difundir essa cultura pelo mundo”, comentou Ismênia Barbosa, gerente regional de eventos da Ambev.

Além dos nomes nacionais, a programação musical também valoriza artistas locais, que vão abrilhantar ainda mais a festa. “Não poderíamos deixar de prestigiar os artistas locais que também tem sofrido tanto nessa pandemia. Teremos, por exemplo, 20 artistas locais de Caruaru na live no dia de São João, e em Campina Grande não pode faltar Biliu de Campina, que é um ícone do tradicional forró”, exemplificou Ismênia.

Todas as medidas de prevenção contra a Covid-19 serão respeitadas nesse circuito, incentivando a população a manter o distanciamento social. Os forrozeiros de todo o país estão sendo convidados a comemorar em casa, arrastar o sofá e forrozear com a programação de lives do São João Bohemia.

Aproveite as lives e concorra a prêmios 
O São João Bohemia traz vários prêmios para consumidores de todo o Nordeste, entre eles duas viagens com acompanhante para as melhores festas Juninas do Brasil em 2022. Para concorrer, basta comprar seis unidades de Bohemia (de qualquer tamanho) e cadastrar o cupom fiscal no site da promoção (www.bohemiapuromalte.com.br/saojoao).
 
23/06 - São João de Campina Grande
Elba Ramalho, Eliane, Biliu de Campina, João Lacerda e Samya Maia
Horário: 20h30
Canal: youtube/osaojoaodecampina
 
 23/06 - São João de Todos 
Noda de Caju
Horário a definir
Canal: youtube/suamusica
 
24/06 - Mansão do Forró de Caruaru 
Brasas do Forró, Elifas Junior e 20 artistas da cidade de Caruaru
Horário: 12h
Canal: youtube/mansaodoforro
 
24/06 - São João de Campina Grande 
Katia Cilene, Sirano e Sirino, Raniery Gomes, Niedson Lua e Geovane Junior
Horário: 20h30
Canal: youtube/osaojoaodecampina
 
24/06 - São João de Todos 
Fulô de Mandacaru e Brasas do Forró
Horário a definir
Canal: youtube/suamusica
 
25/06 - São João de Todos 
Mastruz com Leite e Eduarda Brasil
Horário a definir
Canal: youtube/suamusica
 
26/06 - São João de Campina Grande 
Cavaleiros do Forró, Cascavel, Stella Alves e Fabiano Guimarães
Horário: 20h30
Canal: youtube/osaojoaodecampina
 
26/06 - São João de Todos 
Limão com Mel, Cavalo de Pau e Mara Pavanelly
Horário a definir
Canal: youtube/suamusica
 
27/06  - São João de Todos 
Eric Land, Lucas Boquinhas e Luan Estilizado
Horário a definir
Canal: youtube/suamusica
 
29/06  - São João de Campina Grande 
Cavalo de Pau, Brasas do Forró, Anna Barros e Garotinho
Horário: 20h30
Canal: youtube/osaojoaodecampina


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Transmitida nas redes sociais · 10/06/2021 - 21h00

São João online promove lives juninas todas as terças de junho


Compartilhar Tweet 1



As tradicionais festas juninas que são uma marca do mês de junho, principalmente nos estados do nordeste, também foram afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Mesmo assim, visando manter a tradição e apoiar os grupos, a II Mostra Piauí de Quadrilhas Juninas iniciou nesta terça-feira (08/06), com pares de nove quadrilhas de Teresina e de outras cidades do Piauí. A apresentação será transmitida pelas redes sociais da Secult e TV Garrincha no Youtube e Facebook, a partir das 18h30.

Para manter a segurança e obedecer as normas sanitárias, as apresentações serão feitas apenas com casais das quadrilhas, que serão testados no dia da apresentação. A  mostra vai contar com os grupos Arroxa o Nó, Bela Flor, Coração Nordestino, Fole da Sanfona, Fuzaca, Luar do São João, Luar do Sertão, Mexeu Mexeu e Pisada Matuta.

A mostra de quadrilhas faz parte da programação especial do projeto São João Online, que irá promover lives durante todo o mês de junho com shows de artistas e bandas, além das apresentações de quadrilhas.

O Projeto é uma realização da LV entretenimento, com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Coordenadoria de Comunicação Social.

Programação:

15/06 – Zé Maxixe; Dayana Almeida

22/06 – Paula Milena e Banda; Marcos Julião

29/06 – Concurso Estadual de Rainhas Juninas


Fonte: Secult
Comentar
Residências gratuitas e online · 10/06/2021 - 17h58 | Última atualização em 10/06/2021 - 18h17

Junta Expandido oferece oficina de dança vogue e residências artísticas gratuitas


Compartilhar Tweet 1



Nesta segunda-feira, dia (14/06) a Escola Estadual de Dança Lenir Argento recebe artistas e performers do movimento ballroom piauiense que vão oferecer uma oficina gratuita e online para pessoas interessadas na dança Vogue. A oficina faz parte da programação da Ocupação Junta EXPANDIDO, que acontece até setembro em Teresina.

A oficina será uma vivência com a Casa Di Monique, intitulada “Terra QUEERida”, com encontros online de 14 a 17 de junho, das 16h às 18h. Os participantes serão apresentados a teorias e práticas do Vogue, com introdução à história do ballroom no mundo e no Piauí, além de aulas de técnicas e coreografias da dança.

Para finalizar, no dia 17, haverá o compartilhamento de apresentações coreografadas pelos próprios participantes e uma conversa com o público sobre o universo ballroom, surgido nos anos 60 em Nova York e que se espalhou pelo mundo como um movimento artístico e político de celebração da diversidade de gênero, sexual e raça.  

O primeiro contato com a história do ballroom de Will Kennedy (conhecido como Peste Nega) e Diego Eloi, "mães" da Casa Di Monique, foi na programação da 5ª edição do JUNTA Festival, em 2019. “Eu fazia parte de um grupo de danças urbanas, onde conheci o vogue. Nessa mesma época teve o JUNTA, onde aconteceu uma vivência ballroom. Lá conheci toda a história por trás. Foi uma semana transformadora na minha vida porque foi um encontro que tive comigo mesmo, onde entendi mais sobre a minha história, a história dos meus antepassados, das pessoas pretas que fizeram esse movimento, a história da minha comunidade. Enfim, me abriu os olhos para muitas coisas”, lembra Peste Nega.

Para Diego Eloi, o movimento foi de grande importância para a construção e reconhecimento de sua identidade. “Dentro da vivência ballroom tive vários atravessamentos enquanto minha corpa não-binária e foi aí que consegui explorar as minhas percepções sobre gênero e performatividade de gênero. Foi a ballroom que me deu segurança para me encontrar enquanto artista também, e hoje direciono minha pesquisa em dança contemporânea para essas danças de expressões de gênero, que dialogam com a performatividade de gênero”, explica Eloi.

A intenção da Casa Di Monique no Junta EXPANDIDO é reproduzir informações, sensações e reverberações que começaram naquela edição, quando começaram a surgir mais grupos interessados no estilo vogue. "Queremos atingir o máximo de pessoas para que elas sintam o tanto que eu senti, ou sintam algo que elas entendam também sobre esse corpo-bicha que vive por aí. A gente preparou uma programação incrível com pessoas do Norte-Nordeste para dar suporte nessa vivência ballroom”, conta Peste Nega.

Após a etapa de oficinas, a programação do Junta EXPANDIDO segue com uma série de residências artísticas para profissionais das artes e produção cultural do Piauí e do mundo. Confira a programação abaixo:

15 de junho a 1º de julho -  Residência “Afeto, Criação e Partilha – Produção Colaborativa como (Re)Existência” com por Cynthia Margareth (SP), gestora cultural, atriz, fundadora da AFLORAR CULTURA.

05 de julho a 23 de julho - Residência "Mulher Melancia" com a coreógrafa, professora, performer e cocriadora do JUNTA, Janaína Lobo

26 de julho a 13 de agosto – Residência “Tem criança na sua dança?” com Emanuella Souza, mestre em dança educacional, integrante do Núcleo de Estudos RODA GRIÔ e do corpo docente da Escola Estadual de Dança Lenir Argento; e Weyla Carvalho, mãe de três meninas e artista da dança.

O Junta EXPANDIDO na modalidade Ocupação é financiado pela Lei Aldir Blanc através do edital/prêmio Maria da Inglaterra, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura do Piauí / Governo do Piauí / SIEC / Ministério do Turismo / Governo Federal e tem apoio da Escola Estadual de Dança Lenir Argento - EEDLA. Para mais informações, acesse as redes sociais do Festival no Facebook e Instagram

 


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar