Números atualizados -

Veja detalhes da operação que resultou na prisão de 151 pessoas em 39 cidades do Piauí

Neste artigo, trazemos informações atualizadas sobre a "Operação Cerco Fechado" realizada pela Polícia Civil do Piauí. O colunista, por vezes tardio, não falha em trazer as últimas novidades para os leitores deste blog. A operação, que teve lugar em todo o estado, resultou em 151 prisões e teve como objetivo combater uma variedade de crimes, desde furtos até homicídios. Vamos detalhar os números e os resultados obtidos.

Foto: 180graus

A "Operação Cerco Fechado" foi concluída pela Polícia Civil do Piauí em 12 de setembro, tendo sido uma ação de grande magnitude. Durante essa operação, foram cumpridos um impressionante total de 250 mandados de prisões, busca e apreensão. Os alvos eram indivíduos envolvidos em crimes que abrangiam uma ampla gama de delitos, incluindo furtos, roubos, estupros, violência doméstica, tráfico de drogas, homicídios, latrocínios e outros.

Os resultados dessa operação são impressionantes, com 151 prisões efetuadas em todo o estado do Piauí. Além disso, foram apreendidas 16 armas de fogo, 19 veículos, drogas e dinheiro, totalizando a recuperação de 1,8 milhões de reais em bens e valores. Os crimes mais frequentemente identificados durante a operação incluíram crimes contra o patrimônio, tráfico de drogas e homicídios.

Essa ação abrangente não se limitou à capital, Teresina, mas estendeu-se a 39 municípios, abrangendo toda a extensão do estado do Piauí. Algumas das cidades incluídas nessa operação foram Altos, Campo Maior, Esperantina, Miguel Alves, Piripiri, Parnaíba, Água Branca, Amarante, Floriano, São Raimundo Nonato, União, Demerval Lobão, Bom Jesus, Redenção do Gurgueia, Gilbués, Santa Filomena, Nazaré do Piauí, Paulistana, Oeiras, Porto, Itaueira, São Pedro do Piauí e Castelo do Piauí.

A "Operação Cerco Fechado" contou com a participação de aproximadamente 100 policiais civis de várias unidades, incluindo unidades distritais, metropolitanas, especializadas e do interior. A coordenação dessa operação foi realizada pela Delegacia Geral, sob a liderança do delegado-geral Luccy Keiko Leal Paraíba. O delegado-geral destacou que o objetivo principal dessa operação é a redução dos índices de criminalidade, trazendo benefícios significativos para a sociedade. Os policiais civis envolvidos estiveram em campo para cumprir mandados relacionados a uma ampla gama de crimes, garantindo a aplicação da lei penal de forma abrangente.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco