Tendência de redução -

OMS declara encerrado o estado de emergência da pandemia de Covid

Nesta sexta-feira (5/5), o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou que a Covid-19 não é mais uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII). A mudança da classificação da pandemia ocorre um dia após a 15ª Reunião do Comitê de Emergência para Covid-19.

Foto: OMS/ ReproduçãoOMS declara encerrado o estado de emergência da pandemia de Covid
OMS declara encerrado o estado de emergência da pandemia de Covid

O painel de especialistas da OMS se reúne periodicamente desde janeiro de 2020 para analisar os dados da pandemia e determinar quando seria o momento certo para baixar o nível de preocupação sobre o coronavírus. “Eu aceitei esse conselho. É, portanto, com grande esperança, que declaro o fim da Covid-19 como uma emergência de saúde global”, afirmou Tedros Adhanom.

Quando a Covid-19 foi declarada uma ESPII, o nível mais alto de alarme, havia menos de 100 casos da doença relatados fora da China e nenhum morte. Passados três anos, três meses e cinco dias, foram registrados mais de 765 milhões de casos em todo o mundo e 6.921.614 de mortes.

Tedros Adhanom lembrou que a Covid-19 não foi apenas um problema de saúde referente à infecção viral, mas levou também a uma crise econômica global, impactos na educação, levou milhões de pessoas à solidão pelo isolamento e expôs desigualdades entre as nações. “A Covid-19 expôs e exacerbou as falhas políticas dentro e entre as nações. Isso corroeu a confiança entre pessoas, governos e instituições alimentadas por uma torrente de desinformação”, pontuou.

Apesar disso, há mais de um ano, os dados da Covid-19 mostram uma tendência de queda, ao mesmo tempo em que ocorre o aumento da imunidade por vacinação e infecção prévia, diminuindo a mortalidade e a pressão sobre os sistemas de saúde.

Fonte: Com informações do Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco