Mais de 2.500 pessoas · 14/01/2022 - 09h00

Novo surto da Covid-19 impulsiona procura por vacinação contra a doença em cidade do Piauí


Compartilhar Tweet 1



Aumentou a demanda de pessoas procurando a vacinação contra Covid-19. Diante do surto de coronavírus registrado no início deste ano, aumentou o interesse das pessoas em se imunizarem contra a doença. Realidade que também contempla Parnaíba.

A procura pela imunização contra a Covid-19 cresceu bastante nos últimos dias, com pessoas em busca por atualização vacinal. Frente ao agressivo crescimento de pessoas infectadas pela Covid-19 e internações pela doença, o setor de imunização de Parnaíba, por exemplo, precisou descentralizar o atendimento na própria Universidade Federal do Delta do Parnaíba, UFDPar. “Mais que duplicou, a gente resolveu abrir um segundo ponto de vacinação aqui na UFDPar, houve uma segregação das pessoas que estão se vacinado com a Pfizer e das pessoas que estão se vacinando com reforço da Jassen. em média a gente está vacinando mais de 2.500 pessoas/dia só neste ponto de vacinação, fora os 47 postos que estão também vacinando”, informou Charles Lima, coordenador de Imunização de Parnaíba. As informações são do Portal Litoral Notícias.

A preocupação da população em se vacinar, frente ao surto de Covid-19, após as festas de fim de ano, tem tido um retorno na demanda de vacinação, encerrando as vagas no agendamento em pouco tempo. Fator positivo no processo de vacinação e avançar da imunização populacional de Parnaíba. “A gente observou nos últimos dias uma procura enorme por vacinação, das vagas que estavam sendo ofertadas pelo agendamento online todas foram ocupadas às vagas esgotaram”, destacou Charles Lima.

Vacinação e crianças

Para agendar a vacinação as pessoas devem procurar o site Vacina Parnaíba onde há o local para agendar a primeira, segunda ou dose de reforço. O Setor de Imunização deverá iniciar as vacinações de crianças na próxima semana e será feito somente nos postos de saúde. Primeiro as crianças com comorbidades devem ser vacinadas, depois por faixa etária em ordem decrescente. (Daniel Santos)

Comentários